Início » Negócios » Spotify chega a 87 milhões de assinantes e reduz prejuízo

Spotify chega a 87 milhões de assinantes e reduz prejuízo

Número de assinantes do Spotify Premium cresceu 40% em um ano graças aos planos Familiar e para Universitários

Felipe Ventura Por

O Spotify teve boas notícias para compartilhar. No terceiro trimestre, o número de assinantes do Premium cresceu para 87 milhões; no total, são 191 milhões de pessoas no serviço, incluindo aí o plano gratuito. A empresa também reduziu o prejuízo.

Novo Spotify Premium

É importante conseguir lucro em algum momento, para agradar os investidores na bolsa de valores e simplesmente para continuar existindo. O prejuízo operacional foi de € 6 milhões no terceiro trimestre, contra perdas de € 73 milhões no mesmo período do ano passado.

A base de usuários cresceu 28% em um ano, puxada pela América Latina. E o número de assinantes no serviço pago — que basicamente sustenta o Spotify — cresceu ainda mais nesse período, em 40%. Isso é graças aos planos Premium Familiar e Premium para Universitários: eles têm "retenção forte", ou seja, menos cancelamentos.

O Spotify está fazendo diversas parcerias para conseguir assinantes. Nos EUA, universitários podem adquiri-lo junto ao Hulu e Showtime por US$ 4,99 mensais. No Reino Unido, a operadora Sky permitirá pagar pelo serviço na conta de TV por assinatura. Além disso, a Samsung vai integrar o streaming de música em seus celulares.

Spotify melhora interface para usuários gratuitos

Mas o Spotify continua de olho nos usuários gratuitos. Este ano, a empresa apresentou uma interface melhorada com playlists personalizadas e modo de economia de dados. "Esperamos que isso leve a melhoras no engajamento e retenção", ela explica em comunicado. Os apps para clientes Premium também ganharam um redesign.

A receita com usuários Premium foi de € 1,15 bilhão no terceiro trimestre. Enquanto isso, usuários do plano gratuito renderam apenas € 123 milhões — trata-se do faturamento com anúncios.

O Spotify lançou recentemente uma solução para ajudar artistas independentes a divulgarem seu trabalho. A ideia é aumentar margens de lucro ao dispensar o intermédio das grandes gravadoras. Mais de 67 mil músicos e pequenas gravadoras enviaram conteúdo desde então.

No quarto trimestre, o serviço de streaming espera ultrapassar a marca de 200 milhões de usuários, e pode enfim ter lucro — sua previsão está entre ganhos de € 15 milhões e perdas de € 35 milhões.

Com informações: Spotify.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Berg
No meu acontece todos os bugs kkkkkkkkkkkkk. Tem o do offline, tem tbm esse da busca infinita, que ao fechar o app e abrir novamente funciona corretamente tanto um quanto o outro. Geralmente no segundo big nem aparece o player do Spotify na barra de notificação e se tiver rolando música vc não consegue dar pausa, play, avançar nem voltar. Como se o app não tivesse executando nada.
Wesley Generoso
Esses bugs também estão a afectar a versão iOS. Eu estou a utilizar a última versão da App, em uma net de 200Mbs e está sempre a dar erro na busca e que a app está offline.
thejorsias
Estranho, como já disse, nem criei playlists por lá por causa da inexistência de usuários e pela impossibilidade de criar pastas como existe no Spotify. Talvez essa seja a solução para você.
Gaba
Estou quase mudando pro Deezer depois de eles começarem a bloquear meus irmãos no plano família... moramos em endereços diferentes sim, mas somos família de qualquer maneira... Deezer não tem essa limitação pelo menos!
Baidu feat MC Brinquedo
Moto Z - 1º Geração e já acontece faz algum tempo.
Diego F. Duarte
Esse bug do offline ja aconteceu comigo algumas vezes. Não é frequente e na maioria dos casos o aplicativo recupera sozinho (ao menos aqui).Mas e chato pq leva MTO tempo p ele recuperar (e em alguns casos preciso matar o aplicativo). O meu é um Moto X4, a minha conta e a master do plano familia aki
Felipe Ventura
Isso em qual aparelho? É recente ou já faz tempo que isso acontece?
Vegeta humilde
Eu criei só uma, aquela q tem td q ouço mesmo. E rapaz, q coisa ruim de organizar. Eu gosto de organizar em ordem alfabética, ainda q ouça no aleatório, mas no tidal é impossível fazer isso. Além do problema de poder adicionar 2x a mesma música na playlist pq ele não indica q a música está lá
Baidu feat MC Brinquedo
Meu maior problema é o bug do "offline". É irritante ter que fechar o app porque "você está offline" quando não está.
Amarildo
O mesmo aqui com o Galaxy A8 Plus. Acontece tanto no Wi-Fi de 10MB quanto no 4G de até 25MB.
tenho o mesmo no meu XZ1
thejorsias
Certamente. De um tempo pra cá eu comecei a ouvir só álbuns completos, então a plataforma deles faz bastante sentido pro meu caso. Nem cheguei a criar playlists no serviço, o fato de quase ninguém usar o serviço também não ajuda.
Celso
Esse bug acontece na versão Premium (no Samsung S8) quando você busca algum artista, música ou playlist. Ele fica com o ícone de load até aparecer uma mensagem com erro. A saída que encontrei, é voltar e pesquisar de novo. Às vezes funciona.
Felipe Ventura
Como funciona esse bug? Ele demora para começar a tocar cada faixa? Isso acontece no plano Free, Premium, ou nos dois?
Celso
Ultimamente minha experiência no Android está decepcionante. Esse 'bug' de ficar buscando eternamente mesmo com conexão rápida tá desanimador. Sempre que acontece isso, eu tô recorrendo para o YT Music.
Vegeta humilde
Playslists com ctz não são o forte do tidal, inclusive as q vc cria.
thejorsias
Não consigo me usar por mais de um mês. Não sei se são meus fones ou o aparelho, mas a experiência no Android é toda bugada. Apps que precisa ser reiniciado depois de alguns minutos porque a tela trava, status offline mesmo estando conectado, etc...O som também não é dos melhores, ficando só a frente do Apple Music. Estou feliz com um trial de 6 meses que peguei do Tidal, mas entendo que pra quem curte playlists ele é o app mais indicado mesmo.