Início » Telecomunicações » É óbvio que o 5G americano não é 5G de verdade

É óbvio que o 5G americano não é 5G de verdade

Gente, vamos tomar vergonha na cara

Por
34 semanas atrás

Em uma das minhas idas aos Estados Unidos, quando o 4G ainda engatinhava no Brasil, eu me surpreendi negativamente com a lentidão das redes móveis de lá. Isso porque 4G não é exatamente 4G nas operadoras americanas: por uma jogada de marketing, elas acharam que seria uma boa ideia chamar o HSPA+ (conhecido no Brasil como 3G+) de 4G. Enquanto isso, o 4G americano de verdade foi batizado comercialmente de LTE.

Agora, a AT&T decidiu fazer a mesma besteira, que provavelmente será seguida por outras operadoras americanas, assim como fizeram na época do 4G. Em smartphones Android já existentes, além de modelos novos que serão lançados em 2019, os usuários passarão a ver um ícone “5G E” ao lado da barrinha de sinal. Só que eles não estarão em uma rede 5G, e sim em uma 4G.

AT&T 5G

O tal do 5G E da AT&T (com um “E” bem pequeno, porque vai que as pessoas percebem) nada mais é do que um 4G LTE com tecnologias como MIMO 4×4, que melhora a transmissão de dados por meio do uso de múltiplas antenas simultâneas, e o 256QAM, um esquema de modulação difícil de explicar tecnicamente em poucas palavras, mas que basicamente melhora a eficiência do espectro e transmite mais bits a cada tempo.

Segundo a operadora, “as tecnologias 5G Evolution permitem um pico de velocidade de 400 Mb/s para dispositivos compatíveis, ou uma média de cerca de 40 Mb/s com base em experiências reais”. A rede já está disponível em 385 mercados, com previsão de atingir 400 cidades “nos próximos dias”, diz a AT&T.

Como você (e as próprias operadoras americanas) sabem, isso não é 5G. Muito menos um “5G Evolution”, como a AT&T tentará vender. Trata-se, no máximo, do LTE Advanced Pro, uma revisão do 4G que permite velocidades mais altas e maior eficiência de rede.

AT&T 5G E

O 5G de mentirinha dos Estados Unidos já existe no Brasil (só não é chamado assim)

No Brasil, até novembro de 2018, o 5G E, digo, LTE Advanced Pro, tinha cobertura em 940 municípios pela Vivo e 871 pela Claro. Ambas as operadoras nomeiam suas redes mais avançadas como 4.5G, o que ainda é mais honesto que a ideia dos americanos. A TIM opera com LTE Advanced (com agregação de frequências, mas sem tecnologias como MIMO 4×4 e 256QAM), enquanto a Oi prossegue com LTE.

Mas se as operadoras americanas estão fazendo propaganda enganosa com o 5G, como saber se você realmente está em uma rede 5G nos Estados Unidos? Você precisará procurar outro nome: assim como o 4G de verdade é o LTE, o 5G de verdade será indicado como 5G+ pela AT&T, enquanto a Verizon chamará sua nova rede de 5G UWB (Ultra Wideband).

A T-Mobile, terceira grande operadora americana (atrás da Verizon e da AT&T), se pronunciou contra as nomenclaturas mirabolantes do 5G. A verdade é que ela foi farinha do mesmo saco na geração passada. Quando a briga era para ver se o WiMax ou o LTE se tornariam o próximo padrão de celular, a Sprint adotou o nome “4G” para sua rede WiMax, e as concorrentes (das quais a T-Mobile foi a primeira) não quiseram ficar para trás, chamando suas redes de 4G antes mesmo da implantação do LTE.

Aliás, em meados de 2010, quem chiou contra a utilização do nome 4G para designar o 3G+ foi a AT&T. Na época, quando a T-Mobile teve essa ideia, um porta-voz da AT&T comentou o seguinte: “Acho que as empresas precisam ter cuidado para não enganar os clientes rotulando o HSPA+ como uma tecnologia 4G”. Parece que o jogo virou, não é mesmo?

E, por fim, vale lembrar que nem mesmo o 5G UWB da Verizon é exatamente um 5G de verdade. Isso porque a operadora correu para lançar sua rede antes das rivais, mas acabou deixando de lado o padrão oficial do 5G, definido pela 3GPP. Com isso, os consumidores terão que substituir seus equipamentos outra vez no futuro, quando a Verizon lançar sua rede padronizada.

Gente, vamos tomar vergonha na cara.

Mais sobre: , , , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.