Início » Brasil » Procon-SP divulga lista com lojas online para se evitar na Black Friday

Procon-SP divulga lista com lojas online para se evitar na Black Friday

Black Friday ocorre em 23 de novembro; Procon-SP faz lista com lojas virtuais que tiveram reclamações mas não responderam

Por
49 semanas atrás

A Black Friday está quase entre nós, uma das principais temporadas de compra no Brasil, só ficando atrás do Natal. Ela ocorre no próximo dia 23 de novembro e é muito mais forte na internet que em lojas físicas. Por isso, é bom ficar atento à lista suja do Procon-SP, que reúne sites nos quais você definitivamente não deve comprar.

O Procon-SP mantém a lista “Evite esses Sites” desde 2012. Ela reúne lojas online que tiveram reclamações, foram notificadas, mas não responderam; em alguns casos, seus responsáveis nem foram encontrados.

A lista completa tem 419 registros; ela está disponível na íntegra neste link. No entanto, a maioria desses sites já saiu do ar. O Procon-SP não faz a remoção deles — de repente algum volta ao ar? — por isso mostramos abaixo quais lojas online não-recomendadas ainda estão ativas.

Entre os sites que continuam no ar, temos lojas especializadas em todo tipo de produto: eletrônicos, peças de celular, acessórios para gamers, lentes de contato, anabolizantes, corpetes, entre outros. Há até uma “Magazine Bahia”, combinação dos nomes Magazine Luiza e Casas Bahia para tentar passar credibilidade (parece que funcionou).

O Procon-SP tenta localizar os responsáveis por essas lojas através de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR, que cuida do registro de domínios no Brasil. Caso eles não sejam encontrados ou não respondam, não há como resolver o problema do consumidor.

As 28 lojas na lista suja do Procon-SP que ainda estão no ar

  • www.atletika.com.br
  • www.cestacheia.com.br
  • www.ciadaslentes.com.br
  • www.coquelux.com.br
  • www.corpetesbrasil.com.br
  • www.corpoperfeito.com.br
  • www.eletromm.com.br
  • www.emporiodascamisetas.com.br
  • www.game7.com.br
  • www.goldplay.com.br
  • www.herbalist.com.br
  • www.importeletro.com.br
  • www.internetdinheiro.com.br
  • www.karolldollmakeup.com.br
  • www.magazinebahia.com.br
  • www.magicshopping.com.br
  • www.maximaeletrodomesticos.com.br
  • www.menteurbana.com.br
  • www.netlens.com.br
  • www.pank.com.br
  • www.paradiseimports.com.br
  • www.reidosanabols.com
  • www.starimports.com.br
  • www.tudoeletro.com
  • www.vendaanabolizantes.com.br
  • www.voltzz.com.br
  • www.vortexair.com.br
  • www.zapcell.com.br

Procon-SP recebeu 665 reclamações na Black Friday 2017

Vale notar, no entanto, que o maior volume de reclamações vem de lojas virtuais grandes e reconhecidas. Segundo o Procon-SP, as empresas mais reclamadas na Black Friday de 2017 foram Cnova (Casas Bahia, Extra, Ponto Frio), B2W (Americanas, Submarino, Shoptime, Soubarato) e Magazine Luiza.

Entre os principais problemas está a maquiagem de desconto, quando a loja aumenta o preço dias antes para “baixá-lo” na Black Friday. Os consumidores também se queixaram sobre estoque terminado, e sobre mudanças de preço no carrinho ao finalizar a compra.

Com informações: Estadão.

Mais sobre: ,