Início » Internet » Google lança Discover para celulares e faz mudanças na busca

Google lança Discover para celulares e faz mudanças na busca

Google Discover exibe assuntos de seu interesse no iPhone, Android e no site para celular; busca recebeu melhorias

Por
1 ano atrás

O Google está comemorando 20 anos de seu motor de busca anunciando algumas mudanças. O Google Discover vai exibir assuntos de seu interesse no iPhone, Android e no site para celular; um card vai relembrar resultados visitados se você repetir a busca; e os resultados ficarão mais visuais graças ao Google Lens e AMP Stories.

Google Discover sugere links sobre assuntos que você curte

O Google Discover traz algumas novidades na experiência de busca para o celular. A versão móvel de google.com ficará menos minimalista: abaixo do campo de busca, você encontrará assuntos do seu interesse e links sugeridos. Isso será distribuído aos usuários nas próximas semanas.

Além disso, o app do Google para iOS e Android recebeu algumas mudanças. Ele destaca assuntos sugeridos, como “fotografia” e “política”, com links para notícias, vídeos e posts de blog.

Caso você queira se aprofundar, basta tocar no assunto para encontrar mais opções de conteúdo. Há um botão “Seguir” para deixar claro que você está interessado. E há outro botão para controlar se você quer ver mais (ou menos) links sobre determinado assunto.

Para pessoas que falam mais de um idioma, o Google Discover vai exibir diferentes assuntos em diferentes línguas — receitas em espanhol e esportes em inglês, por exemplo. Inicialmente, isso só vai funcionar com inglês e espanhol nos EUA, mas a empresa promete expandi-lo para mais idiomas e países “em breve”.

O Google Discover é um novo nome para o Google Feed, que por sua vez era uma evolução do Google Now que reunia notícias e assuntos interessantes para o usuário.

Google ajuda quem repete a mesma busca

O Google diz que 1 em cada 8 buscas a cada mês são repetidas. Por isso, a empresa preparou uma mudança: se o usuário voltar a pesquisar pelo mesmo assunto, um novo card de atividade acima dos resultados vai mostrar as páginas relevantes que você já visitou, e as buscas já realizadas sobre o tópico.

Este card de atividade não aparece sempre, só quando for relevante. Além disso, é possível remover itens do seu histórico de busca, ou ocultar o card permanentemente. Ele estará disponível para todos “ainda este ano”.

O Google está exibindo categorias diferentes para alguns resultados de busca. Por exemplo, ao procurar “pug”, você verá abas relacionadas a nomes, saúde e como treinar — os assuntos mais populares sobre essa raça de cachorro. Enquanto isso, as abas para “Yorkshire terrier” se concentram em dicas para banho e tosa, por exemplo.

Também é possível reunir resultados da busca nas Coleções, em vez de usar os favoritos do navegador. É algo semelhante ao Pinterest. O Google sugere links adicionais com base nesse conteúdo.

Busca fica mais visual com Google Lens e AMP Stories

A busca está ficando mais visual. A empresa integrou o Google Lens aos resultados do Google Imagens: isso significa que você pode usar inteligência artificial para analisar fotos e identificar o que há nelas. Por exemplo, o Lens pode ajudar a encontrar um tipo específico de berço que você encontrou em uma imagem.

A empresa também está reforçando a aposta nos AMP Stories. Trata-se de um recurso semelhante ao Snapchat Descubra, com slides deslizáveis para texto, fotos e vídeo. Esses cards em tela cheia são pensados para o smartphone, e vão aparecer na versão móvel da busca.

“Estamos começando a usar inteligência artificial para construir AMP Stories e exibir esse conteúdo na busca”, explica o Google. Essas histórias automáticas serão feitas inicialmente para celebridades e esportistas.

Três mudanças fundamentais na busca do Google

É bastante coisa! O Google explica que isso é consequência de três mudanças fundamentais em como a empresa pensa sobre buscas.

São elas:

  • uma transição de respostas para jornadas: isso significa ajudar a retomar buscas anteriores, além de oferecer resultados mais personalizados.
  • uma transição de buscas por sugestões: a empresa também quer prever o que você gostaria de pesquisar, sugerindo links sobre assuntos do seu interesse.
  • uma transição de texto para conteúdo visual: o Google Imagens está ficando mais poderoso, e os resultados trazem vídeos e AMP Stories antes dos links tradicionais.

Com informações: Google, TechCrunch.