Início » Gadgets » O que é um pixel morto? E tem conserto?

O que é um pixel morto? E tem conserto?

Saiba o que é um pixel morto, como eles ocorrem, se é possível conserta-los, e o que fazer quando o "jeitinho" não é uma opção

Por
42 semanas atrás

Todo mundo morre de medo quando ouve “pixel morto“. Também conhecido como dead pixel, ele é um defeito muito comum em monitores, TVs e celulares com telas LCD, e associado a um problema que não tem solução. Morto significa irrecuperável.

No entanto, há casos e casos e em alguns deles, é possível recuperar um pixel que não está funcionando como deveria mas não está “completamente morto” na tela.

Michael Maasen / Pixels / Unsplash / pixel morto

Neste artigo, você vai aprender sobre o que é um pixel morto, a diferença entre ele, um pixel quente e um pixel preso, se ele pode ou não ser consertado e o que fazer quando eles aparecem nas telas do seu monitor ou celular.

O que é um pixel morto?

Um pixel morto nada mais é do que um pixel defeituoso, incapaz de reproduzir luz e que permanece totalmente apagado, se destacando dos demais. Mais comuns em monitores e telas LCD, o pixel morto pode se apresentar como um pontinho preto, se o painel for IPS, ou branco, se ele utilizar a tecnologia mais antiga TN.

Diferente do que acontece com um disco rígido, onde uma trilha defeituosa pode afetar toda a unidade de armazenamento, os pixels de uma tela de monitor ou de celular são independentes, e caso um dê defeito, apenas ele não acenderá.

No entanto, é preciso diferenciar um pixel morto de um pixel quente (hot pixel) e de um pixel preso (stuck pixel) que ainda funcionam e podem ser corrigidos.

Qual a diferença entre pixel morto, quente e preso?

Um pixel quente ocorre quando há algum problema na camada de cores do display, e é mais perceptível nos monitores LCD IPS. Ele fica permanentemente aceso na cor de fundo, no caso, ele se torna um pontinho branco sólido.

Já um pixel preso fica permanente aceso em uma das três cores básicas. Ou seja, ele se apresenta como um pontinho sólido vermelho, verde ou azul.

A boa notícia é que um pixel preso ou quente pode ser consertado em casa dependendo da extensão do defeito, principalmente se o monitor ou celular estiver fora da garantia.

Como consertar um pixel preso ou quente

Vlad Tchompalov / pixels / Unsplash / pixel morto

Você pode consertar um pixel quente ou preso forçando o cristal líquido de uma tela LCD a fluir melhor, e é possível fazer isso de duas maneiras: com pressão ou calor.

1. Com pressão

  1. Ligue o monitor ou o celular e localize o pixel quente ou preso;
  2. Utilize uma caneta stylus de plástico, uma caneta marca-texto com a tampa ou qualquer outro obejto com uma superfície estreita, mas não pontiaguda, para dar leves batidinhas sobre o pixel, o suficiente para causar uma pequena distorção nas cores ao redor;
  3. Aos poucos, aumente a frequência e a força, mas não faça força demais. Seja delicado e cuidadoso, para não quebrar a tela;
  4. Caso o método não dê resultado, utilize uma toalha de papel ou pano levemente umedecidos, dobre uma ponta e faça uma leve pressão constante sobre o pixel.

Faça um teste, exibindo um imagem ou fundo com cores distintas e verifique se o pixel preso ou quente voltou ao normal.

2. Com calor

  1. Ligue o monitor ou o celular e localize o pixel quente ou preso;
  2. Umedeça um pano de limpeza com água quente, e torça-o para tirar o excesso;
  3. Coloque o pano dentro de um saco plástico hermético (use luvas para não se queimar);
  4. Faça movimentos circulares sobre o pixel  preso/quente com o saco plástico.

O calor do pano de limpeza, mesmo dentro do saco plástico deverá ser suficiente para fazer o cristal líquido fluir novamente, resolvendo o problema.

3. Com um “vídeo de aquecimento”

Este é um método um tanto estranho, mas que costuma funcionar em alguns casos.

Consiste em fazer com que a tela reproduza um vídeo específico por um longo tempo, de modo a força-lo ao extremo. Assim, o cristal líquido voltaria a fluir em todo o display, corrigindo os pixels presos ou quentes.

  1. Acesse o YouTube através do dispositivo com os pixels problemáticos.
    Se for uma TV, é possível usar apps nativos (no caso de uma Smart TV), set-top boxes, dongles (como o Chromecast ou o Fire TV Stick) ou consoles de videogame;
  2. Procure por “stuck pixel fix“;
  3. Selecione um dos vídeos da lista e deixe a execução rolar;
    (a maioria desses vídeos é longa, com horas de duração);
  4. Ao término da reprodução, verifique se o pixel preso ou quente voltou a funcionar.

Entretanto, tome cuidado:

tais vídeos usam mudanças rápidas de cores e formas, e pessoas com quadros de epilepsia ou crianças pequenas não devem assisti-los, sob o risco de dispararem ataques.

De preferência, faça o teste em um cômodo vazio, ou em um horário em que não há ninguém em casa. Você pode por exemplo acionar o vídeo antes de ir dormir, e checar os resultados pela manhã. De qualquer forma, os métodos acima funcionam apenas com pixels presos ou quentes, não com pixels mortos.

Um pixel morto pode ser consertado?

David Zydd / pixels / Pixabay / pixel morto

Infelizmente, não.

Uma vez que um pixel é identificado como morto, incapaz de reproduzir luz, não é possível conserta-lo. Por ser um problema relativo à fabricação das telas, em outros países muitos fabricantes utilizam uma norma ISO para estipularem um número mínimo de pixels mortos para aplicar a garantia.

Assim, se um monitor, TV ou celular não atingir um número mínimo de pixels mortos, a troca do produto ou substituição das peças não poderia ser feita.

No Brasil, entretanto, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) se sobrepõe a qualquer norma ISO internacional, e define que os fabricantes são obrigados a trocar o produto na garantia por qualquer defeito apresentado, mesmo que este seja apenas um pixel morto.

O que fazer quando um pixel morto aparece na tela?

Se o produto está na garantia, contate a assistência técnica do fabricante. De acordo com CDC, ele é obrigado a fornecer um novo produto livre de defeitos. Caso o procedimento seja recusado, é possível entrar com uma ação em um Juizado Especial Cível (JEC).

Se o produto estiver fora da garantia, no entanto, há pouco o que fazer. Você pode leva-lo na assistência para trocar o display inteiro, um procedimento caro e que muitas vezes, não compensa o valor pago, quando comparado a comprar um dispositivo novo.

O grande problema é que os pixels mortos tendem a aparecer conforme o dispositivo envelhece, tanto pelo uso quanto pelo defeito pré-existente. Ainda assim, não há o que fazer se o defeito aparece depois do fim da garantia, a não ser abrir a carteira.

Mais sobre: