Início » Internet » Pessoas acima de 65 anos compartilham mais notícias falsas no Facebook, diz estudo

Pessoas acima de 65 anos compartilham mais notícias falsas no Facebook, diz estudo

A pesquisa apontou que os mais velhos compartilharam sete vezes mais fake news que os mais jovens

Victor Hugo Silva Por

As redes sociais têm sido usadas nos últimos anos como importantes meios de disseminação de notícias falsas, que podem ter influenciado resultados políticos em diversos países. E as pessoas mais velhas são as principais distribuidoras dessas fake news.

Essa é a conclusão de um estudo realizado com 3.500 americanos por pesquisadores da Universidade de Nova York e da Universidade de Princeton. Segundo eles, a idade é o fator que mais indica a propensão de uma pessoa para compartilhar ou não uma notícia falsa no Facebook.

Pessoas acima de 65 anos compartilham mais notícias falsas, diz estudo (Con-karampelas / Unsplash)

O levantamento também teve sinais positivos: somente 8,5% dos participantes compartilharam links para notícias falsas. O número cai para 3% entre os usuários de 18 a 29 anos, mas chega a 11% no grupo de pessoas com mais de 65 anos.

A diferença é ainda maior quando a quantidade de compartilhamentos é levada em consideração. Os usuários com mais de 65 anos compartilharam o dobro de fake news em relação ao grupo de 45 a 65 anos e quase sete vezes mais que o grupo de 18 a 29 anos.

Para chegar a esses resultados, os pesquisadores selecionaram participantes no início de 2016. O grupo, que era formado por pessoas com ou sem conta no Facebook, ajudou com dados liberados em novembro daquele ano, após a eleição de Donald Trump.

Os pesquisadores pediram que os usuários do Facebook dessem permissão a um app capaz de analisar suas orientações políticas e religiosas, suas publicações e as páginas que haviam curtido. Cerca de 49% aceitaram compartilhar essas informações.

A partir disso, os pesquisadores compararam os links compartilhados pelos participantes com listas que apontavam famosos sites de fake news. A análise indicou que os mais velhos distribuíram mais fake news, independemente de fatores como educação, sexo, raça e renda.

A orientação política também foi apontada como um fator relevante. Entre aqueles que compartilharam notícias falsas, 4% se identificavam com o Partido Democrata. Entre os eleitores do Partido Republicano, o número chegou a 18%, possivelmente pela grande quantidade de links favoráveis a Trump.

Ainda assim, os pesquisadores consideram a faixa etária como o critério mais determinante. “Nenhuma característica demográfica parece ter um efeito consistente no compartilhamento de notícias falsas, tornando a idade muito mais notável”, afirma o estudo.

A pesquisa apontou duas possíveis explicações para o fato de os mais velhos compartilharem mais notícias falsas: ausência de uma alfabetização digital e um declínio cognitivo, fazendo com que se tornem mais propensos a cair em fraudes.

Os autores do estudo agora pretendem verificar essas hipóteses em um novo estudo e identificar se as pessoas são mais propensas a compartilhar fake news publicadas por amigos próximos. A análise irá se concentrar no Facebook, mas poderá ajudar outras redes sociais a lidarem com o problema.

Com informações: The Verge, Mashable.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cristina Nascimento

Se deram melhor q a gente, q rala por um salarinhu desse tamaninhu.

Cristina Nascimento

Adorava ver esse episódio, e o do barril nas Cataratas, kkkkkkkkkkkkkkkk!

Cristina Nascimento

É verdade essa fake news..

Cristina Nascimento

Tadinha da vózinha..

Fabio Santos

De fato é verdade sempre um tia ou mesmo minha mãe manda aquela dos aumentos das multas do detran ao menos uma vez por semana.

doorspaulo

Realmente.

De tanto eu puxar a orelha do meu pai, ele passou a me utilizar como "fact checking" pra tudo.
Antes de compartilhar no WhatsApp, ele sempre manda pra mim primeiro, perguntando se aquilo é verdade.

Em mais de 90% das vezes é aquela mentira caruda, hoax total.

Rodrigo Gomes

Ora, ora... Parece que temos um Xeroque Holmes aqui.

ORÁCULO

E pessoas mais novas ainda continuam postando fake news dos dois lados

McFake

Foi assim que o biroliro se elegeu. Talquey?

Caleb Enyawbruce

precisa de pesquisa pra isso??? Gente recebeu salario pra fezer uma pesquisa pra descobrir isso? Mds...

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Minha vó já caiu diversas vezes nos "emails de banco" pedindo atualização dos dados.

Franco Luiz

E la vamos nos pro bla bla bla de fakenews e bla bla bla . Ja deu disso gnt

https://uploads.disquscdn.c...

John Smith

Aqui em casa não consegui ainda alcançar isso com as fake news, principalmente porque as pessoas tendem a aceitar mais facilmente aquilo que é alinhado com sua visão.

Mas pelo menos aqui não caem naquelas SMS falsas de golpes de presidiários fingindo ser operadora, Faustão e não sei que caralha mais.

John Smith

Sim, bem colocado. De certa forma acabam "confiando" nos outros por inocência e com isso ficam mais suscetíveis à manipulação.

Alexandre Salau

Creio que também existe uma parcela de explicação no fato de que são pessoas que cresceram recebendo as notícias sempre prontas, sem possibilidade de questionamento, seja qual fosse a mídia de origem da notícia ela sempre foi de mão única e já finalizada, com a opinião pronta e mastigada. Então de modo geral, é um pessoal que não tem a manhã do questionamento, especialmente se for algo compartilhado (e endossado) por algum conhecido, amigo ou familiar.

Exibir mais comentários