Início » Celular » Moto G7 Power virá com bateria de 5.000 mAh e TV digital no Brasil

Moto G7 Power virá com bateria de 5.000 mAh e TV digital no Brasil

Moto G7 Power foi homologado nos EUA com bateria de 5.000 mAh; variante para o Brasil vem com TV digital, mas sem NFC

Felipe Ventura Por

O Moto G7 Power foi homologado pela FCC, equivalente à Anatel nos EUA, com bateria de 5.000 mAh. A variante para o Brasil vem com TV digital, mas sem NFC. Ele será um dos quatro celulares intermediários que a Motorola deve lançar em 2019; teremos também o Moto G7, Moto G7 Plus e Moto G7 Play.

Moto E5 Play

Os documentos da FCC revelam a capacidade da bateria, dimensões do dispositivo e dados sobre conectividade. O Moto G7 Power (XT1955) terá bateria de 5.000 mAh, enquanto o Moto G7 Play — linha que costumava ter a maior capacidade — virá com apenas 2.820 mAh.

O dispositivo mede 159 x 76 mm, sugerindo uma tela de 6 polegadas; o tamanho pode ser maior caso ela adote o notch. Imagens vazadas mostram que o Moto G7 padrão terá um entalhe em forma de gota.

A Motorola vai comercializar quatro versões do Moto G7 Power. Uma delas é específica para o Brasil e vem com TV digital. O segundo modelo é para o restante da América Latina. Os outros dois serão vendidos no restante do mundo, e apenas um deles tem NFC.

Moto G7 Power pode ter Snapdragon 632 e 4 GB de RAM

Uma fonte diz ao XDA Developers que o Moto G7 Power terá processador Snapdragon 632, 32 ou 64 GB de armazenamento, e modelos com 2, 3 ou 4 GB de RAM. Ele deve ser lançado com Android 9 Pie, mas sem participar do programa Android One, recebendo somente uma atualização de versão (para o Android 10 Q).

A câmera traseira de 12 megapixels f/2,0 viria acompanhada por uma câmera frontal de 8 MP f/2,2. O aparelho teria o modo Cinemagraph do Moto Z3 Play, que gera fotos em movimento como GIF; e conseguiria tirar fotos desfocando o plano de fundo mesmo sem câmera dupla.

Parece que o Moto G7 Power terá uma tela HD+ de 6,22 polegadas com notch. Enquanto isso, a traseira viria nas cores Indigo (azul escuro), Silver (prata), Blush (rosa claro) e Black (preto).

E o Moto G7, Moto G7 Plus e Moto G7 Play?

O XDA Developers também esclarece como serão os quatro modelos lançados pela Motorola no ano que vem. Por exemplo, o aparelho que todos achavam ser o Moto G7 muito provavelmente será o Moto G7 Plus.

Eis o que sabemos sobre eles até agora:

  • Moto G7 (XT1962, codinome “river”): homologado no Brasil com bateria de 3.000 mAh
  • Moto G7 Play (XT1952, codinome “channel”): homologado nos EUA com processador Snapdragon 632, tela com notch grande e bateria de 2.820 mAh
  • Moto G7 Plus (XT1965, codinome “lake”): homologado nos EUA com processador Snapdragon 660, 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e bateria de 3.000 mAh
  • Moto G7 Power (XT1955, codinome “ocean”): homologado nos EUA com bateria de 5.000 mAh

Estes celulares devem ser lançados no início de 2019.

Dimensões do Moto G7 Power, segundo a FCC:

Tabela da FCC que confirma a bateria de 5.000 mAh para o Moto G7 Power:

Com informações: XDA Developers.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fábio Valentim

Só uma dica: vai ser no mesmo preço do primeiro Moto X quando ele foi lançado.

Renato Miani leite de Miranda

O moto G7 play seria aceitável,se com esses 2gb ram apenas, se o preco fosse uns 600 reais no máximo,o que não vai ser no mínimo será uns 900 aí e loucura pegar ele!!

nice guy

Google Pay

Comentário Mil Grau℗

Se quer ter funções capadas que lance outro modelo. A Motorola antes tinha smartphones para todos os seguimentos: Moto X high end, Moto G mid end e Moto E Low end. Fragmentar um modelo é um erro, pois o consumidor final mtas vezes não sabe diferenciar a versão 'Power' de uma 'Plus'. Fora o fato de que, quanto mais variantes de um msm modelo, maiores são as chances dele não receber atualizações futuras do Android.

Islan Oliveira

De fato, mas até que uma tela HD não faz feio. Meu celular tem 5.7 polegadas e a tela é HD, quando fui comprar achei que seria ruim sendo que eu estava saindo de um 5.5" Full HD mas até que não percebi diferenças.

Thiago Mocci

Meu problema não é com variante de modelo em si, apesar de preferir que cada linha tenha 4 ou 5 modelos, mas com diminuição do tempo útil do aparelho com as empresas desistindo de atualizar antes da hora pelo excesso de aparelhos pra cuidar.

Quando a Motorola tinha uma linha simples e fácil, com o E, o G e o X, você tinha uma separação fácil e eles atualizaram o primeiro e segundo modelo por três ou quatro anos. Foi começar a fazer variações e depois a compra pela Lenovo que a situação ficou um caos.

mord4z

TV digital no celular? Sério que existem pessoas que assistem tv aberta no celular? Queria ter essa paciência, eu mal consigo ver um vídeo de 30 segundos no celular...

Douglas B

Ninguém usa NFC no Brasil. Talvez na China seja útil.

Diogo

Então qual funcionalidade do NFC você considera indispensável para que venha no Moto G?

Douglas B

Eu sinceramente, de coração, não consigo entender pq vcs são contra variantes do modelo. Tem gente que precisa disso mas não precisa daquilo, pra que fazer a pessoa pagar por todas as tecnologias do aparelho se ela nunca usou nem usará NFC e outras coisas, ela só quer uma bateria boa?
Samsung já provou que dá certo, vc acha o modelo que se encaixa nas suas necessidades com facilidade.

Comentário Mil Grau℗

Pq voltar a antiga filosofia se podemos fragmentar ainda mais o modelo pq tem brasileiro que compra? R.I.P Motorola by Google.

John Smith

Até hoje não consegui achar um uso prático pra tecnologia. Para quê você usa?

HenryS

Uma vergonha é se essa tela for HD...

Drax

Nunca usei, praticamente todos os meus aparelhos tinham. Pra que você usa?

Vinícius

Brasil: 32GB com 2GB de RAM. Típico da Motorola.

Exibir mais comentários