Início » Computador » Snapdragon 8cx traz 4G e bateria de 25 horas para notebooks com Windows 10

Snapdragon 8cx traz 4G e bateria de 25 horas para notebooks com Windows 10

Novo processador da Qualcomm para PCs é fabricado em 7 nm, não precisa de ventoinha e tem mais poder que Snapdragon 855

Paulo Higa Por

Direto do Havaí — A Qualcomm anunciou nesta quinta-feira (6) o Snapdragon 8cx, a terceira plataforma da empresa para computadores com Windows 10. Com nomenclatura nova, o processador de 7 nanômetros quer trazer mais desempenho para notebooks de arquitetura ARM, mantendo a promessa da conexão sempre ativa e da bateria com duração de múltiplos dias.

Snapdragon 8cx

GPU Adreno 680, CPU Kryo 495, modem 4G de 2 Gb/s e mais

O Snapdragon 8cx é mais potente que o Snapdragon 855 para smartphones: ele traz uma GPU Adreno 680 (em vez da Adreno 640) que promete ser 3,5 vezes mais poderosa que o chip gráfico do Snapdragon 835, tem suporte para a API DirectX 12 e pode dar conta de dois monitores externos com resolução 4K HDR. A eficiência energética é 50% melhor que a do Snapdragon 850, segundo a Qualcomm.

A CPU também é diferente: são oito núcleos Kryo 495 com 10 MB de cache fabricados em 7 nanômetros, o que também torna o Snapdragon 8cx o primeiro chip para PCs com essa litografia. A Qualcomm diz que, considerando um TDP de 7 watts, seu processador oferece o dobro de desempenho da concorrência, que não sabemos que é a Intel.

Snapdragon 8cx

A conectividade é feita por meio do modem Snapdragon X24, que funciona com redes 4G LTE com velocidades de download de até 2 Gb/s. Isso permite que os notebooks com Windows 10 continuem baixando e-mails, atualizações e outras informações mesmo em modo de espera, sem afetar a duração de bateria. As fabricantes também poderão optar por incluir suporte ao 5G em seus produtos.

Os notebooks com o Snapdragon 8cx não precisarão de ventoinhas e terão autonomia de “múltiplos dias”. Isso, na verdade, é uma jogada de marketing da Qualcomm: as máquinas tipicamente terão baterias de 25 horas, mas, como nenhuma pessoa normal gasta todo esse tempo ininterruptamente na frente de um PC, estamos falando de algo como dois ou três dias de trabalho sem precisar de uma tomada.

Snapdragon 8cx

Algumas tecnologias presentes nos smartphones foram importadas para o Snapdragon 8cx: é possível carregar a bateria dos notebooks com o Quick Charge 4+ nas portas USB-C 3.1, bem como ouvir música por meio de fones de ouvido Bluetooth compatíveis com o Qualcomm aptX, que diminui a latência dos tradicionais 200 ms para até 80 ms.

E, como estamos falando de PCs, o Snapdragon 8cx traz suporte para periféricos PCIe, oito canais de memórias LPDDR4x e armazenamento em SSD no padrão NVMe. Outros recursos incluem Bluetooth 5.0, NFC, decodificação de vídeos em 4K HDR a 120 quadros por segundo e Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac/ad nas frequências de 2,4, 5 e 60 GHz.

Snapdragon 8cx

Mas o Snapdragon 835 e o 850 não decolaram até agora

A Qualcomm dedicou algum tempo para mostrar que sua plataforma de PCs amadureceu bastante nos últimos meses: o Snapdragon 8cx terá suporte para o Windows 10 Enterprise e a suíte de apps corporativos da Microsoft, o que deve acelerar a adoção do produto em empresas que têm exigências mais específicas com relação à segurança e ao gerenciamento das máquinas.

Softwares mais famosos foram otimizados para a arquitetura, como o Mozilla Firefox: ele está sendo compilado para rodar em ARM64 de forma nativa no Windows 10, inclusive com suporte a múltiplos processos para melhorar o desempenho. O Google Chrome também deverá chegar aos PCs com Snapdragon 8cx, assim como os aplicativos da Symantec.

Snapdragon 8cx

Quando chega?

O Snapdragon 8cx já está sendo enviado às fabricantes, mas quem quiser um PC com o novo processador terá que esperar mais: os primeiros notebooks devem ser lançados no mercado no terceiro trimestre de 2019.

Bastidores em vídeo

Paulo Higa viajou para o Havaí a convite da Qualcomm.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

gbitte

Tudo depende de avanços, mas a vantagem de Arm e que mais de duas empresas podem fabricar. As patentes da Qualcomm tem são em relação ao modem.

Marcos

Ganhou do i5 do macbook em alguns benchmarks, mas o i5 do macbook é bem fraco.

Marcos

"os primeiros notebooks devem ser lançados no mercado no terceiro trimestre de 2019."
Famoso market chinês, anuncia agora como primeiro processador 7nm mas os ryzen 3000 de 7nm vão ser lançados antes Q1 ou Q2.

Luizão

espero que a qualcomm já esteja fabricando mtas amostras de engenharia para enviar para muitos desenvolvedores, o windows num ARMzão desses vai precisar de muito aplicativo (nativo de preferÊncia) para fazer a paltaforma decolar, claro, precisa também de preço justo.

o hardware sem software não serve pra nada, software sem hardware não existe, as vezes grandes projetos falham pq as gigantes de tecnologia ou são experts em fazer hardware, ou em fazer software, dai da fail.

Flavio Toledo

Espero lance notebook verdade com preço acessivel sem tela touch porque da ultima vez le noticias sobe esses equipamentos com processador da Qualcom eram tablets com teclado embutido.

Luizão

aqui no meu notebook com linux debian 9, consigo a mesma autonomia de bateria do que no windows 10 que veio instalado.

tuneman

deu um baile? em benchmarks ou uso geral?

Emanuel

Mesmo assim eu gostaria de ver. Se bem feito acredito que pra uso leve seria incrivelmente econômico ao mesmo tempo que renderia bem para cargas medianas. Na realidade o que mais conta é o preço, se compensar acaba fazendo sentido.

Torcicolo

3 trimeste de 2019? a latência está alta ainda!

Jordy Antunes

Pior que eu pensava isso também, mas depois de ver o processador dos iPads dando um baile em vários i5 e até i7, deu muita esperança pra Snapdragon fazer algo parecido. A impressão que tenho é que os processadores x86/AMD64 estão evoluindo bem mais lentamente que os ARM

Lord Cheetos

Em PCs é a mais adotada mesmo, mas em geral, processadores ARM são bem mais adotados que o X86.

Kodos Otros

Ah sim, se você precisa desses programas e não há alternativos, Linux não vai te satisfazer.

ludiaz

Se for compatível com Visual Studio, Netbeans e Android Studio, sou um sério candidato a aquisição de um.

Comentário Mil Grau℗

Ele acha essa arquitetura desnecessária praticamente, pois X86 faz exatamente a mesma coisa e é mais adotada.

Comentário Mil Grau℗

Sei lá eu ainda não parto pra Linux por conta dos jogos e pq alguns programas de CAD não estão nele e como o Proteus por exemplo. Eu não quero fazer dual boot pq o objetivo inicial do Linux é a praticidade e usar dois OS vai contra isso.

Exibir mais comentários