Início » Negócios » Netflix estuda oferecer plano mais barato em alguns países

Netflix estuda oferecer plano mais barato em alguns países

A versão mais em conta seria voltada especialmente aos países da Ásia, onde a Netflix apresenta dificuldades para crescer

Victor Hugo Silva Por

A Netflix é a maior empresa de streaming de vídeo do mundo e pretende aumentar a distância de seus concorrentes. Com 130 milhões de assinantes, a companhia estuda oferecer um plano mais barato para usuários de alguns países.

Segundo a Bloomberg, o CEO da Netflix, Reed Hastings, não se compremeteu a reduzir os preços, mas disse que a empresa pretende fazer um experimento. Ele não afirmou quando ou em que regiões o teste seria realizado.

Netflix / Freestocks / Unsplash

Apesar das informações limitadas, esta é a primeira vez que a empresa diz publicamente que pensa na possibilidade de tornar seu serviço mais barato. E, aparentemente, o teste não irá alterar os preços dos três planos atuais.

Em vez disso, a Netflix criaria uma quarta faixa de preço abaixo das já existentes. Ela marcaria uma nova estratégia para a empresa, que liberou para alguns países o plano Ultra, uma versão mais cara do serviço.

Ao considerar uma opção mais em conta, a Netflix pensa principalmente na Ásia, onde chegou há três anos. Por lá, alguns concorrentes oferecem, além da versão paga, uma alternativa gratuita para atrair mais consumidores.

A estratégia da Netflix tem sido investir em produções voltadas para a região. Na última semana, foram anunciadas 17 séries e mais de 100 filmes feitos na Índia, na Coreia do Sul, no Japão, na Tailândia e em Taiwan.

Apesar dos investimentos, o crescimento na Ásia tem sido lento. A companhia ainda busca atingir a marca de 2 milhões de assinantes em pelo menos um dos países do continente. Segundo Hastings, a expectativa é chegar a 100 milhões de assinantes somente na Índia.

No país, é possível assinar o serviço por a partir de 500 rupias (R$ 26). E a Netflix não pretende fazer grandes mudanças nesse mercado. À Reuters, Hastings afirmou que a distribuição dos planos atuais na Índia é similar à dos Estados Unidos, o que indica que não há um problema de preços.

Ainda assim, a empresa compete com serviços como o Hotstar, que pode ser assinado por 199 rupias (R$ 10), e o YouTube. Hastings afirma, no entanto, que não está preocupado com concorrentes locais e que não deseja estar tão disponível quanto o serviço do Google.

Enquanto busca estratégias para crescer na Ásia, a Netflix também planeja aumentar seus preços em outros países. A empresa parece estar confortável com a decisão por não ter perdido clientes em reajustes recentes.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

MagicCarpetDriver

ou nao, ne? vai saber...

Adriano Garcez

Não. Nada de vergonha, eu não sei por que passaria, ainda mais com você. Sua má fama o precede do Meio Bit. Abaixa a bola e para de picuinha no Tecnoblog. Você está sujando a sessão de comentários.

Pryderi

Ou não. Vai saber. É tudo uma conspiração, chorão.

Pryderi

Ah... eu já fiz você passar vergonha também? :D

Desculpe, eu nem lembrava. São tantos que você é apenas mais um. Você e o chorão aí. ;)

MagicCarpetDriver

é esse pryderi?

Adriano Garcez

Pare de dar atenção para o André. Sua má fama o precede.

MagicCarpetDriver

e o problema de ser taxado de chorao é meu ou seu?

Pryderi

Você pode até dizer que bacon é ruim. Vc pode dizer o que quiser. No máximo, será tido como chorão

MagicCarpetDriver

so pq ela nao se importa comigo, eu nao posso dizer q ta uma porcaria?

Pryderi

Sim. Milhões de pessoas fazem isso. O Netflix não tem a programação que VOCÊ quer ver. Netflix não se importa com VOCÊ. Ela se importa com seu modelo de negócios, que agrada à grande maioria das pessoas.

mas você sempre pode ver youtube, Amazon Prime, torrent etc.

MagicCarpetDriver

estou esperando mesmo pela Disney...

ter series consagradas, nao exclui ter conteudo original...

Adriano Garcez

Então espere mais um ano pela Disney.

Não faço questão de "conteúdo consagrado", mas de qualidade, e tem de sobra por lá - tem muita porcaria também, sem dúvidas, mas se ficar se pautando apenas pelo lado negativo, nada estará bom... nunca.

Adriano Garcez

Como? O único jeito é diminuindo a qualidade para SD, o que não faz sentido.

E o app do Netflix força o HDR na TV Samsung - quando disponível. Não tem como desativar.

MagicCarpetDriver

existe uma coisa chamada canais de TV q mostram o q eu quero ver na hora q eu quero ver?

Pryderi

Brasileiro é um bicho tão desgraçado que reclama que 30 reais é caro. Pega torrent, então

Exibir mais comentários