Início » Brasil » Facebook remove 42 perfis de agência envolvida no “mensalinho” do Twitter

Facebook remove 42 perfis de agência envolvida no “mensalinho” do Twitter

Facebook derrubou páginas da agência Follow, envolvida em esquema que pagava para elogiar candidatos do PT e PR no Twitter

Por
01/10/2018 às 11h41

O Facebook removeu 11 páginas e 42 perfis por distribuir conteúdo político que simula ser orgânico, violando políticas de autenticidade. Eles eram associados à agência de marketing digital Follow, que pertence ao deputado federal Miguel Corrêa (PT-MG). A empresa é investigada pelo Ministério Público por recrutar usuários do Twitter para elogiar candidatos petistas.

Em comunicado, o Facebook diz que tomou medidas para remover conteúdos associados à Follow. Isso inclui as páginas Follow Fórmula, Ponto Gênero e Carioca Bolado. O perfil pessoal de Corrêa, que concorre a uma vaga no Senado, também foi retirado do ar.

Os Padrões da Comunidade do Facebook proíbem contas que operam de maneira coordenada “para enganar as pessoas sobre a origem de seu conteúdo ou para permitir outras violações de nossas políticas”, explica a empresa.

Em agosto, foi revelado um esquema no Twitter que prometia R$ 500 mensais por mensagens positivas sobre candidatos do PT. Tudo era coordenado pela agência de publicidade LaJoy; ela foi subcontratada pela Be Connected, empresa parceira de Corrêa, e exigia o uso de dois aplicativos da Follow.

Segundo O Globo, os aplicativos Follow Now e Brasil Feliz de Novo foram usados para promover ao menos 12 candidatos do PT e PR. Isso inclui o petista Wellington Dias, candidato à reeleição como governador do Piauí. O caso ficou conhecido como “Piauígate” ou “mensalinho”.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) proibiu propaganda paga nas redes sociais para a campanha deste ano, sob multa de até R$ 30 mil. A única exceção fica para impulsionamento “identificado de forma inequívoca como tal”.

Em comunicado ao Estadão, Corrêa admite que a página da Follow no Facebook foi derrubada, mas diz que desconhece as outras páginas e perfis mencionados pela rede social.

Com informações: Facebook, Estadão, UOL.