Início » Negócios » Apple perde US$ 70 bilhões em valor de mercado após vendas fracas de iPhone

Apple perde US$ 70 bilhões em valor de mercado após vendas fracas de iPhone

Apple passa por "tempos difíceis", diz CEO Tim Cook; empresa não vai usar forças externas como desculpa

Felipe Ventura Por

A Apple despencou cerca de 10% na bolsa de valores nesta quinta-feira (3) após confirmar que o iPhone teve vendas fracas no final do ano. Ela perdeu mais de US$ 70 bilhões em valor de mercado. O CEO Tim Cook diz em carta aos funcionários que a empresa passa por “tempos difíceis”, mas que não vai usar fatores externos como desculpa.

iPhone XR

iPhone XR

Como nota o TechCrunch, as ações da Apple caíram 38% desde outubro. Seu preço já vinha em uma trajetória de queda: a empresa deixou de valer US$ 1 trilhão após divulgar os resultados financeiros do terceiro trimestre, em que as vendas de iPhone estagnaram. Hoje, seu valor de mercado está em cerca de US$ 675 bilhões.

A Apple deixará de informar o número de unidades comercializadas do iPhone — mas não poderia esconder a situação ruim. Cook adiantou que, no quarto trimestre, a receita ficará abaixo do esperado: US$ 84 bilhões, contra a estimativa inicial de US$ 89 bilhões. O motivo? O iPhone vendeu menos que o esperado, especialmente na China.

Vendas do iPhone caíram em países emergentes

Cerca de 60% da receita da Apple dependem do iPhone, por isso qualquer oscilação nas vendas afeta fortemente a empresa. Cook listou alguns motivos para o resultado fraco:

  • “aumentos de preço devido ao dólar forte”: o iPhone está muito caro em alguns países;
  • programa de substituição de baterias: clientes da Apple em países desenvolvidos trocaram a bateria de seus iPhones a um preço reduzido, o que restaura o desempenho do processador e desmotiva upgrades;
  • China: a economia do país está desacelerando, e deve ser afetada pelas tensões comerciais com os EUA.

O desempenho da Apple em outros países emergentes já não estava bom: Cook mencionou no ano passado que as vendas de iPhone não cresceram na Índia e até caíram no Brasil; a demanda também enfraqueceu na Rússia e na Turquia.

Ações AAPL caem quase 10% na bolsa de valores Nasdaq

Na carta aos investidores, o CEO mencionou algumas notícias positivas sobre a Apple. As categorias fora do iPhone — Serviços, Mac, iPad e Wearables — cresceram quase 19% em um ano. Os Serviços (como App Store e Apple Music) chegaram a um faturamento recorde de US$ 10,8 bilhões, em parte devido à maior base instalada de dispositivos ativos.

Os wearables cresceram quase 50% em um ano, graças à demanda forte pelo Apple Watch e AirPods; a receita da divisão Mac cresceu com os novos MacBook Air e Mac mini; enquanto as vendas do iPad cresceram em dois dígitos após o lançamento do novo iPad Pro.

Tim Cook diz que Apple passa por “tempos difíceis”

O CEO também escreveu uma carta aos funcionários, à qual a Bloomberg teve acesso. Cook diz que as vendas do iPhone ficaram abaixo do esperado “devido a uma série de fatores”, mas que não vai usar forças externas como desculpa.

Ele afirma que a Apple passa por “tempos difíceis”, mas que “este momento nos dá a oportunidade de aprender e agir”. E, apesar de tudo, o executivo está orgulhoso “das inovações que estamos oferecendo aos nossos clientes com o iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max”.

Foto por Mike Deerkoski/Flickr

Tim Cook

Eis a carta na íntegra:

Equipe,

Feliz Ano Novo – espero que todos tenham descansado e aproveitado o tempo com seus entes queridos durante as festas de fim de ano.

Esta tarde, emitimos uma carta aos investidores da Apple explicando que estamos revisando nossas orientações financeiras para o quarto trimestre. Eu peço que você leia. Como você verá, nosso déficit de receita no primeiro trimestre é por causa do iPhone, principalmente na China.

Embora estejamos desapontados por estarmos aquém da nossa meta de receita trimestral, nosso primeiro trimestre fiscal também foi recorde para a receita da Serviços, Wearables e Mac. A receita do iPad cresceu dois dígitos em relação ao trimestre do ano anterior, e as ativações do iPhone nos EUA e no Canadá estabeleceram novos recordes do Dia de Natal.

Esperamos estabelecer recordes históricos de receita nos principais mercados, incluindo EUA, Canadá e México, países da Europa Ocidental como Alemanha e Itália, e países da região Ásia-Pacífico como a Coreia do Sul e o Vietnã. Nossa base instalada global de dispositivos ativos também atingiu um novo recorde, refletindo a lealdade de nossos clientes e a apreciação deles pelo trabalho que você faz.

Estamos extremamente orgulhosos das inovações que estamos oferecendo aos nossos clientes com o iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max. Estes são, sem dúvida, os melhores iPhones que já fizemos. Nós não estabelecemos um novo recorde para as vendas do iPhone no primeiro trimestre, no entanto, devido a uma série de fatores – alguns macroeconômicos, e alguns específicos da Apple e da indústria de smartphones.

Forças externas podem nos empurrar um pouco, mas não vamos usá-las como desculpa. Nem vamos apenas esperar até que elas melhorem. Este momento nos dá a oportunidade de aprender e agir, de nos concentrarmos em nossos pontos fortes e na missão da Apple – entregar os melhores produtos do mundo para nossos clientes e fornecer a eles um nível incomparável de serviço. Nós gerenciamos a Apple para o longo prazo, e sempre saímos mais fortes de tempos difíceis.

Com isso em mente, por favor, junte-se a mim para uma reunião geral na manhã de quinta-feira às 9h30. Confira o AppleWeb para mais detalhes. Devido à construção do Apple Park, nós vamos nos reunir no Town Hall no campus do Infinite Loop. Junte-se a nós pessoalmente ou através de transmissão ao vivo pela AppleWeb. Terei mais detalhes sobre o trimestre e aguardo suas opiniões e perguntas.

Espero ver você lá.

Tim

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Silva Mathias Junior

meu estamos em 2019, ninguem mais compra iphone, tem que ser muito leigo pra pagar caro num aparelho ultrapassado sem tecnologia nenhuma, sempre ta na tomada, fica uma eternidade pra dar carga 100%, qualidade terrivel dos cabos a pessoa usa tanto que estraga facil, pelo preço tem aparelhos que dão um banho em qualquer apple e pode ter certeza que o proximo vai ser um fracasso e absurdamente caro, um monte de amigo meu ja estão largando essa marca ruim.

Daniel Silva Mathias Junior

é iphone hoje em dia nao presta, eu ja tive um pocophone bateria de 2 dias suavemente usando de um modo pesado até, umas 8 horas de tela geralmente, daria para fazer mais, o mi max 3 eu ja vi sei quem tem porem ele é bem grande, hoje tenho o mi 9, porem eu particularmente pegaria o f1

Manoel Guedes

O caos é generalizado... todas as principais fabricantes de smartphones anunciando quedas nas vendas (Samsung, LG, etc...). Se as pessoas estão comprando menos iPhone não é porque estão comprando mais de outras marcas - estão simplesmente deixando de comprar e ponto. https://tecnoblog.net/27423...

Manoel Guedes

De quê adianta se todos as principais marcas de smartphones estão com vendas em queda? Se bobar a queda das vendas de iPhone foi inferior a queda nas vendas de Samsung e LG, por exemplo. https://tecnoblog.net/27423...

Julian Leno

Uma empresa que transformou o notch em tendência tem que sofrer mesmo.

Trovalds

Mas enquanto isso eu tento tornar a minha vida menos difícil me esforçando com o básico.

Trovalds

Motivo da não baixa de preço? Você compra um iPhone do modelo mais atual e sabe que ele vai receber upgrade por 5 anos sem surpresas. Os concorrentes? Quando um aparelho recebe 2 upgrades de SO é motivo de espanto. Isso quando o fabricante não lança o aparelho com SO com versão anterior a uma já lançada pelo Google. Mas enfim, não existe "xiitismo", existe coerência. Pra quem mora em país desenvolvido E ganha salário de país desenvolvido, claro.

GTR TELEFONIA

pode se desculpar oque quiser mas esta igual eu aqui perdendo tempo debatendo ,no final vamos tudo para o mesmo buraco kkkkkk

San Alves

Amigo eu comprei um S9 Plus 128gb há um mês por 1/3 do valor do lançamento. As outras marcas, ao contrário da Apple, baixam o preço dos aparelhos com o tempo(não entendo pq a Apple não faz o mesmo pois ela já vende a um preço absurdamente alto). Então daqui há um ano ou mais quando sair uma versão nova do sistema que o celular não suporte da pra ir lá e pegar um modelo mais atual, e sem grande peso na consciência pois não paguei 8 mil reais ou mais no aparelho(considerando aqui os modelos topo de linha...pq aquele iphone XR é uma vergonha).

Receber suporte por 5 anos é bom, sem dúvidas, mas seja sincero: Alguém consegue usar o mesmo celular de forma satisfatória por 5 anos? NÃO! O celular vai funcionar, mas com certeza você ficara sem os recursos mais novos de software.

O S9 com certeza receberá o Android 10 quando sair. Temos o s8 recebendo o Android 9. Então se seguirmos a lógica...

E te digo mais: usei Apple nos últimos 5 anos e estou felizmente surpreso com como o Android evoluiu. O Ios fica pra trás em relação a recursos (recursos realmente úteis e não firulas). Sugiro que você experimente caso não use o sistema hoje em dia.

Eu acho IMPRESSIONANTE como algumas pessoas fazem DE TUDO pra justificar o preço que a Apple cobra nos iphones. Amigo, aparelhos bons todas as marcas tem, alguns até melhores e mais bonitos do que o iphone. O Ios já não é assim tão perfeito e avançado quanto foi um dia.

Acho que está na hora de sair da bolha e olhar pro lado. Aquele comercial da Apple (1964) do Mac nunca foi tão atual, mas hoje as pessoas de branco sentadas assistindo atonitas são na verdade os próprios usuários(xiitas) da Apple.

Trovalds

Como eu podia esperar saber que um cidadão que não sabe escrever direito interpretar texto e muito menos ler sobre o que aconteceu no mercado pra haver queda de vendas de iPhones na China. E olha que eu mastiguei colocando os links das notícias pra você.

Volta lá pra fritadeira que as batatas não vão se colocarem sozinhas na cesta pra serem fritas. Não tenho saco pra ficar na fila do McD muito tempo e não gosto de atendente preguiçoso.

PS: meu smartphone custou R$ 599 e roda Android.

Roger Costa

Praticamente uma empresa de um produto somente. Não produz tela, nada..

Evandro Cesar

Eu entendo que a apple é uma empresa de luxo, e iphones baratos fracassariam, e mesmo caso desse certo ela não conseguiria cobrir a demanda.
Mas ela pode tomar medidas que justifiquem mais o preço de seus produtos. Acredito que além dos problemas na Ásia, também existe uma grande migração de gente que já estava saturada das palhaçadas do iO.S. Você paga muito caro e é proibido de muita coisa. Muita coisa mesmo.
E a desculpa de "Ah, mas o iO.S fechado e o Android é aberto" não cola mais. O falecido WindowsPhone era fechado e mesmo assim vc fazia nele tudo oq vc fazia num android. Se não fossem os vacilos da Microsoft, hoje a Apple teria mais uma dor de cabeça gigantesca.
Sei que a Apple tem um bom pós venda e que atualiza seus devices por 5 anos, mas isso não é o suficiente. Ainda mais pra quem troca de iPhone todo ano, e tá "cagando" pros 5 anos de att...
Enfim. O iphone precisa voltar a ser interessante e encantador de novo, só ser "otimizado" não cola mais, qualquer android caro (que é barato do lado de um iPhone) tem um ótimo desempenho hoje em dia. As vantagens de se ter um iphone hoje em dia se resumem a rede social que funciona um pouco melhor (Stories do Insta) e jogos que abrem quase um segundo mais rápido.... Uau!
Enfim 3 coisas que eu acredito que ajudariam:
*Revitalização total do iO.S, ele precisa acompanhar o android em funções, mesmo fechado, ele não pode ficar pra trás. E findar de vez aquela merda de iTunes como ferramenta.
*Tirar algumas amarras e desaforos do iO.S, como implicância com a pornografia. A Apple (ou o telegram) te BLOQUEIA caso vc esteja num "grupo adulto" do Telegram. WTF!!!
*Liberar FINALMENTE o modo manual (pro) das câmeras.
*Voltar a fabricar localmente os iPhones no Brasil ( e em outros países emergentes) diminuindo a tributação e o preço final do produto consequentemente.

E outra, não é só pq o iPhone é de luxo, que ele precisa custar 1K Dolar.
Dá pra ser de luxo custando apenas 150~200 doletas a mais que a média concorrente. Semancol tb é uma boa medida!

Tem o público que está disposto a pagar, mas tb tem um público ENORME que adoraria um desconto. Público esse que já parcela seus iphones em 24x, e esse ano, começaram a pensar: "Vale realmente a pena?".

Léo Walk

Quer ver ela crescer novamente? Baixem os preços. Não precisar ser um gênio das finanças pra saber uma resposta tão obvia!!! Acredito que a Apple só não domina todo o Mercado como o Windows, porque não vende seus produtos a valores acessíveis a toda população. Façam isso e ela irá reinar soberana por vários anos.

Sid

gbitte, resumiu a tragédia da Apple.
A última empresa que vi perder tanto valor em 3 meses foi a do Eike Batista, e nós sabemos o que aconteceu. A Apple ainda tem muita gordura para queimar, mas quando uma empresa entra nessa espiral de queda, é difícil se recuperar. Ela teria que lançar um produto verdadeiramente mágico.

Sid

A Appletem seu preço super-avaliado. Em 3 meses perdeu quase metade de seu valor, passando de 1 trilhão para 550 bilhões. Ela depende de um produto que é o carro chefe para outros que viraram periféricos, como os Macs. As pessoas que eram apaixonadas pela Apple estão abrindo os olhos e vendo que vale mais a pena comprar 10 aparelhos da Xiaomi (um exemplo) do que 1 iPhone. Com o valor de 1 iPad você compra 5 ou 6 tablets de ponta da Samsung. Então, as pessoas estão deixando de ser cegas e partindo para o lado prático e racional.

Exibir mais comentários