Início » Internet » Facebook nega usar desafio #10yearchallenge para reconhecimento facial

Facebook nega usar desafio #10yearchallenge para reconhecimento facial

Desafio #10yearchallenge envolve postar foto de 2009 e 2019 no Twitter, Facebook ou Instagram; dados poderiam treinar reconhecimento facial

Por
26 semanas atrás

A ideia do desafio #10yearchallenge é simples: você posta uma foto atual e outra de 2009, para mostrar aos seus seguidores do Twitter, Facebook ou Instagram como sua aparência mudou nos últimos dez anos. Então a empresária Kate O’Neill levantou uma teoria: e se isso fosse usado para treinar algoritmos de reconhecimento facial? E se o Facebook estivesse por trás disso?

Imagem por teguhjati pras/Pixabay

O’Neill não fornece qualquer evidência de que o Facebook esteja fazendo isso, mas seu artigo na Wired acabou viralizando, e a rede social decidiu responder.

“O desafio de 10 anos é um meme criado pelos usuários que começou por conta própria, sem o nosso envolvimento”, diz a empresa em sua conta oficial no Twitter. “É uma prova da diversão que as pessoas têm no Facebook, e só.”

Como os dados do #10yearchallenge poderiam ser usados

Em seu artigo, O’Neill diz que este meme não é inerentemente perigoso, mas “a possibilidade de reconhecimento facial é amplamente plausível, e indicativa de uma tendência que as pessoas deveriam conhecer”. Os dados serviriam para estimar a aparência das pessoas à medida que envelhecem.

Basicamente, O’Neill diz que seria fácil treinar um algoritmo de reconhecimento facial usando dados do #10yearchallenge. Para criar uma base de dados, bastaria reunir os posts que usam essa hashtag, e marcar as fotos com o ano em que foram tiradas — os próprios usuários informam isso.

Claro, seria necessário limpar essa base de dados: algumas pessoas postaram a mesma foto duas vezes (para dizer que não mudaram nesses dez anos), enquanto outras publicaram comparativos que indicam desmatamento e derretimento das calotas polares. No entanto, isso não é exatamente um problema — trata-se de uma prática rotineira para treinar algoritmos.

Confiança nas redes sociais (e no Facebook) diminuiu

O’Neill não diz que isso está acontecendo: ela apenas especula que isso poderia acontecer. Ainda assim, várias pessoas ficaram preocupadas com essa possibilidade.

É um sinal de que outra coisa mudou nesses últimos anos: nossa confiança nas redes sociais diminuiu, especialmente no Facebook. Antigamente, seria difícil ver o desafio como algo além de uma brincadeira. Agora, sabemos que estamos sendo analisados e categorizados para fins de anúncios direcionados.

Em comunicado, o Facebook diz que “os usuários podem optar por ativar ou desativar o reconhecimento facial a qualquer momento”. Ensinamos aqui como desativar o reconhecimento facial no Facebook.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.