Início » Computador » Estes são os novos processadores AMD Ryzen para notebooks

Estes são os novos processadores AMD Ryzen para notebooks

Segunda geração dos chips Ryzen Mobile para laptops foi anunciada na CES 2019; AMD também anunciou processadores A4 e A6 para Chromebooks

Por
28 semanas atrás

Entre as novidades que a AMD reservou para a CES 2019 está a segunda geração dos processadores Ryzen Mobile, mais precisamente, a série Ryzen 3000, que vem para equipar notebooks, laptops conversíveis e afins. Juntos a eles estão os chips de baixo custo AMD A4 e A6, que estreiam em Chromebooks da Acer e HP.

AMD Ryzen

São novidades bastante esperadas porque, em 2018, a AMD esteve quase que exclusivamente focada em processadores para desktops e servidores. Além disso, a segunda geração da linha Ryzen Mobile deve ser uma das últimas atualizações da empresa baseadas na tecnologia de 12 nanômetros — há rumores de que os primeiros chips de 7 nanômetros chegarão até o fim de 2019.

Estamos falando de seis novos processadores Ryzen, além de um AMD Athlon. Todos contam com GPU integrada:

  • AMD Ryzen 7 3750H: quatro núcleos, oito threads, frequência de 2,3 GHz (máxima de 4 GHz), 6 MB de cache, GPU Radeon Vega 10 (com dez núcleos) e TDP de 35 W;
  • AMD Ryzen 7 3700U: quatro núcleos, oito threads, frequência de 2,3 GHz (máxima de 4 GHz), 6 MB de cache, GPU Radeon Vega 10 e TDP de 35 W;
  • AMD Ryzen 5 3550H: quatro núcleos, oito threads, frequência de 2,1 GHz (máxima de 3,7 GHz), 6 MB de cache, GPU Radeon Vega 8 e TDP de 35 W;
  • AMD Ryzen 5 3500U: quatro núcleos, oito threads, frequência de 2,1 GHz (máxima de 3,7 GHz), 6 MB de cache, GPU Radeon Vega 8 e TDP de 15 W;
  • AMD Ryzen 3 3300U: quatro núcleos, quatro threads, frequência de 2,1 GHz (máxima de 3,5 GHz), 6 MB de cache, GPU Radeon Vega 6 e TDP de 15 W;
  • AMD Ryzen 3 3200U: dois núcleos, quatro threads, frequência de 2,6 GHz (máxima de 3,5 GHz), 5 MB de cache, GPU Radeon Vega 3 e TDP de 15 W;
  • AMD Athlon 300U: dois núcleos, quatro threads, frequência de 2,4 GHz (máxima de 3,3 GHz), 5 MB de cache, GPU Radeon Vega 3 e TDP de 15 W.

Se você acha que só porque esses chips são novos eles chegam com promessa de mais desempenho, acertou: a AMD diz que, na comparação com um Intel Core i5, o AMD Ryzen 5 3500U consegue ser até 14% mais rápido no carregamento de páginas da web, por exemplo.

A dúvida é se, com esses lançamentos, veremos uma proporção maior de laptops equipados com processadores AMD. Ao menos algumas parcerias já foram fechadas. Só para dar um exemplo, o chip AMD Ryzen 5 3550H vai equipar os laptops TUF Gaming FX505DY e FX705DY, da Asus.

AMD Ryzen 3000 — die

AMD Ryzen 3000 — die

Não são só notebooks de alto desempenho. Como dito no início do post, Acer e HP levaram para a CES 2019 Chromebooks equipados com dois novos processadores da AMD. São estes:

  • AMD A6-9220C: dois núcleos, dois threads, frequência de 1,8 GHz (máxima de 2,7 GHz), 1 MB de cache, GPU Radeon R5 de três núcleos e TDP de 6 W;
  • AMD A4-9120C: dois núcleos, dois threads, frequência de 1,6 GHz (máxima de 2,4 GHz), 1 MB de cache, GPU Radeon R4 de três núcleos e TDP de 6 W.

Com eles, a AMD espera quebrar o predomínio dos chips da Intel nos Chromebooks. Nesse sentido, fala-se novamente em ganho de desempenho: nas palavras da companhia, o A6 pode ser até 42% mais rápido que o Pentium N4200 em edição de imagens, por exemplo.

Os dois processadores estão disponíveis no Acer Chromebook 315, equipamento que traz tela de 15,6 polegadas, até 8 GB de RAM e preço inicial de US$ 279,99. O AMD A4 também aparece na linha HP Chromebook 14, laptop que conta com tela de 14 polegadas, 4 GB de RAM e preço inicial de US$ 269.

Você pode se interessar também

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.