Início » Telecom » TIM pode receber clientes da Porto Seguro Conecta, decide Cade

TIM pode receber clientes da Porto Seguro Conecta, decide Cade

Operadora virtual Porto Seguro Conecta será encerrada e quer migrar clientes para TIM; Cade não vê ameaça à concorrência

Por
22/10/2018 às 16h11

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a migração para a TIM dos clientes da Porto Seguro Conecta. Ela foi a primeira e a maior operadora móvel virtual (MVNO) do Brasil, mas a seguradora desistiu do ramo de telecomunicações. Sua base tem cerca de 500 mil clientes, principalmente M2M (machine-to-machine).

A migração para a TIM precisa ser aprovada pelo Cade e pela Anatel; o primeiro passo já aconteceu. O órgão antitruste concluiu que esse acordo não prejudica a concorrência entre as operadoras: afinal, a Porto Seguro Conecta tem apenas 0,24% do mercado da telefonia móvel. Ou seja, se todos os clientes decidirem migrar, a participação da TIM iria de 24,79% para 25,03%.

Claro, eles podem escolher outra operadora — Claro, Vivo, Oi, Nextel — graças à portabilidade. No entanto, a TIM promete “ofertas de voz e dados ainda melhores com manutenção dos valores e dos benefícios para os segurados (por intermédio da própria Porto Seguro) e alto nível de atendimento”.

Boa parte dos clientes da Conecta é M2M, serviço oferecido para maquininhas de cartão de crédito, por exemplo. Nesse mercado, o Cade também não vê problema: se todos decidirem migrar, a participação da TIM vai de 11,14% para 13,94%. Com o acordo, a operadora vai receber os ativos necessários para prestar serviços M2M.

A Porto Seguro Conecta começou suas operações em 2012, focada inicialmente em M2M, usando a rede da TIM para oferecer seus serviços. Com o passar do tempo, ela lançou planos para pessoas físicas nas cidades de São Paulo, região metropolitana de São Paulo, Santos, Campinas, Vale do Paraíba, Rio de Janeiro e região metropolitana do Rio.

Em comunicado, a Porto Seguro diz que desistiu das telecomunicações para “concentrar esforços em negócios que alcancem diferenciais competitivos”. A operadora virtual teve a melhor nota do pós-pago na pesquisa 2017 de satisfação da Anatel.

A decisão do Cade foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (22).

Com informações: TeleSíntese, Convergência Digital.