Início » Games » Como rodar Fortnite em um “PC fraco”

Como rodar Fortnite em um “PC fraco”

Saiba como ajustar as configurações e rode Fortnite em qualquer computador, mesmo os de especificações modestas

Por
22/11/2018 às 11h46

Fortnite se tornou um fenômeno desde que a Epic Games lançou a porção Battle Royale, e hoje é o game mais popular do planeta. Disponível gratuitamente no PS4, Xbox One, Nintendo Switch, iOS, Android, Windows e macOS, o game é um título leve e bem otimizado, que roda em praticamente qualquer dispositivo.

Tanto que é possível rodar Fortnite em um PC ou Mac mais velho, teoricamente “fraco” e com configurações mais limitadas, quando comparados aos computadores gamer do mercado ou aos consoles de mesa.

Fortnite / divulgação / Como rodar Fortnite em PC fraco

Neste post, você vai aprender a como rodar Fortnite em um PC ou Mac fraco, além de aprender quais são as configurações mínimas e recomendadas do game; assim, é possível saber se seu computador é capaz de dar conta dele.

Quais são as especificações mínimas para rodar Fortnite?

Toda desenvolvedora estipula um conjunto de especificações limite, que um computador precisa ter para rodar um game nas configurações mínimas, apenas o suficiente para dizer que ele é jogável. Claro que tais máquinas nunca rodarão o game com grande qualidade visual, mas ainda é possível curti-los.

A Epic Games fez um bom trabalho com Fortnite, já que no PC e Mac ele não é muito exigente; assim, mesmo computadores bastante fracos são capazes de rodar o título. As especificações mínimas, recomendadas pelo estúdio são as seguintes:

  • Processador: Intel Core i3, com clock de 2,4 GHz;
  • Memória RAM: 4 GB;
  • Placa de vídeo: Intel integrada HD 4000;
  • Espaço disponível em disco: 15 GB;
  • Sistema operacional: Windows 7 de 64 bits ou macOS Sierra.

Como explicado acima, essas configurações são o mínimo possível para que Fortnite seja capaz de rodar, mas elas não são as recomendadas pela Epic. Tais especificações são as mais equilibradas, para permitir que um game seja executado de forma aceitável. Por sorte, mesmo estas não são tão exigentes:

  • Processador: Intel Core i5, com clock de 2,8 GHz;
  • Memória RAM: 8 GB;
  • Placa de vídeo: nVidia GTX 660, AMD Radeon HD 7870 ou equivalente, desde que compatível com DirectX 11;
  • Espaço disponível em disco: 20 GB;
  • Sistema operacional: Windows 10 de 64 bits ou macOS Mojave (a Epic Games recomenda o Windows como a melhor plataforma).

Em linhas gerais, um computador Windows com uma placa de vídeo dedicada, lançada a partir de 2012 é capaz de rodar Fortnite de forma satisfatória. Ainda assim, os mais limitados não estão totalmente excluídos da brincadeira; basta o usuário fazer alguns sacrifícios. Se seu computador tiver especificações abaixo das mínimas, dificilmente o game ficará jogável mesmo com esforço.

Como otimizar Fortnite para rodar em um PC fraco

Fortnite / divulgação / Como rodar Fortnite em PC fraco

Se seu PC ou Mac é relativamente fraco, mas está dentro das configurações mínimas suportadas por Fortnite, ainda é possível curtir o game alterando as configurações do jogo, reduzindo os ajustes de alguns de seus parâmetros para permitir que o game rode e seja minimamente jogável, ainda que com limitações gráficas.

Como acessar e alterar as configurações de Fortnite

É aqui onde faremos o trabalho pesado. Embora o game não seja muito exigente, algumas configurações de Fortnite podem ser demais para o seu computador velho de guerra; então é hora de acessar o menu e botar a mão na massa:

  1. Na tela principal do game, clique no botão de menu no canto superior direito (as três linhas paralelas);
  2. Clique na engrenagem para ter acesso às configurações do game.
Menu de configurações / Como rodar Fortnite em PC fraco

Uma vez dentro, você encontrará uma série de opções que você poderá mexer para ajustar a qualidade de Fortnite ao seu PC ou Mac:

  • Modo de Janela: ao contrário do que muita gente pensa, executar um game no modo janela faz o computador consumir mais recursos, porque ele precisa renderizar a tela do jogo e a Área de Trabalho. Isso de aplica mesmo à opção de Janela em Tela cheia, logo, selecione a opção Tela Cheia mesmo;
  • Resolução do monitor: neste não é preciso mexer se você tiver uma placa de vídeo dedicada; se ela for integrada, é aconselhável reduzir a resolução para no mínimo 1280 x 720;
  • Limite da Taxa de Quadros: esta opção controla quantos quadros de movimento (ou frames) o game é capaz de executar por segundo. O aconselhado é deixar em 60 fps para não prejudicar a jogabilidade, mas se seu PC for muito fraco, reduza para 30 fps. Menos que isso e Fortnite se torna injogável;
  • Qualidade: esta opção oferece ajustes pré-determinados para cada situação, desde configurações baixas para computadores fracos à máxima, para PCs da NASA e Macs Pro. Como estamos fazendo tudo manualmente, ignore-a;
Fortnite / divulgação / Como rodar Fortnite em PC fraco
  • Resolução 3D: esta cuida da resolução real do game, e quanto mais potente a placa de vídeo, melhor. Em alguns casos, dá para se virar com uma resolução de 720p, mas em casos extremos, reduza para 480p;
  • Distância de Visão: este parâmetro regula a renderização de objetos distantes. Se seu PC for muito fraco, coloque em baixa; se razoável, deixe em média;
  • Sombras: esta opção é importante, pois as sombras definem os efeitos de luz. Em geral, reduzir a qualidade ou desligar completamente a opção se reverte em ganhos relevantes, e com em Fortnite as sombras não são tão essenciais, desligue sem dó;
  • Anti-aliasing: esta opção serve para corrigir serrilhados, suavizando ângulos recortados. É possível deixar no médio sem maiores problemas, mas se seu PC pedir água, desligue;
  • Textura: é o controle de quão realísticos os elementos de Fortnite se parecem na tela, mas como o game possui um design cartunesco, aqui ele tem pouca importância. Deixe no médio ou mesmo no baixo;
Fortnite / divulgação / Como rodar Fortnite em PC fraco
  • Efeitos: esta opção regula efeitos de explosões, partículas e outras coisas do tipo. Aqui, é possível deixar no baixo sem comprometer nada do game em si;
  • Pós-processamento: é o conjunto de opções que aplicam efeitos após a placa de vídeo já ter feito o trabalho pesado (daí o nome), coisas como HDR, Profundidade de Campo e Motion Blur (em Fortnite, dá para perceber o pós-processamento durante a tempestade, com a alteração do brilho e as luzes difusas). Esta é uma das características de um game que mais consome recursos, logo, deixe no baixo;
  • VSync: a verticalização horizontal serve para sincronizar os frames de um jogo com a taxa de atualização de seu monitor. Geralmente, ele é importante para forçar o hardware a não gerar mais frames do que deve, logo, deixe-o ligado;
  • Falta de Clareza de Movimento: mantenha desligado, não faz diferença na performance;
  • Mostrar FPS: a gosto do usuário.

Feitos os ajustes, clique no botão Aplicar na parte inferior direita da tela.

E pronto.

Agora Fortnite rodará “liso” no seu PC ou Mac mais fraco, e mesmo que o resultado final não fique muito bonito, o título ainda é totalmente jogável.

Mais sobre: , ,