Início » Web » Netflix e YouTube somam quase 25% do tráfego na internet

Netflix e YouTube somam quase 25% do tráfego na internet

Sozinha, a Netflix é responsável por 13,75% de tráfego global; o YouTube tem 10,51%

Por
21/11/2018 às 17h44

Com conexões cada vez melhores, é natural que mais pessoas usem a internet em serviços que gastam mais dados. O vídeo tem se tornado mais acessível e, nesse cenário, plataformas como Netflix e YouTube se destacam.

Um relatório da Sandvine indica o quanto as duas se tornaram populares. Somadas, Netflix e YouTube são responsáveis por quase 25% do tráfego global de dados na internet. O serviço por assinatura responde por 13,75% do total e a plataforma do Google, por 10,51%.

Netflix / Freestocks / Unsplash

Das cinco primeiras aplicações que mais consomem dados no mundo, quatro são relacionadas a vídeo. Além de Netflix e YouTube, a lista também apresenta o HTTP Media Stream e o Raw MPEG-TS, dois protocolos de vídeo usados por outros serviços de streaming.

No 5º lugar, está o BitTorrent, que é responsável por 4,10% do tráfego global. Para se ter uma ideia da grandeza da Netflix e do YouTube, o Amazon Prime Video ocupa o 10º lugar do ranking global e tem 3,38% do tráfego.

Quando o levantamento analisa apenas as Américas, o Amazon Prime Video cresce, possivelmente por sua popularidade nos Estados Unidos. O serviço tem 6,88% do tráfego na região e está à frente até mesmo do YouTube, que tem 6,67%.

No mesmo recorte, a Netflix segue em primeiro e com um crescimento, chegando a 16,92% do tráfego de dados.

Ainda segundo a Sandvine, o streaming de vídeo é responsável por 57,69% pelo download global de dados. A categoria responde por 22,43% do upload global. A navegação convencional vem em seguida, com 17,01% em download e 20,98% em upload.

Veja os serviços que mais consomem dados globalmente:

  1. Netflix: 13,75%
  2. HTTP Media Stream: 12,25%
  3. YouTube: 10,51%
  4. Raw MPEG-TS: 4,36%
  5. BitTorrent Transfer: 4,10%

E os serviços que mais consomem dados nas Américas:

  1. Netflix: 16,92%
  2. HTTP Media Stream: 14,55%
  3. Raw MPEG-TS: 9,57%
  4. Amazon Prime Video: 6,88%
  5. YouTube: 6,67%