Início » Celular » Huawei bate recorde de vendas de smartphones em 2018, apesar de punições dos EUA

Huawei bate recorde de vendas de smartphones em 2018, apesar de punições dos EUA

Fabricante chinesa ultrapassou a marca dos 200 milhões de smartphones vendidos no ano, mais que os 153 milhões de 2017

Paulo Higa Por

Embora o ano não tenha sido nada fácil para a Huawei, que enfrenta fortes sanções dos Estados Unidos e teve sua diretora financeira presa no Canadá, a divisão de dispositivos móveis dos chineses tem o que comemorar. Em 2018, a empresa bateu seu próprio recorde ao produzir mais de 200 milhões de smartphones, atingindo as previsões divulgadas anteriormente.

Huawei Honor View 20

Trata-se de um aumento de mais de 30% em relação aos números de 2017, quando a empresa chinesa vendeu 153 milhões de aparelhos. Neste ano, a Huawei se consolidou como a segunda maior fabricante de smartphones, depois de ultrapassar a Apple, seguindo com o plano de liderar o setor até 2020.

Parte do sucesso é devido às boas vendas dos smartphones premium da marca, como a linha P20 e a Mate 20, que venderam 16 milhões e 5 milhões de unidades, respectivamente, de acordo com números publicados pelo Engadget. No começo do ano, o P20 Pro surpreendeu ao bater com folga nomes como Galaxy S9, iPhone X e Pixel 2 em um ranking de melhores câmeras em celulares.

Nova e Honor puxam as vendas da Huawei

Huawei Nova 4

Os maiores volumes estão na linha intermediária Nova, com aparelhos como o Nova 4, que tem preço equivalente a US$ 490 e vem com números de respeito, incluindo uma tela IPS de 6,4 polegadas, 8 GB de RAM, processador octa-core Kirin 970 da própria Huawei, câmera traseira de 48 megapixels e bateria de 3.750 mAh. Desde o primeiro Nova, apresentado em 2016, foram mais de 65 milhões de aparelhos vendidos.

Além disso, os resultados da Huawei são impulsionados pela submarca Honor, que possui uma linha de aparelhos focados em custo-benefício no segmento intermediário. O mais recente deles é o Honor View 20, uma espécie de Nova 4 com hardware atualizado, que compartilha o design (incluindo um notch circular na tela) e traz um processador Kirin 980, que promete superar o desempenho do Snapdragon 845.

Depois de comemorar as vendas em 2018, a Huawei vai precisar resolver uma série de problemas: seus aparelhos continuam sofrendo boicote nos Estados Unidos, que se aliou a outros países para conter a expansão global da empresa; a filha do fundador, que também é a CFO, está em liberdade condicional; e a marca continua no vem-não-vem no quarto maior consumidor de celulares do mundo — o Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

disqus_nB7ykfadPw

rogeriocalsavara but

Zanac_Compile

Qualidade e desempenho tb pesam, mas não me refiro a isso, e sim CONFIABILIDADE e SEGURANÇA.

M3M

Não cara, eu não pesquisei nada agora para te responder, sabe onde eu vi esse Alibaba Cloud? Anunciado no jogo da final do mundial de clubes que jogou Real Madrid e Al Ain dos Emirados Árabes... Aí eu lembrei rsrsrs

E não estou argumentando para te responder coisa alguma. Eu não compro nada de marcas chinesas. Se você como muita gente pensa diferente de mim, sem problemas!

Mas eu continuo preferindo comprar qualquer Samsung ou LG da vida do que qualquer Huawei que for, mesmo que seja o campeão do custo x benefício.

Bruno Santos

"NEM TUDO fabricado na china é ching ling", eu não disse que não existe porcaria lá.
Apesar de saber que vc pesquisou pra achar algo pra argumentar e achou a maior varejista da china.
Eu tenho 15 GB no Google Drive, mais 50GB no Mega, mais 5 no OneDrive tudo de graça, e não uso nem 5%. pq iria querer mais? mas respondendo sua pergunta, sim usaria.
A Alibaba não é Lider à toa, assim como o WalMart nos EUA ela fez o seu caminho e por isso são respeitadas onde residem.
eu ja comprei no Aliexpress que é da Alibaba, então sua pergunta está respondida

M3M

Você usaria Alibaba Cloud?

Bruno Santos

Mano tu tá viajando, só pode. As inovações estão vindo de lá e sendo replicada por outras marcas. Câmera retrátil, digital sob a tela.
A Huawei desenvolve seu próprio processador, criou a ideia do design em degradê, com efeitos reflexivos, desenvolve várias tecnologias relacionadas a comunicação, Ex: 5G.
Por acaso a samsung, motorola, asus, desenvolve tudo o que usa?
vc ta meio que viajando ai mano, seu argumento não se sustenta!

M3M

Incomodado eu fico, mas vou fazer o que, tudo vem de lá...

Na minha opinião as marcas chinesas não criam/desenvolvem nada novo, apenas evoluem o que já existe no mercado e somado com a mão de obra baratissima que nem compensa a discussão do porque, entregam um produto com preço para competir com as marcas que de fato criam e desenvolvem tecnologia.

Por isso evito ao máximo comprar coisas de marcas chinesas, mesmo com essa qualidade toda que vocês estão falando.

Bruno Santos

Sua rusga é com a china então, e não com a qualidade do produto?
pelo menos foi isso que vc deixou a entender, quando diz que não se incomoda em comprar aparelhos com as peças fabricadas lá, mas jamais compraria um com marca chinesa.
meio contraditório isso aí

M3M

Compro aparelhos com peças fabricadas na China porque infelizmente é tudo feito lá. Mas se eu tiver o mínimo direito de escolha, jamais escolho marca chinesa.

Bruno Santos

"Huawei se consolidou como a segunda maior fabricante de smartphones, depois de ultrapassar a Apple", empresa nenhuma consegue isso fabricando porcaria e investindo pouco.

Bruno Santos

Não faz sentido pra vc. "Remarcação de outros chineses" é remarcação de produtos da xiaomi, Oneplus, Huawei, oppo, DJI? Não sei se vc me entendeu, mas eu estou me referindo a empresas sérias. Releia meu comentário acima onde eu digo: "NEM TUDO fabricado na china é ching ling", eu não disse que não existe porcaria lá

João

Isso não faz sentido. Não sei da Positivo, mas praticamente todos os produtos da Multilaser, pelo menos os gamer, são remarcação de outros chineses.

Bruno Santos

e como vc garante que as chinesas (me refiro as empresas sérias), não investem muito em controle de qualidade?

Bruno Santos

Isso realmente é a única coisa que pesa, pq todo o resto que falaram acima, ficou no passado. Nem tudo fabricado na china é ching ling, assim como a maioria das coisas fabricadas no Brasil são de péssima qualidade, ex: Multilaser, Quantum, Positivo, Alcatel...

João

Milhares de companhias utilizam fabricação chinesa, a diferença é se pagam mais no controle de qualidade ou pioram nesse quesito para vender mais barato.

Exibir mais comentários