Início » Celular » Montblanc Summit 2 chega ao Brasil com Snapdragon 3100 em puro luxo

Montblanc Summit 2 chega ao Brasil com Snapdragon 3100 em puro luxo

Smartwatch pode ter corpo de aço inoxidável ou titânio, com preço próximo ao que é cobrado no exterior

André Fogaça Por

A Montblanc aproveitou o começo desta terça-feira (13) para lançar no Brasil seu mais recente smartwatch de luxo, o Summit 2. Com visual arrojado, Wear OS e promessa de uma semana de bateria, o gadget é o primeiro relógio inteligente com o novo Snapdragon 3100 a chegar no Brasil.

O primeiro com o novo processador da Qualcomm

O Summit 2 é o primeiro smartwatch que trabalha com o Snapdragon 3100, versão mais recente do processador da Qualcomm para dispositivos vestíveis e que tenta solucionar o maior problema destes produtos: autonomia pífia de bateria. Na parte de software o relógio utiliza o Wear OS (ex-Android Wear), que vem com alguns (muitos) mostradores exclusivos de hora que refletem o luxo da marca. centenária

A caixa do relógio é de 42mm e o corpo pode ser de aço inoxidável ou até mesmo titânio, com proteção de vidro de safira na parte da frente – que funciona mais como uma forma de tornar o vidro mais curvado, como nos relógios analógicos da empresa, do que mais resistente. As pulseiras também permitem alguma personalização, com materiais que vão desde a borracha mais esportiva, até couro ou malha de aço.

Depois de tanto luxo, a parte técnica garante um dia inteiro de atividade com todos os recursos ativados. Isso significa que notificações ligarão a tela, chamadas de voz com o relógio podem ser feitas, tela ligada o tempo todo no modo ambiente, leitura de batimentos cardíacos acontecendo e até GPS ligado. Colocando o relógio em um momento mais econômico, apenas com a hora na tela, a bateria pode durar até uma semana.

A tela é de 1,2 polegada, com 1 GB de RAM e 8 GB de espaço interno, tudo controlado pelo Wear OS 2.1 e com possibilidade de pagamento via Google Pay com o NFC que está no gadget. Tanto requinte e tecnologia de ponta tem preço salgado, mas não longe do que já é corado na Europa, onde o relógio custa mais de 900 euros.

Disponibilidade e preço

O Montblanc Summit 2 será lançado no Brasil a partir do dia primeiro de dezembro, com vendas apenas nas lojas da marca e custando entre R$ 4.365 e R$ 5.400, valor que depende da configuração de materiais para o acabamento do relógio.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Trovalds

Amazfit Stratos (e o anterior, o Pace) tem autonomia de 5 dias. Amazfit Bip, mais simples, quase 30 dias de autonomia (mas bem mais simples).

Cristina Nascimento

Não espere mais, compre o Amazfit Bip, dura um mês ou mais com uma recarga.

André G

Smartwatches não ficam defasados tão rápido. Meu Moto 360 Sport foi comprado no começo de 2016, embora tenha sido lançado em 2015.

Ele ainda funciona muito bem e recebeu a última atualização do sistema recentemente.
Não pretendo trocá-lo tão cedo, pq ele faz tudo que preciso, não é como um smartphone que em 2 anos já começa a ficar defasado de verdade.
O único problema é ter que recarregar todo dia, isso é realmente chato, mas prefiro recarregar todo dia e ter várias funções, do que recarregar a cada mês e ser limitado.

André G

O Amazfit Bip é um que se encaixa no que vc busca

Kodos Otros

Continuo achando que nenhum vale, pelo menos pra mim.

zoiuduu .

a rolex tem smartwatch ja tb?

Henrique Ferreira Lima

Olha. Smartwatch realmente não faz parte dos meus interesses. Pagar tão caro em um produto que vai ficar obsoleto logo não consegue me chamar a atenção. Pra um produto que vai essencialmente mostrar as horas pra mim, é muito mais válido investir em um relógio simples. E se quiser mais firulas, uma smartband atende todos os meus requisitos

Kodos Otros

Ah sim, 5 mil é dose! Nenhum relógio vale isso, na minha opinião!

Jairo ☠️

Com autonomia decente só as smartbands

Trovalds

De fato. Mas a pessoa desembolsar R$ 5.000 num smartwatch pra ter mais um gadget pra colocar pra carregar todo dia... e saber que daqui 1 ano vai estar defasado. Pelo menos se houvesse algum programa de substituição por um aparato mecânico por um custo X a mais o produto não seria de todo ruim já que o valor aí está na caixa e pulseira e não no equipamento em si.

Kodos Otros

Então você não é o público alvo, são segmentos diferentes!

Trovalds

Errr... não. Prefiro relógio de verdade mesmo. Dura uma vida inteira, não perde valor (em alguns casos ganha) e não precisa ficar se preocupando em "recarregar a bateria".

Ainda estou esperando o smartwatch barato em que a bateria dure pelo menos 1 mês. Já estamos em 5 dias com o Stratos.