Início » Jogos » Sony já oferece desconto no PlayStation Classic quase um mês após lançamento

Sony já oferece desconto no PlayStation Classic quase um mês após lançamento

Preço oficial está 40% menor do que o valor de lançamento, que aconteceu no começo de dezembro de 2018

Por
21 semanas atrás

O PlayStation Classic tentou surfar na onda do sucesso da Nintendo com seus consoles diminutos e recheados de nostalgia. Ele falhou ao entregar jogos não tão famosos assim, falhou ao nem sequer criar um software para rodar bem os títulos e agora enfrenta seu primeiro corte de preço quase um mês depois de seu lançamento.

PlayStation Classic

A Sony lançou o PlayStation Classic no começo de dezembro por US$ 99 (aproximadamente R$ 390), mas quase um mês depois ele já pode ser encontrado em grandes varejistas americanos por US$ 60 (que dá mais ou menos R$ 197). A fabricante japonesa não confirmou se este novo preço é oficial, mas o desconto de quase 40% é o mesmo praticado em lojas concorrentes, como a Amazon, Walmart e BestBuy.

O pequeno console da Sony foi lançado com 20 jogos na memória e com dois controles, estratégia semelhante ao que a Nintendo fez com o Super Nintendo Classic. A única diferença é que o PlayStation Classic chegou mais caro, mas os pontos negativos não param por aqui.

A lista inclui alguns jogos que fazem falta, como o próprio mascote da Sony na época, o Crash Bandicoot. Outro ponto é que alguns jogos do lançamento americano rodam com versões europeias, o que é um problema para a diferença de quadros por segundo, que faz alguns jogos rodarem mais lentos do que deveriam.

Outro ponto negativo fica na utilização de um emulador bastante popular, no lugar de um software próprio – como faz a Nintendo. Ter um emulador que é conhecido por rodar bem os jogos não é um problema, mas a Sony removeu diversas configurações deste emulador e que fazem rodar bem os títulos, como filtros de imagens e alguns ajustes internos.

Por fim, alguns dos jogos instalados originalmente tiram proveito do controle analógico que foi lançado alguns anos depois do lançamento do PSOne original. A Sony não incluiu este controle e, com isso, alguns jogos apresentam jogatina prejudicada.

Com tantos pontos negativos e o descontentamento dos fãs, talvez o preço cortado em 40% pode fazer sentido e ser um alento. Principalmente quando o mundo dos hackers já descobriu que basta plugar um teclado na porta USB, junto de alguns passos simples de seguir, para adicionar mais jogos e alterar as configurações do emulador que a Sony removeu para o usuário.

Neste caso, somente neste, talvez este seja um preço convidativo para a emulação em um hardware oficial da Sony. Só talvez.

Com informações: Business Insider.

Mais sobre: