Início » Jogos » Steam deixará de rodar no Windows XP devido (em parte) ao Google Chrome

Steam deixará de rodar no Windows XP devido (em parte) ao Google Chrome

Steam perdeu suporte ao Windows XP e Windows Vista desde 1º de janeiro de 2019, mas continua funcionando em PCs antigos

Felipe Ventura Por
49 semanas atrás

O Steam perdeu suporte ao Windows XP e Windows Vista desde 1º de janeiro de 2019, em parte devido ao Google Chrome. A Valve avisou que, por causa disso, sua plataforma de jogos deixaria de rodar nesses sistemas operacionais. No entanto, o cliente ainda continua funcionando em PCs antigos e máquinas virtuais.

Foto por Nick Perla/Flickr

A Valve encerrou o suporte oficial ao Windows XP e Vista porque prepara novos recursos que dependem de uma versão embutida do Google Chrome, e ele não funciona em versões antigas do sistema operacional.

Claro, a "culpa" não é só do navegador: versões futuras do Steam exigirão recursos e atualizações de segurança "presentes apenas no Windows 7 e superior", explica a empresa.

O cliente Steam para Windows XP e Vista ganhou uma barra vermelha na parte superior, avisando que deixaria de rodar em breve:

No entanto, ele ainda continua funcionando em 2 de janeiro, tanto em instalações nativas como em máquinas virtuais. Deve ser questão de tempo até que a Valve libere uma atualização para barrá-lo em sistemas mais antigos.

Epic Games e Discord também exigem Windows 7, 8 ou 10

Estatísticas mostram que 0,11% dos usuários do Steam estão no Windows XP. O Vista não aparece no ranking. O Windows 10 lidera a lista com 64%, seguido de longe pelo Windows 7 com 28% (somando as versões de 32 e 64 bits).

A Epic Games Store requer Windows 7 ou mais recente, assim como o Discord — ambos concorrem com o Steam na venda de jogos. Até mesmo a Microsoft encerrou o suporte ao Windows XP (em 2014) e Vista (em 2017), fornecendo apenas algumas atualizações críticas de segurança.

Por isso, a Valve pede que os usuários atualizem "para versões mais recentes do Windows, a fim de ter acesso contínuo aos recursos mais recentes do Steam, e para garantir acesso futuro a todos os jogos e outros conteúdos".

Com informações: Valve.