Início » Celular » Apple cria página de suporte para dizer que novo iPad Pro entorta pouco

Apple cria página de suporte para dizer que novo iPad Pro entorta pouco

Apple explica processo de fabricação do iPad Pro (2018) e diz que superfície do tablet pode ter variação de até 400 mícrons

Por
32 semanas atrás

A Apple criou uma página de suporte para explicar o processo de fabricação do novo iPad Pro, e para argumentar que seu tablet não entorta com facilidade. Ela diz que a superfície pode ter variação de no máximo 400 mícrons, ou 0,4 mm; isso deve ser imperceptível durante o uso normal, e é mais visível “somente de determinados ângulos”.

Novo iPad Pro tem chassi com alumínio e plástico

Na página de suporte, a Apple explica o processo de fabricação do novo iPad Pro. Todos os modelos possuem uma estrutura unibody de alumínio com bordas planas. As versões com 4G têm pequenas faixas verticais em cada lado para que as peças da estrutura funcionem como antenas.

“Pela primeira vez em um iPad, essas faixas são fabricadas usando um processo chamado de comoldagem”, explica a empresa. “Nesse processo de alta temperatura, o plástico é injetado em canais precisamente usinados na estrutura em alumínio onde ele se liga a microporos na superfície de alumínio.” Então, depois que o plástico esfria, o chassi é finalizado em máquinas CNC.

A Apple diz que isso resulta em “uma perfeita integração do plástico e do alumínio em uma estrutura única e robusta”. No entanto, ela nota que algumas unidades do iPad Pro têm uma ligeira curvatura justamente devido a essa combinação de metal e plástico — o tablet entorta um pouco quando esses materiais esfriam.

Segundo a empresa, o novo iPad Pro não pode ter desvios superiores a 400 mícrons (0,4 mm) ao longo do comprimento de qualquer lateral — ou menos do que quatro folhas de papel empilhadas. Isso é “uma especificação plana ainda mais rígida do que as gerações anteriores”. No entanto, como ele tem apenas 5,9 mm de espessura, isso ainda pode ser perceptível.

A Apple defende que esses desvios sutis “são mais visíveis somente de determinados ângulos” e “são imperceptíveis durante o uso normal”. Além disso, ela diz que o tablet não ficará mais curvo com o passar do tempo; essas variações não devem afetar a robustez nem o funcionamento.

Caso esteja insatisfeito, o cliente pode devolver o iPad Pro em até 14 dias se o comprou diretamente da Apple. Há também a garantia de um ano que cobre danos “se tiverem ocorrido devido a um defeito nos materiais ou na fabricação” — isso não vale para leves curvaturas.

Novo iPad Pro pode vir entortado direto da caixa

Em novembro, um vídeo do canal JerryRigEverything viralizou no YouTube, em que Zack Nelson consegue entortar o novo iPad Pro sem muito esforço. Desde então, alguns usuários também vêm reclamando que o tablet ficou curvado após poucos dias de uso.

Desde então, a Apple confirmou que o iPad Pro pode vir entortado direto da caixa, mesmo antes de ser usado, devido ao processo de fabricação explicado acima. Ela não considera que isso seja um defeito, nem viu taxas de devolução acima do normal.

Dan Riccio, vice-presidente de engenharia de hardware, disse em um e-mail para os clientes que o iPad Pro “atende ou supera todos os altos padrões de qualidade da Apple para design e manufatura de precisão”, porque não ultrapassa o limite de 400 mícrons.

O novo iPad Pro custa a partir de R$ 6.799 na versão básica de 11 polegadas; e chega a até R$ 15.599 no modelo de 12,9 polegadas.

Com informações: Apple.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.