Início » Celular » Xiaomi Mi Play é um smartphone acessível com notch semicircular

Xiaomi Mi Play é um smartphone acessível com notch semicircular

Além de notch semicircular, Xiaomi Mi Play traz novo processador octa-core MediaTek Helio P35; preço é estimado em US$ 160

Emerson Alecrim Por

Anunciado às vésperas do Natal, o Xiaomi Mi Play é mais um smartphone com notch. Só o que entalhe é diferente aqui: ele traz formato semicircular (ou de gota), portanto, ocupa muito menos espaço na tela. O modelo também chama atenção por trazer um novo processador: o MediaTek Helio P35.

Xiaomi Mi Play

Talvez o nome faça alguém pensar em smartphone gamer, mas a verdade é que o Xiaomi Mi Play é mais uma opção intermediária da marca. O processador deixa isso claro: o Helio P35 é um chip com oito núcleos Cortex-A53 de 2,3 GHz e GPU IMG PowerVR GE8320 que briga com a série Snapdragon 600, da Qualcomm. Ou mais ou menos isso: ainda que não muito criterioso, um teste de desempenho o colocou como superior apenas ao Snapdragon 625.

O Helio P35 também traz suporte à resolução full HD+. A Xiaomi tirou proveito disso: aparentando ser do tipo IPS LCD, a tela do Mi Play tem 5,84 polegadas de tamanho, formato 19:9 e resolução de 2280x1080 pixels (com 432 PPI).

Xiaomi Mi Play

Se a traseira tem design que remete aos iPhones mais recentes, a frente destoa da linha da Apple por conta do notch semicircular centralizado, que abriga uma câmera de selfie com sensor de 8 megapixels. A ideia não é nova, porém. Um entalhe do tipo já apareceu em smartphones como Oppo R17 e Oppo F9, embora o notch da Xiaomi consiga ser mais discreto, o que o torna mais parecido com celulares como o Vivo V11.

Falando em discrição, tudo indica que 2019 vai ser o ano dos smartphones com notch diminuto. De um lado deverão estar aparelhos como Huawei Nova 4 e Samsung Galaxy A8s, que trazem notch circular (ou um "buraco" na tela). Do outro, modelos como Oppo R17 e, agora, Mi Play, com seus entalhes em formato de gota — rumores apontam que o Samsung Galaxy M20 também vai seguir essa proposta.

Voltando ao lançamento da Xiaomi, o Mi Play já está à venda, por enquanto, somente na China. Por lá, o aparelho tem preço equivalente a US$ 160. No momento, a novidade só está disponível na versão com 4 GB de RAM e 64 GB de capacidade de armazenamento.

Xiaomi Mi Play

Xiaomi Mi Play — ficha técnica:

Tela: 5,84 polegadas com proporção 19:9, 2280x1080 pixels e notch;
Processador: octa-core MediaTek Helio P35 de 2,3 GHz;
RAM: 4 GB;
Armazenamento: 64 GB;
Câmera frontal: 8 megapixels;
Câmeras traseira: 12 + 2 megapixels;
Conectividade: Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 4.2, micro-USB;
Leitor de impressões digitais: na traseira;
Bateria: 3.000 mAh;
Dimensões: 147,8 x 71,9 x 7,8 mm;
Peso: 150 g;
Sistema operacional: Android 8.1 Oreo com interface MIUI 10.

Com informações: SlashGear, The Verge.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sidney Oliveira
Realmente um aparelho muito barato, bonito e competente, o que mata mesmo foi a péssima escolha de utilizarem um processador Mediatek (AMD dos processadores mobile), fica atrás em desempenho, esquenta pra caralho e pra piorar a bateria de apenas 3.000 mAh vai drenar tão rápido que duvido durar um dia inteiro, mesmo com uso moderado. Ainda sou mais o Mi A2 Lite.
disqus_1QRStnhQae
wjld no but
XiboDog
Não curti, o Notch não faz sentido quando a borda inferior é bem grande e esse Mediatek ai deve ferver o telefone :/
Denilson Rocha
E, amiguinhos... Mediatek + 3000nAh, nem a Xiaomi salva, por mais que eu confie nas soluções da marca. Com tanto Redmi das séries anteriores ( e mesmo da atual) com preço parecido por aí, fica difícil esse ser uma opção inteligente. Passso.
Dan Santos
Até um Galaxy J3 2017 tá valendo mais a pena por causa do processador hahaha
Maicon Bruisma
Sim, mas eles também foram na contramão
wjld
Na verdade, se pensar nos nossos "moto play" daqui, é bem por aí mesmo.
Maicon Bruisma
O processador e a bateria não condizem com o que o "play" no nome deveria significar
Comentário Mil Grau℗
Ter Mediatek hj é selar um compromisso obscuro de depender da fabricante de atualizar o aparelho e DIFICILMENTE conseguir uma custom rom e se tiver é completamente bugada.
Comentário Mil Grau℗
?????
Blackberry
Isto é uma matéria paga?
Franco Luiz
Nada mano mtk tem um desempenho estranho.. hoje no mundo mobile é mais seguro exynos ou snap
Luís Carlos
Um "mi 8 lite" com câmera em pé, mediatek e notch menor que o normal, acho que esse aí não irá sair do mercado chinês
Ed. Blake
Eles não liberam os sources do kernel e literalmente c*gam pra GPL. Provavelmente porque aquela porcaria tá cheia de backdoor pro governo chinês.Acho difícil.
Ed. Blake
MediaCrap = Esquenta like hell, come bateria com angu, não tem as sources do kernel (provavelmente pq tá cheio de backdoor pro governo chinês), não recebe atualização do android mas a nota do Antutu é boa.Parece uma boa compra. ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Ed. Blake
Jamé!
è isso definitavemente nao é bom. Achei que uma ROM mal feita poderia ser o culpado...
Franco Luiz
Uma merda tive o helio p20 nao fiquei 1 mes com o aparelho , bateria ia como agua o sistema travava SIM o sistema nao era apps nao , simplesmente desliza a barra ja travava horrivel fora q esquentava pra caralho
Franco Luiz
Com mediatreco nem pensar " bla bla bla melhorou bla bla bla mtk hoje é boa" Entao vai la e compra um aparelho com mediatreco pra vc
Entendi... quem sabe um dia então... eu acho que a mediatek começa a incomodar um pouco a qualcomm.
Robert Rey
É ruim, principalmente na duração da bateria. Não indico. Prefira snapdragon ou exynos.
Heitor89
O problema hoje em dia nem é tanto os processadores MT. Eles batem de frente com os SnapDr em performance. O problema dos MT é mesmo as gpu's que são bem inferiores as dos SnapDr, fazendo com que o desempenho em jogos e mídia seja inferior.
grande_dino_2
Não sei como estão atualmente, mas pelo menos até uns anos atrás, os MT eram inferiores aos SD equivalentes tanto em termos de performance (travam mais, são menos fluidos), de eficiência térmica (esquentam mais) e eficiência energética (gastam mais bateria).Além de você não poder sem desbloquear o bootloader pra fazer um root, o que acaba deixando a atualização do sistema preso ao bel prazer da fabricante (que normalmente não vai muito longe).A principal vantagem é que são mais baratos.Ou seja, se a tendência continua, um MT seria equivalente a um SD 8XX vai ser (talvez) melhor do que um SD 7XX ou 6XX, mas ele provavelmente vai ser pior do que o 8XXX.
É tão ruim assim um mediatek? nao foi o conjunto de ROM e hardware que fez com que vc teve uma experiencia ruim? Um MT que combate com os Snaps 8xx nao pode ser tão ruim assim....
Bruno Feliciano
Eu tenho um MiPad 3, que é um Tablet que tem um Mediatek (o MT8176) e o desempenho é excelente.O único percalço que encontrei é um APP que não consigo instalar nele por incompatibilidade (o GloboSat Play), qualquer outro (mesmo os outros da Globo) funcionam perfeitamente.
Robert Rey
MediaTek tô fora. Pego meu snapdragon e vou embora.
Cazalbé
Notch semicircular... eu não entendo o porque da insistência dessa coisa bizarra que se chamam de notch.
Maico Andrade
Tive a infelicidade de conviver com um smart rodando num MediaTek e a experiencia era sofrível!!!! Desde então nunca vi com bons olhos esse nome!