Início » Aplicativos e Software » GitHub agora permite repositórios privados em contas gratuitas

GitHub agora permite repositórios privados em contas gratuitas

A partir desta semana, GitHub passa a permitir que usuários não pagantes criem repositórios privados de modo ilimitado no serviço

Emerson Alecrim Por

Quando a Microsoft confirmou a compra do GitHub, muita gente temeu pelo futuro do serviço. Mas a companhia vem mantendo o compromisso de tratá-lo como uma plataforma independente. Não bastasse isso, o GitHub ficou mais interessante neste começo de ano: agora, as contas gratuitas podem ter repositórios privados ilimitados.

GitHub

Até então funcionava assim: os usuários não pagantes podiam criar repositórios sem empecilhos no GitHub, mas estes eram obrigatoriamente públicos. Para torná-los privados, era necessário assinar o plano Pro pelo custo de US$ 7 por mês ou, no caso de empresas ou equipes, de US$ 9 a US$ 21 mensais por usuário.

Existe uma alternativa para estudantes não muito conhecida: entre vários outros benefícios, eles conseguem repositórios privados e gratuitos criando uma conta no programa GitHub Student Developer Pack.

Agora é possível ter repositórios privados nas contas gratuitas, mas existe uma condição: o número de colaboradores que participam do projeto é limitado a três. Para incluir mais gente, é necessário recorrer a um plano pago ou simplesmente manter o projeto como público.

Foto por Jun OHWADA/Flickr

Apesar disso, a novidade é bem-vinda, pois permitirá que um grande número de projetos individuais ou de pequeno porte seja mantido no serviço. Para a Microsoft, pode até haver queda de receita inicialmente, mas é bastante provável que a empresa esteja mais preocupada em fidelizar usuários no GitHub. De todo modo, o grosso da receita do serviço vem de contas corporativas.

Também houve uma pequena mudança nessas contas. Os serviços GitHub Business Cloud e GitHub Enterprise, agora chamados de Enterprise Cloud e Enterprise Server, respectivamente, passam a fazer parte de um pacote unificado: o GitHub Enterprise. Essa modalidade deve ser usada por organizações que precisam gerenciar repositórios em servidores próprios, por exemplo.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Souza Luz
"First Commit"
Mario Bros
O aconteceu com a LupoHost?
Mario Bros
Obrigado
Mario Bros
Nada a ver.
felipegcoutinho
Valeu pelo explicação :)
Pedro Felipe
Quem quiser fazer um curso de GitHub e Git 100% Gratuito:https://capitalcode.com.br/...
Douglas Souza Luz
Não, na verdade ele permite ver todo o histórico dos commits direto no editor. Comentários do commit vão aparecer ao lado da linha correspondente por exemplo, ótimo pra lembrar o que foi feito ali. Também é possível ver todo histórico do repositório, comparar, procurar commits específicos. Acredito que o Atom faz algo parecido por padrão mas não com tantos recursos.
Caleb Enyawbruce
Pois é, só vamos saber o resultado prático com o tempo.
Arthur Soares
Pode ser. Eu tranquei um que está em fase embrionária. Quando estiver mais desenvolvido voltará a ser público. Acredito que isso evita lixo nas buscas dos usuários.
felipegcoutinho
Leigo aqui, o Gitlens serve pra importar os projetos do github direto para o VS ?
Caleb Enyawbruce
tomara!
Gertrudes, a Lhama
Concordo, menos com o SwiftKey.Achei que ele piorou ultimamente :/
Gertrudes, a Lhama
Criticar o pessoal que estereotipa a M$ esteriotipando eles não faz muito sentido né
Tiago Faustino
Acredito que não. A galera que tinha a necessidade de trancar. Usava outros como o Bitbucket.
Douglas Souza Luz
Github + Visual Studio Code + Gitlens = alegria
ribeiro
Nunca ninguém estará 100% satisfeito.Bem que a Microsoft está abraçando o open source, então as chances de "acabar" com a Github eram mínimas.
Nioshi
dai não sei dizer, falei mais no modo geral, onde a microsoft está envolvida tem alguém reclamando.
ribeiro
Fanboy ou os próprios usuários do github?
Nioshi
é o pessoal fanboy do Linux, que acha divertido fazer 5 linhas de comando só para instalar um programa ou descompactar um arquivo, em vez dar dois clique em cima do ícone, mas cada louco com sua mania né hehe
Caleb Enyawbruce
Bom: podemos proteger nossos projetosRuim: Se a maioria trancar os projetos, pode ser o fim de um dos maiores repositorios publicos de arquivo da Internet...
Dan Santos
Até excluí a minha conta no bitbucket com essa novidade!GIthub + Gitlab são os meus amores :)
Paul
''Não, mas a M$ vai acabar com o GitHub''.Os xiitas quando a compra foi anunciada.O msm disseram quando compraram o LinkedIn. Resultado: LinkedIn melhorou e muito, a começar pelo site que era HORRENDO e agora é decente.Swiftkey? A msm coisa...Muitos ainda vivem nos anos 90. ¯\_(ツ)_/¯
lobisomem
"A Microsoft vai acabar com o Github"