Início » Celular » iFixit mostra o que há dentro do novo iPad Pro e do Apple Pencil

iFixit mostra o que há dentro do novo iPad Pro e do Apple Pencil

iPad Pro (2018) passou pelo desmonte do iFixit; tablet da Apple tem bateria "dupla", quatro alto-falantes e 102 ímãs

Por
36 semanas atrás

O novo iPad Pro impressionou em testes de benchmark, batendo com folga o MacBook e o Microsoft Surface com Core i7. Mas o que há dentro deste tablet da Apple, além do processador A12X Bionic? Ele passou pelo tradicional desmonte do iFixit, que revelou a bateria “dupla”, os quatro alto-falantes e os 102 ímãs.

Remover a tela do iPad Pro de 11 polegadas não é exatamente fácil. “As bordas extrafinas tornam isso ainda mais angustiante do que o habitual”, escreve o iFixit. O jeito é aplicar calor, inserir a palheta para levantar o display, e torcer que nada quebre.

Então você se depara com um dos destaques do iPad Pro: os alto-falantes. São quatro woofers (para baixas frequências) e quatro tweeters (para altas frequências). Lá ficam parte dos 102 ímãs do iPad Pro; o restante serve para conectar acessórios e o Apple Pencil.

A bateria de 7.812 mAh é composta por duas células conectadas em paralelo, que fornecem energia na mesma velocidade. Ela é ligeiramente menor que no iPad de 10,5 polegadas, e muito menor do que no Microsoft Surface Pro mais recente (45 Wh vs. 29,45 Wh).

Novo iPad Pro tem processador Apple A12X Bionic

A placa lógica fica entre as células da bateria. Ela inclui o processador Apple A12X Bionic, armazenamento flash da Toshiba e módulos de RAM da Micron. O modelo do iFixit tem 64 GB de espaço e 4 GB de memória. A versão de 1 TB, por sua vez, conta com 6 GB de RAM.

A câmera para o Face ID tem um formato ligeiramente modificado em relação ao iPhone X, mas mantém o mesmo hardware básico: projetor de pontos infravermelho, sensor RGB tradicional (para selfies de 7 megapixels) e sensor infravermelho. Enquanto isso, a câmera traseira de 12 MP perdeu a estabilização óptica de imagem.

Há ainda as bobinas de cobre para carregar a bateria do Apple Pencil sem fios, além da porta USB-C totalmente modular — algo que facilita o conserto. Nos iPads anteriores, a porta Lightning fica soldada na placa lógica. Ficou faltando a entrada 3,5 mm para fone de ouvido; é preciso comprar um adaptador de R$ 79.

O iFixit também desmontou o Apple Pencil. Eles precisaram serrar a cobertura de plástico branco — essa caneta stylus não foi pensada para ser aberta. Dentro dela, encontramos a bateria, a bobina para carregamento sem fio, ímãs de alinhamento, controlador de toque da Broadcom, e um chip personalizado da Apple.

O novo iPad Pro recebeu nota 3 de 10 em reparabilidade. A porta USB-C modular pode simplificar os consertos; e não temos mais um botão home físico que pode quebrar com o uso constante. No entanto, há muita cola dentro do tablet para manter sua rigidez estrutural, o que dificulta reparos.

A Apple vai lançar o iPad Pro no Brasil por preços a partir de R$ 6.799.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.