Início » Jogos » Project Stream vai rodar Assassin’s Creed Odyssey no Chrome

Project Stream vai rodar Assassin’s Creed Odyssey no Chrome

Game rodará direto do navegador e todo o processamento será feito em nuvem

Por
1 ano atrás

O Google anunciou uma parceria com a Ubisoft para entregar o game Assassin’s Creed Odyssey para o Chrome. O objetivo é de transformar o navegador em apenas um cliente que receberá todo o processamento feito de forma remota, para que o jogador necessite apenas de uma boa conexão com a internet e o browser.

Assassin’s Creed Odyssey é o jogo que segue a franquia da guerra entre assassinos e templários, dentro da francesa Ubisoft. Sequência de Assassin’s Creed Origins, o novo game conta om belos gráficos e é recheado de ação, com versões para PlayStation 4, Xbox One e PC, com variante para o Chrome como fruto da tecnologia Project Stream.

Reproduzir um título blockbuster e que tem alta demanda de processamento da plataforma onde roda é um desafio para o gigante das buscas, já que a experiência depende da menor latência possível entre o comando efetuado do lado do cliente e que é executado do lado do servidor onde o jogo roda.

A Nintendo também vem utilizando tecnologia semelhante e já garantiu que Resident Evil 7 rodasse com gráficos superiores aos que o Switch consegue, colocando grande parte do processamento na nuvem. Assassin’s Creed Odyssey será outro jogo que utilizará servidores do Japão para rodar o game por lá, direto na tela do console híbrido – garantindo o menor ping possível para os japoneses.

O vídeo acima é uma captura de uma jogatina do jogo da Ubisoft, rodando em um Chrome e com conexão mínima de 25 megabits para garantir a fluidez. De acordo com o gameplay, tudo estava rodando em resolução Full HD e com 60 quadros por segundo – o que, em um PC, exige grande poder de GPU, CPU e memória RAM para manter alta qualidade e eliminar travamentos.

Assassin’s Creed Odyssey tem dia 5 de outubro como lançamento para PS4, Xbox One e PC. Para jogar no Chrome, você precisa fazer parte de uma equipe de testes, que apenas funciona nos Estados Unidos.

Com informações: Google.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.