Tecnoblog

Nintendo Switch Online apaga saves na nuvem 180 dias após ser cancelado

A Nintendo esclareceu sua política de saves de jogos para o Switch Online. Se você cancelar o serviço, a Cópia de Segurança na Nuvem (Save Data Cloud Backup) permanecerá nos servidores da empresa por até 180 dias. Depois desse prazo, seus dados serão removidos. A assinatura está disponível no Brasil por R$ 74,25 ao ano.

“Se a assinatura do Nintendo Switch Online expirar, o usuário não poderá acessar a Cópia de Segurança na Nuvem. No entanto, a Nintendo permitirá acesso aos backups para usuários que voltem a assinar o serviço em até 180 dias”, explica a empresa na seção de perguntas frequentes.

Antes, a Nintendo dizia apenas: “não podemos garantir que os dados na nuvem sejam retidos por um longo período após o fim da assinatura”.

Esta é uma política menos generosa que na concorrência. A Microsoft não exige assinatura, liberando o backup de graça no Xbox One. “Qualquer pessoa inscrita no serviço Xbox Live pode armazenar jogos salvos na nuvem”, diz o FAQ.

Enquanto isso, a Sony oferece armazenamento na nuvem para assinantes do PlayStation Plus, e disse no lançamento em 2011 que “saves de jogos serão mantidos por seis meses” após o cancelamento.

No entanto, o FAQ atual nem menciona esse prazo, indicando que não apaga os dados: “se sua associação do PS Plus expirar e você tiver dados salvos no armazenamento online… será possível acessá-los quando sua associação do PS Plus for renovada”. É possível guardar até 10 GB de saves do PS4 (ou 150 MB para o PS3 e Vita).

Nintendo pode liberar backup local do Switch no futuro

A Nintendo não permite fazer backup local do Switch, mas isso pode mudar no futuro. Ela diz em uma página de suporte: “embora não tenhamos nada adicional para anunciar sobre este assunto, tenha certeza de que ouviremos com atenção o feedback de nossos clientes”.

Alguns jogos, como Pokémon Let’s Go, Splatoon 2 e Dead Cells não têm suporte a saves na nuvem. A Nintendo diz que eles poderiam ser usados “para afetar injustamente os rankings de multiplayer online”, e quer “garantir o fair play”.

Além disso, ela explica que os saves de jogos NES “não serão removidos a não ser que o usuário faça isto manualmente”. Eles ficam armazenados localmente no console, mas só podem ser acessados com uma assinatura ativa do Switch Online.

A Nintendo oferece o Switch Online no Brasil. Ele custa R$ 14,80 por 30 dias; R$ 29,70 por três meses; R$ 74,25 por um ano (individual); e R$ 129,95 por 12 meses no pacote familiar, em até oito contas.

Com informações: IGN.