Início » Computador » Notebook Lenovo Ideapad 330S: indo além do básico

Notebook Lenovo Ideapad 330S: indo além do básico

Lenovo Ideapad 330S traz processador Core i5 de 8ª geração, 8 GB de RAM e ótimo acabamento, mas fica devendo uma tela melhor

Por
20/11/2018 às 15h47
8.1

Prós

  • Acabamento externo robusto
  • Teclado confortável, embora não retroiluminado

Contras

  • A tela tem 15,6 polegadas, mas é só HD
  • Um SSD faz falta
Lenovo Ideapad 330S

Lançado oficialmente no Brasil em setembro de 2018, o Lenovo Ideapad 330S é um notebook intermediário: ele não traz a sofisticação dos laptops ultrafinos ou híbridos, mas oferece uma gama de recursos que o deixa bem acima das opções de entrada.

Durante duas semanas, eu usei o modelo 81JN0000BR do Ideapad 330S, que possui tela de 15,6 polegadas, processador Intel Core i5 de oitava geração, 8 GB de RAM, HD de 1 TB e GPU AMD Radeon 535.

O preço sugerido pela Lenovo para essa configuração é de R$ 3.399. Será que compensa? Nos próximos parágrafos, eu mostro se vale a pena ou não desembolsar esse valor pelo notebook.

Em vídeo

Design e acabamento

O design do Ideapad 330S é um pouco mais sóbrio do que o do Lenovo Ideapad 320 e outros modelos intermediários da Lenovo. A tampa atrás da tela, por exemplo, tem uma curvatura muito pouco pronunciada nas bordas. Além disso, o logotipo da companhia fica ali no canto direito inferior e é tão discreto que parece até uma marca d’água.

Lenovo Ideapad 330S

Eu gostei disso. Mas gostei mais do acabamento. A tampa atrás da tela é de um alumínio com textura fosca e cor azul escuro (há outras opções de cores, mas não no Brasil). É um material que fica com marcas de dedo com relativa facilidade, mas que, mesmo assim, agrada pela sensação de robustez.

Porém, ao levantar a tela, tive uma pequena decepção: o corpo do notebook, também em tom de azul, é de plástico. Eu esperava o mesmo alumínio da tampa. Apesar disso, o plástico aparenta ser firme o suficiente para proteger o equipamento em caso de pequenas quedas ou pancadas. Isso é importante, pois o Ideapad 330S não é exatamente leve: ele tem 1,87 kg.

Lenovo Ideapad 330S

A lateral direita do notebook abriga um leitor de cartões SD, uma porta USB 3.0 no padrão A e o slot para travas no padrão Kensington. O buraquinho ao lado do leitor de SD é, na verdade, um botão chamado Novo: ele deve ser acionado com um clipe de papel ou um objeto pontiagudo e serve para ajudar a recuperar o sistema em caso de falha ou acessar o setup do BIOS.

No outro lado, a gente encontra o conector para a fonte de alimentação, uma porta HDMI, outra porta USB 3.0, uma porta USB-C e a conexão para fones de ouvido e microfone.

Lenovo Ideapad 330S

Ali também encontramos um diminuto LED que fica permanentemente acesso quando o laptop está em uso — assim como o LED do botão de liga / desliga —, pisca quando o equipamento está em standby e fica vermelho quando a bateria está acabando.

Porta Ethernet? Não tem, o que deixa claro que esse modelo é direcionado ao uso doméstico e não tanto ao segmento corporativo.

Lenovo Ideapad 330S

Teclado e touchpad

O Lenovo Ideapad 330S está disponível em versões com tela de 14 e 15,6 polegadas. Esta última é a que foi testada para este review, como você já sabe. A tela maior tem uma vantagem: torna o notebook grande o suficiente para permitir que um teclado numérico seja acrescentado — para quem trabalha com planilhas, por exemplo, faz muita diferença.

Lenovo Ideapad 330S

As teclas alfanuméricas são um pouco maiores do que as que estou acostumado a usar, mas elas são confortáveis e não me pareceram moles demais, tampouco excessivamente rígidas quando pressionadas.

Mas nem tudo é perfeito: a retroiluminação LED faz falta aqui. Além disso, o teclado numérico não tem botão para ponto — a Lenovo poderia ter diminuído o tamanho da tela [+] para incluí-lo. E, não digo obrigatório, mas eu acho que um leitor de impressões digitais seria um incremento interessante.

Lenovo Ideapad 330S

Quanto ao touchpad, ele tem bom tamanho, é preciso, possui um “click” relativamente suave e responde bem aos gestos do Windows 10, como o de arrastar dois dedos juntos para fazer rolagem de tela (o comando que eu mais uso). Eu só queria que o touchpad fosse um pouquinho mais centralizado para ficar mais fácil alcançá-lo com a mão direita.

Lenovo Ideapad 330S

Tela

Uma tela de 15,6 polegadas com bordas finas — que a Lenovo proclama como “Tela Infinitiva” — deve ser o ponto forte do Lenovo Ideapad 330S, não? Tinha tudo para ser, mas o painel, do tipo TN LCD, tem resolução de apenas 1366×768 pixels. Sim, isso significa que letras, ícones e outros elementos gráficos aparecem aqui com aspecto pixelado quando observados de perto.

Lenovo Ideapad 330S
Lenovo Ideapad 330S

Certamente, a intenção da Lenovo ao escolher esse painel foi a de reduzir os custos do Ideapad 330S no Brasil, pois o modelo tem opção com tela full HD em outros países. Chego a suspeitar que o equipamento foi desenvolvido com um display mais avançado — o cuidado em reduzir o tamanho das bordas reforça essa possibilidade —, mas que o projeto original foi adaptado para mercados emergentes.

A economia também é perceptível na qualidade do painel: apesar de o componente exibir cores fortes e ter brilho intenso, não é difícil notar uma diminuição das tonalidades que varia conforme o ângulo de visão. Isso faz, por exemplo, o preto ter um aspecto esbranquiçado ou um azul escuro ficar um tanto claro. A situação só não é pior porque o tratamento antirreflexo ajuda (ou parece ajudar) a amenizar o problema.

Curiosamente, a tela do Ideapad 330S permite abertura de até 180 graus

Curiosamente, a tela do Ideapad 330S permite abertura de até 180 graus

Essas limitações não vão atrapalhar substancialmente o uso do Ideapad 330S no dia a dia, que fique claro. Mas, pelo preço cobrado e o tamanho do notebook, eu realmente esperava uma tela mais interessante.

Desempenho, software e bateria

Pelo menos o hardware básico não decepciona. Ou quase não decepciona: temos aqui um processador quad-core Intel Core i5-8250U de 1,6 GHz (oitava geração), 8 GB de memória DDR4 (sendo que 4 GB são soldados na placa-mãe), GPU AMD Radeon 535 com 2 GB de memória GDDR5 e, bom, HD de 1 TB.

Não há opção com SSD. Existe uma versão do Ideapad 330S que traz chip Core i7-8550U e uma memória Intel Optane de 16 GB que acaba amenizando a ausência de um SSD, mas esse item não está disponível para o modelo com Core i5.

O efeito disso é que o Ideapad 330S testado para este review se comporta bem na maioria das aplicações, mas perde um pouco de agilidade por conta do HD, como esperado. Só para você ter ideia, o tempo de boot completo foi de 23 segundos — com um SSD, esse intervalo muito provavelmente seria de mais ou menos 10 segundos.

Desempenho no Geekbench 4

Desempenho no Geekbench 4

Mas, como eu disse, o conjunto em si se comporta bem. Chrome (com umas 10 abas abertas), Microsoft Office, Google Earth, Netflix e outros aplicativos cotidianos foram devidamente executados, sem travamentos ou mensagens erro. Mas, se você já tem um computador com SSD, vai perceber facilmente que eles levam alguns instantes adicionais para abrir.

A Radeon 535 é uma GPU de entrada, digamos assim, então não espere alta performance em jogos pesados. Mas games não muito exigentes ou com configurações gráficas em nível médio ou baixo vão rodar com o mínimo de dignidade. Além disso, provavelmente você não verá vídeos sendo executados com engasgos.

Já a bateria é de 52,5 Wh (três células) e deve durar umas cinco ou seis horas com uso moderado. Para testá-la, rodei um filme de três horas via Netflix com brilho máximo na tela e depois usei o Chrome durante uma hora com o Spotify tocando em segundo plano. Essas atividades fizeram a carga da bateria cair de 100% para 28%.

Para a categoria do notebook, não chega a ser ruim. O tempo de recarga de 20% para 100% com o notebook em standby foi de uma hora e 30 minutos, aproximadamente.

Lenovo Ideapad 330S

Eu gostei das saídas de som. São duas de 2 W. Elas ficam debaixo do notebook, uma em cada lado. O áudio é claro e não distorce, talvez porque o volume máximo não é dos mais altos. Por conta da espessura do equipamento, não há reforço de graves. Mesmo assim, dá para curtir filmes ou jogos numa boa.

O problema de saídas de áudio abaixo do laptop é que elas podem acabar ficando tampadas quando o equipamento é colocado sobre uma mesa ou algo do tipo, mas aqui esse problema não existe: ambos os alto-falantes estão posicionados em partes das bordas que são curvadas para cima, assim, há espaço suficiente para o som sair.

Vale dizer ainda que o Ideapad 330S vem com o Windows 10 Home e, felizmente, pouca “poluição”. Além dos softwares que acompanham o sistema o operacional por padrão e três utilitários da Lenovo, há apenas um bloatware: o McAfee LiveSafe. É perfeitamente possível desinstalá-lo, no entanto.

Ah, a webcam é uma câmera bem simples, que grava em 720p. Se você não estiver esperando por alta qualidade, ela vai quebrar um galho em videoconferências via Skype ou Hangouts, por exemplo.

Lenovo Ideapad 330S

Conclusão

O Lenovo Ideapad 330S é o tipo de notebook “pau pra toda obra”. O hardware não é dos mais avançados, mas tem poder de fogo suficiente para dar conta da grande maioria das tarefas. Além disso, ele é não tão prático de ser transportado quanto um laptop ultrafino, mas está longe de ser um trambolhão que precisa ficar o tempo todo sobre a mesa.

A robustez do acabamento soma pontos, o teclado pode causar estranheza no começo por ser grande, mas é confortável, e o desempenho geral é consistente, embora o SSD seja uma ausência notável no modelo testado.

O Lenovo Ideapad 330S tem 20,9 mm de espessura

O Lenovo Ideapad 330S tem 20,9 mm de espessura

Bom, pelo menos a ausência de um SSD é um problema que você pode resolver. Agora, a limitação da tela, não. Estranhamente, a Lenovo não disponibilizou uma opção de display full HD nem na versão mais cara do Lenovo Ideapad 330S, equipada com chip Intel Core i7.

Esses detalhes acabam fazendo o preço sugerido de R$ 3.399 não ser justo. A boa notícia — ou a notícia “menos pior” — é que já dá para encontrar o equipamento com preços abaixo de R$ 3.000 no varejo.

Já é alguma coisa. Mas, mesmo com um bom desconto, a qualidade da tela faz uma velha regra que vale para praticamente qualquer aquisição ter muito mais peso aqui: não feche negócio sem antes dar uma boa olhada em outras opções na mesma faixa de preço.

Como comprar com desconto?

testador-cupons-checando

Você pode utilizar a nova extensão do Tecnoblog para economizar alguns caraminguás na hora de trocar de aparelho. Ela tem um módulo Testador de Cupons que busca e aplica o maior desconto disponível na internet no seu carrinho de compras. É tudo automático, então qualquer um consegue utilizar, e é completamente grátis!

ta-caro

Outro recurso muito legal é histórico de preços. Quando você acessar a página de um smartphone, por ex, a gente já consegue te dizer se ele está com um preço legal. Esse recurso te ajuda a não cair em nenhuma "promoção", dessas que oferecem tudo pela "metade do dobro". Tenho certeza que vai ser muito útil em datas especiais, como na Black Friday.

Curtiu? Então clique aqui para instalar. ;)

Especificações técnicas

  • Processador: quad-core Intel Core i5-8250U de 1,6 GHz (máximo de 3,4 GHz) e 6 MB de cache;
  • Memória: 8 GB de RAM (4 GB soldados na placa-mãe + 4 GB em slot);
  • Armazenamento: HD de 1 TB e 5.400 RPM;
  • Chip gráfico: AMD Radeon 535 com 2 GB de memória GDDR5;
  • Tela: TN LCD de 15,6 polegadas e 1366×768 pixels;
  • Conectividade: Wireless 802.11ac, Bluetooth 4.1, 1 HDMI, 2 USB 3.0 padrão A, 1 USB-C, fones de ouvido + microfone, leitor de SD;
  • Bateria: três células, 52,5 Wh;
  • Sistema operacional: Windows 10 Home Single Language (64 bits);
  • Webcam: 720p;
  • Teclado: ABNT2, com teclado numérico;
  • Dimensões (L x P x A): 358 x 244 x 20,9 mm;
  • Peso: 1,87 kg.

Notas Individuais

Design
9
Tela
6
Teclado
9
Touchpad
9
Desempenho
7
Bateria
8
Software
9