Início » Carro » Uber deve valer US$ 120 bilhões ao estrear na bolsa de valores

Uber deve valer US$ 120 bilhões ao estrear na bolsa de valores

Valor é mais que General Motors, Ford e Fiat Chrysler somadas; Uber prepara IPO para 2019

Por
48 semanas atrás

Não é segredo que o Uber prepara sua estreia na bolsa de valores para 2019, dez anos após ter sido criado no Vale do Silício; segundo estimativas de bancos, a empresa pode valer até US$ 120 bilhões quando isso acontecer. É mais do que a General Motors, Ford e Fiat Chrysler somadas.

Segundo o Wall Street Journal, a cifra de US$ 120 bilhões foi fornecida ao Uber no mês passado por dois bancos (Goldman Sachs e Morgan Stanley), para orientar a empresa enquanto ela decide vender ações para potenciais investidores.

Desse valor, o serviço de delivery UberEats corresponde a até US$ 20 bilhões. Isso também inclui as participações do Uber em outras startups de transporte, como a chinesa Didi Chuxing (que comprou a 99) e a indiana GrabTaxi.

Esse valor não se manterá para sempre. O CEO Dara Khosrowshahi planeja realizar o IPO (oferta pública de ações) no segundo semestre de 2019. No entanto, uma fonte sugere ao WSJ que os bancos estão com pressa, temendo que o mercado de ações esfrie.

O Spotify, Dropbox e Xiaomi estrearam na bolsa este ano; a Dell vai pôr em prática um plano engenhoso para se juntar a elas. E o Lyft — principal concorrente do Uber — cogita realizar um IPO no ano que vem.

Foto por Phocuswright/Flickr

Dara Khosrowshahi

Uber não deve ter lucro nos próximos três anos

Após um prejuízo bilionário em 2017, o Uber enfim conseguiu um resultado positivo este ano: lucro de US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre, após vender suas operações em oito países do sudeste asiático. No entanto, a empresa indicou que não será lucrativa por pelo menos três anos.

A aposta do Uber — e de seus investidores — está nos carros autônomos. Em vez de manter apenas 25% do valor das corridas, a empresa ficaria com tudo porque não dependeria de motoristas no futuro. No entanto, desenvolver essa tecnologia custa caro e leva tempo. Além disso, ela não tem como aumentar preços em alguns mercados devido à concorrência.

Em agosto, o Uber passou a valer US$ 72 bilhões após receber investimentos da Toyota. A startup vai trabalhar em conjunto com a montadora japonesa para desenvolver carros autônomos.

Vale também destacar o papel do UberEats, que já opera em quase 500 cidades no mundo todo. Ele dá prejuízo, mas deve render dinheiro antes do próprio Uber. Este ano, o serviço deve atingir US$ 6 bilhões em pedidos; parte disso fica com a empresa.

Com informações: Wall Street Journal.

Mais sobre: ,