Início » Brasil » Facebook cria ferramenta para ajudar eleitores a conhecer candidatos

Facebook cria ferramenta para ajudar eleitores a conhecer candidatos

Ferramenta do Facebook vai exibir informações e vídeos no Feed de Notícias dos candidatos a presidente, governador e senador

Emerson Alecrim Por

Nesta terça-feira (2), o Facebook anunciou uma ferramenta para ajudar os eleitores a escolher em quem votar para presidente, governador e senador no primeiro turno das eleições do Brasil, marcado para o próximo domingo (7).

A ferramenta irá aparecer no Feed de Notícias para todos os usuários brasileiros no decorrer desta semana. Nela, será possível encontrar informações sobre cada candidato, bem como conhecer as páginas oficiais que eles mantêm na rede social.

Ferramenta de eleições do Facebook

Os candidatos têm ainda a opção de criar quatro vídeos de até 20 segundos para exibir nessa ferramenta. Nesses vídeos, é necessário se apresentar e responder à seguintes perguntas-chave:

  • O que te motivou a concorrer a presidente / governador / senador?
  • Se eleito, o que é mais importante aprovar nos primeiros 100 dias do seu mandato?
  • Por que essas eleições são importantes?

As perguntas que os candidatos podem responder nos vídeos foram selecionadas com apoio da ONG Transparência Brasil. O Facebook ressalta, porém, que apenas disponibiliza espaço para os vídeos. A produção destes cabe exclusivamente às equipes dos candidatos e não têm interferência da rede social.

Ainda de acordo com o Facebook, mais de 62 milhões de brasileiros usaram a rede social para comentar questões políticas, isso apenas no primeiro mês da campanha eleitoral de 2018.

O Facebook não explicou, no entanto, a razão para a ferramenta ser liberada apenas na semana que antecede o primeiro turno. De todo modo, a companhia afirma estar “trabalhando para tornar mais fácil para as pessoas encontrar as informações necessárias para tomar decisões informadas antes das eleições”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Raí

Obvio, não existe empresa comunista, até porque se ela não der lucro, quebra. Mas os funcionários compactuam com todas as pautas progressistas da escola de Frankfurt para atingir a restruturação da sociedade e implantar o socialismo. Falar que não existe empresa (instituição em si) comunista, é chover no molhado.

Júlio César

Isso não faz a empresa ser comunista, seu animal.

Luis Fernando

Se o face fosse imparcial td bem, mas uma empresa q tem como gerente de segurança Daniele Kleiner que já trabalhou pro PT de repente lança um app relacionado as eleições? Sei não...

Raí

Se o próprio Zuckenmerda disse que todo o vale do silício tem o viés ideológico de esquerda, eu vou deixar de acreditar nele para acreditar em você?

Júlio César

Nem adianta perder tempo explicando. Uma empresa norte americana, de um cara que está no topo dos mais ricos, sendo chamada de comunista. Será que é só no Brasil que existe esse delírio?

Mendonza

Quase todo mundo que bate boca no facefuck ou instagram já tem suas convicções políticas. Se as pessoas estivessem de fato interessadas em propostas, não estaríamos nessa situação.

Thiago Calazans

As acusações são de outra empresa, que usou o Facebook para isso, não?

Alex Silva

Não faz sentido uma empresa acusada de fraudar eleições criar um app desse!

Renan

https://tecnoblog.net/26197...
"O Facebook removeu 11 páginas e 42 perfis por distribuir conteúdo político que simula ser orgânico, violando políticas de autenticidade. Eles eram associados à agência de marketing digital Follow, que pertence ao deputado federal Miguel Corrêa (PT-MG)."

Helmut

Pensei que fosse um App de cara ou coroa.

Ramon

Culpa dos satélites mexicanos

Ramon

Glória Deux!

Paçaro

"Ainda de acordo com o Facebook, mais de 62 milhões de brasileiros usaram
a rede social para falar merda e atacar o time oposto acusando todo mundo de ser bolsominion ou comunista petista, afinal só existem dois candidatos esse ano, isso apenas no primeiro
mês da campanha eleitoral de 2018."

RWindows

foicebook