Início » Negócios » Samsung terá lucro abaixo do esperado devido a celulares e chips de memória

Samsung terá lucro abaixo do esperado devido a celulares e chips de memória

A companhia divulgou números preliminares que preveem queda de 28,7% no lucro do último trimestre de 2018

Por
15 semanas atrás

O resultado da Samsung para o último trimestre de 2018 ficou bem abaixo do esperado. Após registrar lucro recorde no terceiro trimestre do mesmo ano, a empresa prevê uma queda de 28,7% em relação aos últimos três meses de 2017. Ela aponta duas causas: demanda menor do que a esperada por chips de memória, e a maior concorrência no mercado de smartphones.

Segundo a companhia, o lucro no último trimestre de 2018 foi de cerca de 10,8 trilhões de won (R$ 35,6 bilhões). Este ainda é um resultado preliminar, mas indica uma queda acentuada na comparação com os 15,1 trilhões de won (R$ 50 bilhões) registrados no final de 2017.

Samsung Research America, em Mountain View (Foto: Divulgação/Samsung)

Ele também aponta para a primeira queda em dois anos do lucro trimestral da Samsung. O número está abaixo até mesmo do previsto por analistas ouvidos pela Reuters, que já esperavam um recuo do lucro da companhia para a casa de 13,2 trilhões de won (R$ 43 bilhões, aproximadamente).

A gigante sul-coreana estima que a receita do período totalize 59 trilhões de won (R$ 195 bilhões). Caso o número se confirme no balanço definitivo, o resultado será 11% menor que o do último trimestre de 2017, quando a receita chegou a 65,9 trilhões de won (cerca de R$ 218 bilhões).

Lucro caiu devido a smartphones e chips de memória

Para acalmar os investidores, a Samsung divulgou algumas observações sobre os números preliminares, o que não ocorria desde 2014, quando o lucro de sua divisão de celulares caiu. Em nota, a companhia apontou duas causas para o desempenho do último trimestre.

A primeira delas é a demanda menor do que a esperada por chips de memória. Segundo a Samsung, os data centers, seus principais clientes na área, realizaram ajustes inesperados nos estoques e levaram a vendas menores.

Além disso, a companhia afirma que a concorrência no mercado de smartphones tem se intensificado. Este cenário, aliado ao maior período de compras no ano, levou a mais investimentos em marketing e contribuiu para uma redução na margem de lucro.

No comunicado, a Samsung afirmou que espera lucro moderado no primeiro trimestre de 2019 “devido às condições difíceis para a área de memórias”. A expectativa é que os números voltem a crescer na segunda metade de 2019, com a ajuda de smartphones com 5G e de um celular dobrável.

A Samsung não foi a única que vendeu menos em 2018. A Apple informou que os números do iPhone foram menores que o esperado e anunciou até mesmo uma redução na sua previsão de receita para o primeiro trimestre de 2019.

Com informações: Samsung, TechCrunch, The Verge.

Mais sobre: