Início » Aplicativos e Software » 10 razões para fazer root no Android

10 razões para fazer root no Android

Está pensando em fazer root no Android? Veja 10 razões para libertar o seu dispositivo, que fica melhor depois de desbloqueado

Por
46 semanas atrás

Fazer root no Android pode não ser um processo muito simples, mas um vez que o usuário consiga liberar as restrições de seu gadget ele pode fazer praticamente qualquer coisa com ele. E se o robozinho do Google já é um sistema móvel bastante versátil, espere para conhecer alguns dos principais truques que um aparelho sem restrições é capaz de fazer. Confira 10 razões para fazer root no Android.

Antes, porém, leia isso:

Android / Celular / Smartphone / Pixabay

1. Atualizações do Android por mais tempo e mais rápido

Uma das principais vantagens em fazer root é a de ter acesso a atualizações do Android por mais tempo e mais rápido. Por conta de políticas das fabricantes e das operadoras, que o Google tentou (sem sucesso) combater com o Project Trebble, um update para uma nova versão do robozinho pode demorar meses a sair, se for lançada.

Originalmente, o Android recomenda que os fabricantes ofereçam suporte e atualizações de sistema por 18 meses, mas muitos nem se dão ao trabalho e mantêm apenas os patches de segurança, ou nem isso.

Com root, o usuário pode instalar uma versão limpa do Android, que receberá atualizações mais constantes ou uma versão do sistema (ROM) customizada, mantida pela comunidade e que pode em alguns casos ser mantida atualizada por vários anos.

2. Maior duração da bateria

Há certos aplicativos do Android que consomem muita bateria e recursos, mas mesmo que eles não estejam em uso eles ficam ativos, trabalhando em segundo plano e drenando energia que poderia ser poupada. Mas você pode corrigir isso.

Algumas ferramentas, disponíveis apenas para aparelhos com root são capazes de forçar aplicativos que não estão em uso a hibernarem, evitando dessa forma que eles continuem trabalhando se não estiverem abertos. Assim, sua bateria vai durar mais.

3. Melhor desempenho do processador

Seu smartphone é muito fraco ou antigo? Ele ficou pesado com atualizações recentes ou não dá conta de aplicativos mais novos? O root pode te ajudar com isso.

Certos apps permitem que você faça overclock em seu aparelho, forçando a frequência do processador para que ele trabalhe mais ao rodar certas aplicações; da mesma forma, é possível fazer underclock e diminuir sua velocidade, um recurso ideal para executar apps menos exigentes ou para quando o dispositivo estiver ocioso, a fim de poupar principalmente a bateria.

Vale lembrar que o procedimento de overclock força o hardware a trabalhar numa frequência muito alta, o que pode superaquecer o gadget e causar alguns problemas; por isso mesmo, a maioria dos aplicativos do tipo permitem habilitar um modo que retorna o processador ao estado normal, caso ele esquente demais.

4. Automatização de tarefas

Certos aplicativos oferecem funções muito interessantes para um gadget Android, entre elas a de automatizar uma série de funções. Com o Tasker, por exemplo é possível por exemplo fazer com que o aparelho reconheça quando você está ou não em casa, e sozinho ative ou desative o Wi-Fi nessas ocasiões.

É possível criar tarefas específicas, como diminuir o brilho da tela e reduzir o tempo em que ela fica ligada quando a bateria atingir um certo limite, silenciar notificações quando estiver utilizando um app de leitura, ligar o GPS ao abrir o Waze ou Google Maps e desliga-lo ao fecha-los, exibir uma lista de apps ao detectar um fone de ouvido conectado, e por aí vai.

As possibilidades são diversas, o único limite do Tasker é a criatividade do usuário.

Android / root no android

5. Customização de tudo

A customização livre é um dos pontos fortes do root no Android. O usuário pode basicamente mudar qualquer coisa em seu gadget, desde trocar a interface do sistema por uma mais limpa ou instalar uma pertencente a outro modelo de dispositivo móvel, ou introduzir widgets na tela principal para facilitar o controle de certas funções.

É possível trocar teclados, ícones, temas ou mesmo o kernel e o sistema operacional, com módulos e imagens criadas pela comunidade ou versões do Android “stock”, as originais do sistema como planejadas pelo Google, sem nenhum tipo de alteração do fabricante ou operadoras. Enfim, você pode deixar seu gadget com a sua cara.

6. Backup completo dos seus dados

Se você já teve que fazer um reset de fábrica em seu Android, sabe o quão chato é ter que recuperar os dados de uma série de aplicativos que estavam instalados, isso quando é possível fazê-lo. Felizmente, com o root as coisas ficam bem mais simples.

Uma das ferramentas mais poderosas, o Titanium Backup (sim, tem na Play Store) permite que o usuário faça um backup completo do sistema, de dados de aplicativos a arquivos protegidos. Basicamente cria uma imagem de recuperação completa de seu smartphone ou tablet, que pode ser armazenada no seu cartão SD ou no Dropbox, algo muito útil quando você troca de dispositivo e deseja levar tudo de um para outro.

O Titanium é uma ferramenta tão versátil que funciona até em smartphones sem root, mas nesse caso com funções limitadas.

7. Sem apps desnecessários de operadoras (bloatware)

O Titanium Backup também possui outro superpoder: permite que o usuário remova aplicativos desnecessários inseridos por fabricantes e operadoras, os chamados bloatwares. Na maioria das vezes são apps redundantes, com recursos iguais aos de outros mais populares e melhores, ou que não acrescentam nada à experiência de uso.

O pior de tudo, esses aplicativos normalmente não podem ser removidos através dos meios normais e nem desativados, e consomem recursos preciosos.

Ao fazer o root no Android, o usuário pode, através do Titanium, dar cabo de todas essas aplicações indesejáveis, liberando espaço de armazenamento e diminuindo o consumo de energia, permitindo até que a bateria do celular dure mais.

Google / Android 9 Pie / statue / root no Android

8. Novas funções no seu Android

Ao contrário do que muita gente pensa, o Android não é um sistema livre: o Google o mantém fechado por uma série de motivos, e por isso mesmo muitos recursos úteis não são oficialmente suportados. Já houve casos em que recursos como a gravação do áudio de ligações (que tem algumas implicações legais) foram removidos.

Ao fazer o root no Android, você se torna capaz de driblar restrições. Desde instalar apps bloqueados por operadoras, incluir softwares incompatíveis ou novos recursos nativos incompatíveis com a versão de seu Android, forçar o hardware a executar funções bloqueadas por software a incluir recursos restritos a determinados modelos.

9. Compartilhamento de conexão de dados (tethering)

O tethering é um recurso muito útil, que transforma seu dispositivo móvel em um hotspot Wi-Fi. Com ele, é possível compartilhar sua conexão de dados com outros smartphones, tablets, desktops e etc., o que pode ser muito útil em situações de emergência, como uma queda na internet doméstica ou numa viagem ou para trabalhar com seu notebook sem precisar entrar em redes Wi-Fi públicas e desconhecidas.

As operadoras, entretanto, por venderem pacotes de dados querem que seus usuários adquiram um para cada dispositivo, e ainda hoje detestam o tethering: algumas bloqueiam completamente o recurso, seja de pronto ou quando o uso é detectado. Com a operadora cortando a conexão até o usuário desligar o hotspot; outras, um pouco mais tolerantes cobram taxas adicionais.

Com o root, o usuário pode fazer uso de ferramentas que criam redes Wi-Fi criptografadas, que as operadoras não são capazes de detectar e dessa forma, o usuário pode compartilhar sua conexão por quanto tempo e com quem quiser.

10. Assuma o controle do seu Android

Essencialmente, fazer o root no Android permite que você possa controlar todo e qualquer aspecto de seu dispositivo Android, assumindo de fato o controle.

Você pode desde alterar sua aparência a alterar a forma como ele funciona, forçando o processador a trabalhar mais, otimizando o consumo de energia, incluindo novas funções ou automatizando uma série de funções.

Claro, há alguns riscos envolvidos:

Há chances, ainda que pequenas, do procedimento de root (se feito errado) causar danos severos ao smartphone ou tablet Android, podendo transformar o gadget em um peso de papel. Ainda assim, as vantagens são inúmeras e podem compensar.

No fim das contas, o céu é o limite:

Uma boa pedida, antes de fazer root em seu aparelho é ler a respeito do seu aparelho, pedir orientação nos fóruns e conversar com quem já está acostumado com o processo, de modo a evitar problemas. Assim, você poderá liberar todo o potencial do Android.

Mais sobre: ,