Início » Celular » Lenovo Z5 Pro possui tela quase sem bordas e câmera frontal retrátil

Lenovo Z5 Pro possui tela quase sem bordas e câmera frontal retrátil

Tela do Lenovo Z5 Pro ocupa 95,06% da parte frontal; ele tem Snapdragon 710, 6 GB de RAM e câmera traseira dupla

Felipe Ventura Por

O Lenovo Z5 Pro é mais um celular que adota um mecanismo deslizante para esconder a câmera frontal, assim como o Xiaomi Mi Mix 3 e o Honor Magic 2. Dessa forma, a tela não possui notch e ocupa boa parte da parte frontal. Ele tem processador Snapdragon 710 e câmera dupla para fotos nítidas em pouca luz.

A tela AMOLED de 6,39 polegadas tem resolução Full-HD+ (2340 x 1080) e leitor de digitais sob o display. Ela tem 95,06% de aproveitamento, e suas bordas são bem finas; a câmera frontal e um dos alto-falantes ficam escondidos em um mecanismo deslizante.

A Lenovo diz que esse mecanismo, composto por uma hélice dupla, pode ser usado mais de 300 mil vezes sem quebrar. Infelizmente, como não há passthrough de áudio para o alto-falante, você terá que deslizar o Z5 Pro toda vez que fizer uma ligação. Ele também é mais grosso que outros aparelhos, com 9,3 mm de espessura e 210 g.

Por dentro, temos o processador Snapdragon 710, 6 GB de RAM, 64 GB/128 GB de armazenamento e bateria de 3.350 mAh. Ele roda ZUI 10 baseado no Android 8.0 Oreo.

Ele tem porta USB-C, mas nada de entrada 3,5 mm para fone de ouvido (a caixa inclui um adaptador). Os dois alto-falantes possuem suporte a Dolby Atmos.

Câmera dupla promete fotos nítidas à noite

A câmera frontal de 16 megapixels f/2,2 vem acompanhada por uma câmera infravermelho de 8 MP, prometendo reconhecimento facial mais preciso que na concorrência.

Enquanto isso, a câmera traseira dupla tem sensor principal de 16 MP e 1,22 um (f/1,8) e secundário de 24 MP e 0,9 um (f/1,8), ambos da Sony. Ela utiliza uma técnica chamada “pixel binning” para combinar grupos de quatro pixels em um só, a fim de imitar um sensor maior de 1,8 um. Com isso, é possível tirar fotos mais nítidas em pouca luz.

O Lenovo Z5 Pro entrou em pré-venda nesta quinta-feira (1) na China. A versão de 64 GB custa o equivalente a R$ 1.050, enquanto o modelo de 128 GB sai por R$ 1.250. É mais barato que o Xiaomi Mi Mix 3 e o Honor Magic 2, porque ambos têm especificações melhores.

Com informações: Lenovo, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Oliveira

Estou só sendo flammer mesmo, gosto de ver o caos. Bom dia.

Mendonza

Ele é bastante escorregadio, nunca vi celular estranho assim. Agora sobre o roteador, é seu comentário que não faz sentido. Tive um S3 que dava um banho em agilidade de sinal, conseguia mandar 3g vagabundo pra um notebook e outro celular perfeitamente.

Lucas Oliveira

Voce reclamou de pontos que não são relevantes em um smartphone. Deslizar da mão? A Lenovo não tem culpa se voce não consegue segurar o aparelho direito. Roteador? Roteador é Cisco, Aruba, TP-Link que seja, mas não o celular. Isso é só um quebra-galho para momentos específicos.

Hemerson Silva

Questão de costume. Os Galaxy com tela Edge estão aí pra mostrar o contrário.

Mendonza

Não ligo pra celular, mas meu Lenovo K5 consegue se destacar por ser péssimo. Escorrega muito facil da mão, e o roteador dele é praticamente inútil de tão ruim. Dessa marca, só notebook.

Luiz Soares

Mi mix 3 >>

Comentário Mil Grau℗

Tinha a chance de fazer isso no passado. Se queimou todo agora e ngm liga.

Eliézer José Lonczynski

+ câmeras frontais deslizantes - notches \o/ a espessura será sacrificada, porém o que o povo quer é telão grande sem precisar ter smartphone gigante.

Ramon

"Temos um problema pequeno de design acima da tela chamado notch"

-Oq faremos?

"Um soluçao maior que o tamanho do notch e da tela"

😅😅😅😅😅

Ramon

Eu sei que ninguém mais usa smartphone pra fazer chamadas, mas esse speaker será que encaixa nos ouvidos?

John Smith

Aí só de segurar o celular você fica acionando as laterais da tela toda hora.

Mickão

Lançado com o Oreo 8.0? Vacilo da Lenovo, já deveria ter vindo com o Pie. Além disso, esse negócio de ter que deslizar TODA VEZ que precisar do som externo do aparelho é meio tenso demais pro meu gosto. Trocaria fácil uma bordinha na parte da frente pra ter ao menos um falante.

Rodrigo Gomes

Pra que essa tara de ocupar todo o espaço da frente do celular com a tela? Tipo ao ponto de ter que fazer o celular deslizar pra mostrar a câmera e a saída de áudio(!)...

Bruno

síndrome de benjamin button nos celulares. próximo lançamento terá uma antena retrátil.

Deibson Oliveira

Esses celulares slide tem tanto espaço pra por a câmera que daria pra colocar uma câmera igual a traseira, um sensor com a mesma capacidade com estabilização ótica, flash