Início » Computador » Alienware Area-51m é um notebook com Core i9-9900K, RTX 2080 e até 64 GB de RAM

Alienware Area-51m é um notebook com Core i9-9900K, RTX 2080 e até 64 GB de RAM

Notebook gamer da Alienware possui tela de 17,3 polegadas e a nona geração de chips da Intel

Paulo Higa Por

Direto de Las Vegas — A Intel ainda não lançou a nona geração de processadores Core para notebooks, mas a Dell resolveu ignorar isso: ela apresentou nesta terça-feira (8) o Alienware Area-51m, um gigante de 17,3 polegadas com o melhor hardware para games já oferecido pela empresa em um laptop e possibilidades de upgrade de componentes internos.

O Area-51m pode ser equipado com um Intel Core i7-8700, i7-9700K ou i9-9900K (sim, aquele para desktops). Praticamente tudo na ficha de especificações técnicas tem números enormes: a GPU é uma RTX 2060, 2070 ou 2080, a conexão Ethernet é de 2,5 Gb/s e você pode optar por até três unidades de armazenamento na mesma máquina (2 SSDs de 1 TB em RAID0 e um HD híbrido de 1 TB, por exemplo).

Alienware Area-51m

Um ponto que se destaca em 2019 é que dá para fazer upgrade no notebook, tanto no processador quanto na placa de vídeo (!), assim como você faria em um desktop. E, claro, a máquina continua com uma porta dedicada para o Alienware Graphics Amplifier, que permite conectar uma GPU externa da Nvidia ou AMD.

A tela de 17,3 polegadas vem em quatro opções: 60 Hz; 60 Hz com Nvidia G-Sync; 144 Hz com tecnologia de rastreamento de olhos Tobii; e 144 Hz com G-Sync e Tobii. Os painéis são IPS LCD, com tratamento antirreflexo, brilho de até 300 nits e cobertura de 72% do espectro sRGB.

Alienware Area-51m

Há conexões de sobra: duas entradas para fonte de energia (sim: dá para conectar uma de 180 watts e outra de até 330 watts para dar conta do hardware), uma Thunderbolt 3, duas USB 3.1, outra USB 3.1 para carregar gadgets, uma HDMI 2.0, uma Mini DisplayPort 1.4 e uma saída de áudio de 3,5 mm.

E quanto custa tudo isso? Primeiro, ele pesa nas costas: o Area-51m tem 3,87 kg e 41 mm de espessura com sua bateria de 90 Wh que provavelmente não foi feita para ser utilizada longe da tomada. Segundo, o valor inicial é de US$ 2.549. Quem tiver toda essa grana poderá gastá-la a partir de 29 de janeiro nos Estados Unidos; o lançamento no Brasil ainda não foi confirmado.

Alienware Area-51m
Alienware Area-51m

Paulo Higa viajou para Las Vegas a convite da Intel. Publicado originalmente em 8 de janeiro e atualizado com vídeo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvio Ferrary

LEGAL MESMO GOSTEI

Ali nahyan

Se eu tivesse grana, eu compraria numa boa, não pelo hardware, mas pelo projeto em si. Não há como comparar notebook com desktop, pois este, é milhares de vezes mais potente que aquele, graças ao espaço do gabinete, watercooler, hidrocooler, entre outros. Projeto muito bom e á possibilidade de trocar os componentes, ideia genial. Com o valor do produto daria pra montar um CPU i9 com rtx 2080ti, e de sobra comprar um monitor muito superior ao FHD 144hz do notebook. Eu como sou entusiasta, repito, compraria pelo projeto. Imagine um desses em cima da mesa com um Astro A50 e mouse Logitech G903 ou levar na casa do amigo conectar uma TV e jogar Fifa 19. Dica, para pessoas que só se importam com a imagem que sai do monitor, ou seja, os jogos propriamente dito o ideal é um PC top.

VolksW4GNER

Esse teclado 2010 ai não curti muito não.

danbrg

Caralho, isso sim é top. É um tijolão, mas um gamer de ponta pode ter um sua estação "móvel" com facilidade.

Nioshi

se não tiver um contrato ou acordo dizendo sobre, não tem problema

Lairton Gomes

parece os laptops vendidos em 2008

pois é...

Michael Sidney

Olha não sei se seria vantagem que além do preço alto para o Brasil, tem a questão da bateria, que como diz a matéria, não parece suportar ficar longe da tomada, então para que um notebook Gamer, sem a praticidade de poder utilizar sem fios?

angelobio

Eu tive um HP Dv7 4073 NR e o processador podia ser trocado, as memórias não eram soldadas na placa, tinha 2 slots de HD, e até a tela tinha a disposição para colocar uma 1080p, no lugar da 900p (bastava abrir e trocar).

Jhon

É um nicho bem pequeno, mas pode ter certeza que tem quem compre.

são raros e deverá vender pouquissimo aqui pelo preço risível.

Magnosama

MONSTRO!

rbnamerico

Da uma lida sobre o Project Athena da Intel,se hoje é difícil um upgrade, já já vai ficar impossivel

Marco Antonio

Eu nao consigo imaginar público pra essa faixa de preço, 25mil num notebook? Como assim, e são varios.

Eu ia chutar por ai mesmo, entre 20 e 25 mil reais se vier pro BR.

Exibir mais comentários