Início » Internet » O que é o Split Depth GIF (3D)?

O que é o Split Depth GIF (3D)?

Você já deve ter visto as curiosas imagens GIF que criam uma ilusão 3D, com elementos "saltando da tela". Saiba como isso é possível

Por
22 semanas atrás

Você já deve ter recebido o GIF abaixo tem um efeito de 3D em que a foca parece saltar da tela em direção ao seu rosto. Algumas dessas imagens foram distribuídas internet afora, sendo chamadas de “GIFs 4D” , mas elas na verdade não são nenhuma novidade.

Foca em Split Depth / GIF 3D

Tais animações são conhecidas como Split Depth GIFs (GIFs divididos com profundidade, em inglês) e o efeito é uma ilusão de ótica, graças à forma como nosso cérebro e olhos processam visão tridimensional. E também são bem legais.

Como um GIF 3D engana o cérebro

Quando um animal que possui ambos os olhos posicionados na frente da cabeça, como boa parte dos mamíferos, os primatas em geral e obviamente, o ser humano, visualiza um ambiente, seus olhos criam duas imagens bidimensionais, chamadas de projeções retinianas, uma para cada retina e mais importante, ligeiramente diferentes. Nosso cérebro é o encarregado de sobrepor ambas imagens captadas e criar a sensação de tridimensionalidade.

Resumindo bastante, você não vê em 3D, e sim o cérebro cria o ambiente tridimensional. Mesmo que você feche um olho, o efeito permanece inalterado porque evoluímos para dar suma importância ao ambiente que nos cerca. Assim, nossos antepassados poderiam ter noção de espaço nas savanas da África, e identificar quando um objeto está longe ou perto (como por exemplo, um predador) mesmo com um olho a menos.

Disney / Marvel / Cena de Os Guardiões da Galáxia / GIF 3D

Mas como um GIF passa uma ilusão de 3D sem o uso de óculos ou telas especiais?

O segredo está exatamente em como o cérebro humano, a máquina biológica mais poderosa que conhecemos e ao mesmo tempo, a maior gambiarra evolutiva de que se tem notícia funciona. Se você pegar uma cena de um filme em 2D, não notará nenhuma característica que salte aos olhos, porque você não consegue identificar nenhum ponto de referência como mais próximo ou mais distantes um do outro.

É para isso que servem as duas faixas, inseridas no frame.

Para nosso cérebro, elas estão mais próximas do que a cena do GIF, e num determinado momento, um elemento é colocado à frente delas. Assim, nós processamos o elemento como estando mais próximo do que todo o resto da cena, e à frente das faixas, que já foram processadas em posição diferente.

O resultado final é um “GIF 3D”, onde uma arma, um animal, um carro, uma pessoa se destacam por estarem “passando à frente” das faixas brancas. No fim das contas, é uma questão de perspectiva.

As faixas não precisam ser necessariamente brancas, podendo ser pretas ou de outras cores. O importante é que elas passem ao cérebro a ideia de que estão mais próximas do observador do que a cena, para que o truque funcione.

Abaixo, você pode conferir um videoclipe que também fez uso do truque:

Para que o efeito de GIF 3D funcione, o elemento a ser destacado precisa estar em movimento, e no início aparecer atrás das faixas ou distante, para que o cérebro crie o cenário antes. Assim, ao fazer com que ele passe à frente das faixas, você ficará com a sensação de que o vídeo, ou GIF foi gravado em 3D.

Quando na verdade tudo não passa de um truque, e seu cérebro caiu como um patinho.

Mais sobre: , ,