Início » Computador » Apple deve lançar Mac com processador próprio, sem Intel, em 2020

Apple deve lançar Mac com processador próprio, sem Intel, em 2020

Apple não dependeria dos processadores da Intel e teria maiores margens de lucro no iMac e MacBook

Felipe Ventura Por

A Apple estaria se preparando para abandonar a Intel e usar chips próprios. O analista Ming-Chi Kuo, que já adiantou vários detalhes sobre a empresa, diz que ela vai lançar o primeiro Mac com processadores ARM em 2020 ou 2021. O relatório também traz alguns detalhes sobre carros autônomos.

Segundo o 9to5Mac, Kuo aponta alguns motivos para a Apple usar processadores próprios: a empresa não dependeria mais do cronograma de lançamentos da Intel, e teria maiores margens de lucro.

O analista diz que a Apple continuará a usar a TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing Company) como sua única fabricante de processadores. Ela deve inclusive aumentar sua dependência da companhia taiwanesa, por sua qualidade de produção e por não ter conflitos de interesse — a Samsung também fabrica chips, mas concorre em smartphones.

Apple tem laboratório para chips do Mac

A Bloomberg noticiou em abril que a Apple vem trabalhando em um projeto chamado Kalamata, em fase inicial de desenvolvimento, para o macOS rodar em seus processadores. Dessa forma, o sistema ficaria mais integrado com os iPhones e iPads, que já usam chips próprios da empresa — como o A12 Bionic do iPhone XS.

Além disso, a Apple abriu um laboratório de engenharia no estado americano do Oregon, contratando ex-funcionários da Intel para trabalhar em chips personalizados.

Os processadores da Apple são bem mais rápidos que a concorrência, como o Snapdragon 845. Isso pode ser útil em notebooks, não apenas em smartphones. Enquanto isso, a Qualcomm estaria preparando um Snapdragon 1000 para notebooks com Windows 10. Ele deve usar a microarquitetura ARM Cortex-A76, que promete desempenho "em nível de laptop".

Kuo prevê que, no longo prazo, a TSMC também deve produzir chips personalizados da Apple para carros autônomos, mais especificamente para "Sistemas Avançados de Assistência ao Motorista". A empresa estaria trabalhando em autonomia de níveis 4 ou 5, isto é, que depende muito pouco ou nada de um motorista humano. No entanto, isso só deve ser lançado em 2023.

Com informações: 9to5Mac, The Verge.

Mais sobre: , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Robert Maia
A Apple nunca abandonou o chip próprio porque os chips PowerPC's e os da série G nunca foram dela (eram da IBM fabricados pela Motorola). Ela trocou porque os CHIP's para os MAC's eram duas gerações defasadas se comparados aos da linha POWER.
Rafael Moreira
De certa forma os caras estão certos em querer mudar de processador. A apple não conseguia implementar mais que 16gb de RAM nos Macbook devido a própria limitação do chip intel em não oferecer suporte a DDR4L e outros fatores. Depois de gerações conseguiu lançar Macs com 32gb de RAM. A questão também não é só isso, tem o fator custo de produção e retorno financeiro. Se esses processadores ARM apresentar um bom desempenho, e consequentemente diminuir o preço final do produto para o consumidor, acho valido a mudança. Outra questão que precisa ser levantada é no que diz respeito aos softwares, como que ficaria com essa mudança.
Rafael Moreira
Macs são equipamentos mais voltado para trabalho. Acredito que uma GPU Intel Iris já da conta do recado para se trabalhar com aplicações gráficas como (Photoshop, Corel, Unity 3D, Final Cut, Adobe Premiere).
Rafael Moreira
Isso irá demorar. Para os processadores ARM precisa rescrever alguns programas e outros obter a tal compatibilidade. Macbook com processador Intel irá receber um longo suporte. Sobre alguns modelos ficar fora da ultima atualização, é a incompatibilidade com a API Metal. Os Macs mini e Pro 2012 está dentro da lista. E está aqui pra nós, são maquinas antigas com suporte até hoje.
Frederico Martins
Assim como a matéria, falei de mac e não de iPhone. Eles abandonaram o power pc sim. Que era “próprio” na medida que praticamente só eles usavam. Com o esgotamento do chip, migraram pra Intel. Então com um possível esgotamento da arquitetura atual teria sentido uma nova mudança.
Filipe Espósito
A Apple nunca "abandonou" o chip próprio. Os Macs já possuem processadores Intel antes mesmo do iPhone existir (e até então usavam PowerPC). É natural pensar que, com a evolução dos processadores A-Series, eles cheguem ao Mac algum dia (já chegaram, na verdade, mas não como principal).
Frederico Martins
Pq mesmo a Apple abandonou o chip próprio e embarcou na Intel? 🤔🤔🤔🤔 Talvez pela mesma razão ela não saia tão cedo.
Corvo
Intel domina no mercado de servidores
Ivan Henrique Tavares Pauletti
Enquanto for x86 está sussa. Minha sorte foi ter feito um há três meses com um intel 8700. Como a apple acabou de lançar macs com esse processador, tenho pelo menos a mesma vida util dos novos macbooks pro. Espero que ainda mantenham.
felipegcoutinho
Vim comentar isso, adeus :(((((
Vitor Freire
O que eu realmente quero saber é quando a Apple irá por GPUs decente nos Macs.
Cameron Poe
Mas concorrência fará isso (ela perderá boa parte da fatia e convenhamos, ninguém gosta de perder seus clientes, ainda mais em larga escala) já tem a amd que teve de forçar bem a zona de conforto deles, que estavam lançando processadores 10/20 com preços absurdos, e hoje já tá melhorando bastante essa concorrência. Se ela não se ligar, pode não falir, mas que vai tomar um preju enorme vai,
Cameron Poe
A longo prazo pode até ser, mas quem não precisará atualizar o sistema, da pra ficar de boas
Trovalds
Intel dificilmente cai no limbo assim. Ela investe em vários outros mercados como SSDs corporativos e interfaces de rede de alta performance. E se a Apple deixa de comprar chips Intel, vai ser apenas um integrador a menos usando os produtos. Sobram todas as outras. Estima-se que a Intel supra em torno de 80-90 milhões de processadores por mês. Se não me engano só a TSMC e a Samsung tem cacife suficiente pra produzir tanta quantidade.
Gustave Dupré
Fora que a AMD chegou chutando a porta com os 7 nm.
Bruno Sousa
Apple e Microsoft estão trilhando esse caminho. Ótimo.
DeadPull
Apple com chip próprio, Windows com chips Snapdragon... A coisa está se complicando muito pra Intel. Acho que está na hora da empresa começar a pensar seriamente em mudar de ramo, se não quiser acabar no limbo.
Anderson Antonio Santos Costa
Adeus, Hackintosh!!!