Início » Gadgets » Novo Google Glass pode abandonar Intel e usar Snapdragon 710

Novo Google Glass pode abandonar Intel e usar Snapdragon 710

Google Glass Enterprise Edition 2 foi homologado nos EUA e apareceu em teste de benchmark com Snapdragon 710 e Android Oreo

Felipe Ventura Por

O Google Glass vai ganhar uma nova versão. Uma variante chamada “Enterprise Edition 2” foi homologada este mês pela FCC, equivalente americana à Anatel. O dispositivo também deu as caras no Geekbench, onde ele aparece com processador Snapdragon 710 — em vez do Intel Atom da geração anterior — e Android 8.1 Oreo.

Os documentos da FCC incluem apenas uma imagem do Google Glass Enterprise Edition 2. O design é basicamente o mesmo de seu antecessor: uma haste dobrável com um prisma que serve como tela, uma porta USB para carregar a bateria, um botão liga/desliga, e o logotipo “Glass” na parte interna.

O Geekbench pode ter revelado o hardware do novo Google Glass. Ele teria um processador Snapdragon 710, 3 GB de RAM e sistema operacional Android 8.1 Oreo.

O primeiro Google Glass foi lançado com processador TI OMAP 4430. Seu hardware foi atualizado no ano passado: o Glass Enterprise Edition ganhou uma câmera melhor, maior duração de bateria, e um chip Intel Atom. Desta vez, parece que o Google está migrando para uma solução da Qualcomm.

Novo Google Glass deve ter poucas mudanças de hardware

Fontes dizem ao 9to5Google que o Glass Enterprise Edition 2 não terá grandes mudanças, concentrando-se apenas em melhorar o desempenho e a duração da bateria. O Google estaria mirando em um lançamento para 2019.

O Google Glass não deu certo como um produto para consumidores, mas ganhou espaço em diversas empresas. Por exemplo, a GE coloca um manual interativo no gadget para ajudar na manutenção de turbinas eólicas; e funcionários da AGCO usam o dispositivo ao fabricar equipamentos agrícolas.

O primeiro Enterprise Edition foi lançado em 2017. Desde então, o Google apresentou o dispositivo a mais empresas e ajudou os clientes a expandir sua implementação. É o que diz Jay Kothari, líder de projeto do Glass, no Medium; ele também sugere que teremos novidades em 2019.

Com informações: MySmartPrice.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Palhaço dançarino B/W

Ambos vão conviver por MUITO tempo

tuneman

placas de video a nivel AMD ou Nvidia?? Nunca chegariam ao mesmo nível.

Paul

Talvez um dia, mas DEFINITIVAMENTE não agora e nem amanhã.

Caleb Enyawbruce

quem é google glass na fila do pão?

CtbaBr©

O problema da Intel é o consumo elevado... E o preço!

Eduardo Braga

Tava pensando se o x86 vai morrer e dar lugar ao ARM, mas não sei se seria possível...

Carlin

Bom que o Glass tenha achado seu nicho, o aparelho pode se encaixar e tornar uma ferramente útil em boa parte dos seguimentos empresarias/industriais!

Othon Paiva

A Intel tem perdido espaço em diversos setores. Espero que lance logo as placas de vídeo dedicadas.

André G

Ele não vai ser lançado ao público, só para empresas.

Jairo ☠️

Será que desta vez será interessante para o público ? Ainda não sabemos.