Início » Celular » HTC lança Exodus 1, seu primeiro celular para blockchain e criptomoedas

HTC lança Exodus 1, seu primeiro celular para blockchain e criptomoedas

HTC Exodus 1 tem partição separada do Android para guardar bitcoin e ether, e custa o equivalente a R$ 3.500

Por
39 semanas atrás

A HTC lançou na pré-venda o Exodus 1, seu primeiro celular para blockchain. Ele tem uma partição separada do Android que guarda suas criptomoedas de forma segura, com um mecanismo para recuperá-las em caso de roubo. O aparelho custa o equivalente a R$ 3.500, e só pode ser comprado com bitcoin ou ether.

O Exodus 1 roda Android Oreo, e tem uma partição separada do sistema operacional para guardar suas criptomoedas e tokens de forma protegida. Trata-se da HTC Zion Wallet, uma carteira com suporte a bitcoin, ether, litecoin e outras. Além disso, caso o smartphone seja roubado, há um mecanismo de recuperação social para reaver suas criptomoedas.

Funciona assim: a HTC permite escolher alguns contatos confiáveis, e cada um deles baixa um app de gerenciamento de chaves. Eles receberão partes de um código que, quando reunidas, permitem acesso à sua carteira mesmo sem o celular.

HTC Exodus 1 tem Snapdragon 845 e 6 GB de RAM

As especificações são de um modelo high-end. O Exodus 1 tem processador Snapdragon 845, 6 GB de RAM DDR4x, 128 GB de armazenamento e bateria de 3.500 mAh. A tela de 6 polegadas tem resolução Quad HD+ e proporção 18:9. Encontramos aqui o Edge Sense 2: você pressiona as laterais para realizar comandos, como abrir apps ou dar zoom.

A câmera traseira é dupla, com sensores de 12 e 16 megapixels; e a câmera frontal também é dupla, com dois sensores de 8 MP para desfocar o plano de fundo. O corpo é translúcido, mostrando os componentes internos, e tem resistência IP68 a poeira e água.

O HTC Exodus 1 será vendido por 0,15 BTC ou 4,78 ETH, cerca de R$ 3.500 na cotação atual. Só é possível adquiri-lo nessas criptomoedas. Ele está disponível em pré-venda para 34 países e regiões, incluindo EUA, União Europeia, Reino Unido, Taiwan e Hong Kong — o Brasil não está na lista. O prazo de entrega é em algum momento de dezembro.

Com informações: SlashGear, The Next Web.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.