Início » Celular » Produtos da Apple custam o dobro no Brasil que em outros países, mostra ranking

Produtos da Apple custam o dobro no Brasil que em outros países, mostra ranking

The Mac Index obtém preços da Apple Store em 40 países; iPhone, MacBook, iPad e Apple Watch custam o dobro no Brasil

Felipe Ventura Por

Não é novidade que a Apple cobra caro por seus produtos no Brasil. No entanto, será que a diferença de preço é tão grande assim se comparada a outros países? A resposta é sim. Isso fica claro ao consultar o Mac Index, que mostra o preço de diferentes produtos da Apple ao redor do mundo — incluindo iPhone, MacBook, iPad e Apple Watch.

iPhone 8 Plus e iPhone XS

iPhone 8 Plus e iPhone XS

O site The Mac Index obtém o preço de diversos produtos vendidos pela Apple Store online de quase 40 países. Então, ele converte os valores para a moeda que você escolher (reais, dólares, euros etc.) e cria um ranking do mais barato para o mais caro.

E, sem muita surpresa, o Brasil cobra os preços mais caros — mais que o dobro que em alguns países. A diferença é notável: por exemplo, o novo MacBook Air de 256 GB custa o equivalente a R$ 5.211 em Hong Kong. Ele chega a R$ 7.394 na Hungria. No Brasil, o valor salta para R$ 11.999.

O novo iPad Pro de 11 polegadas também sofre com esse salto nos preços. O modelo Wi-Fi de 64 GB custa o equivalente a R$ 3.032 em Hong Kong, e chega a R$ 3.700 nas Filipinas. Enquanto isso, no Brasil, o tablet custa R$ 6.799.

Quanto ao Apple Watch, vemos a mesma coisa. O Series 4 com caixa 40 mm de alumínio custa R$ 1.515 em Hong Kong e R$ 2.106 na Turquia. Se você quiser comprá-lo no Brasil, ele sai por R$ 3.999.

E em relação aos iPhones, a Apple cobra quase os mesmos preços na Turquia e no Brasil. No entanto, eles continuam mais caros por aqui. Por exemplo, o iPhone XR de 64 GB sai por R$ 5.030 na Turquia e R$ 5.199 no Brasil. O menor valor é no Japão: R$ 2.908, ou quase a metade.

Criador do ranking sugere não comprar Apple no Brasil

O Mac Index foi criado por Wafiq Rodzuan, desenvolvedor de software da Malásia, para encontrar produtos baratos no exterior. “Como eu viajo muito… eu precisava descobrir onde comprar brinquedos caros da Apple a um preço um pouco mais suportável”, ele explica ao The Next Web.

Por isso, a lista informa em destaque o valor sem o imposto de vendas, nos países em que um turista pode pedir reembolso. (Os valores que listamos acima sempre incluem o imposto, para efeito de comparação.)

“Para as pessoas no sudeste da Ásia, na América Latina e outras, a diferença de preço é significativa”, explica Rodzuan. E ele tem uma dica para viajantes: não “comprar produtos da Apple no Brasil”.

Um dos motivos para o preço alto é a tributação. Filipe Espósito, editor-chefe do iHelpBR, descobriu que 40% do valor pago em um iPhone X corresponde a impostos. Esses dados constam no portal de privacidade da Apple, que fornece uma cópia de todos os dados que a empresa tem sobre você.

No caso de Espósito, um iPhone X adquirido por R$ 5.949 paga cerca de R$ 2.300 em impostos. Ainda assim, o valor líquido do celular é alto: são R$ 3.623,73.

Confira abaixo alguns preços de produtos da Apple, classificados do mais barato para o mais caro. Todos eles incluem impostos (o Mac Index dá destaque para os valores sem imposto de vendas, por ser voltado para turistas).

iPhone XR de 64 GB (lista completa)

  • Japão: R$ 2.908
  • Emirados Árabes Unidos: R$ 3.212
  • Hungria: R$ 3.996
  • Turquia: R$ 5.030
  • Brasil: R$ 5.199

MacBook Air de 256 GB (lista completa)

  • Hong Kong: R$ 5.211
  • Japão: R$ 5.378
  • Turquia: R$ 7.342
  • Hungria: R$ 7.394
  • Brasil: R$ 11.999

iPad Pro de 11 polegadas, Wi-Fi, 64 GB (lista completa)

  • Hong Kong: R$ 3.032
  • Japão: R$ 3.080
  • Filipinas: R$ 3.700
  • Brasil: R$ 6.799

Apple Watch Series 4, caixa 40 mm de alumínio (lista completa)

  • Hong Kong: R$ 1.515
  • Taiwan: R$ 1.550
  • Turquia: R$ 2.106
  • Brasil: R$ 3.999

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton

Povo Brasileiro é rico. Por isso. Temos facilidade em financiar essas coisas com parcelas a perder de vista...

João Lucas Assis

Só agora caiu a ficha?

Frederico Martins

Temos um Sheróque?

Baio-kun

40% de imposto? Não sei onde você ta morando, mas sei que não é no Brasil.

DeadPull

Sabe por quê? Porque tem otário que paga.

Andre Kittler

Verdade.
Ideia para a apple: para de comprar seus iphones da Amazon e tenta trazer direto para cá. A preço de custo!

johndoe1981

Tá é barato, iTrouxa tem que pagar é o triplo em gadgets da Apple. Só a alta carga tributária não justifica, preço até um ponto se dá também pelo quanto o consumidor está disposto a pagar.

Rummeninger

O cálculo é vou por a 10 mil e vai que cola...o pior que cola ......culpa é do brasileiro que continua dandd moral pra Apple, se vc pesquisarem por aí, tem celular de melhor construção e mais barato.

Rummeninger

Faz uma pesquisa que vc vai entender bem as coisas, não é só imposto, as empresas fazem o que querem com os preços, pode colocar um iPhone 10 mil reais que vão pagar. A culpa e do consumidor, para de comprar que os vão cair como um produto que tem um custo de montagem de menos de 1500 reais pode ser vendido a 10....

Renan Alves

JUSTO, DEVERIA COBRAR MAIS

Helmut

Ivan, desculpa, em nenhum momento dessa thread eu consegui captar seu tom quando diz que "a Apple mete a faca". É uma crítica à estratégia de vendas ou apenas uma constatação?
Eu entendo que é um fato que ela puxa o preço de todo um segmento pra cima (em escala global), porém, isso é a regra básica de mercado, não?

Se tem procura, você ajusta a oferta. Se seu produto é desejado, suas ideias copiadas e vira referência, você chuta pra cima até onde der. Caso sua posição seja contrária a essa prática, qual seria, na sua opinião, o posicionamento adequado da empresa?

Rodolfo Arruda Filho

Então, mas o inicio dessa thread é afirmar que a culpa não é dos impostos e sim da Apple em relação ao Brasil.
Eu to afirmando e provando aqui que sim, NO BRASIL a culpa é dos impostos.
E que sim a Apple lucra demais NO MUNDO TODO, como escrevi na primeira resposta.

Rodolfo Arruda Filho

Me explica entao por que, baseado nesse site mesmo da noticia, a variação de valor do produto dela em 30 países é menos que 15% e só no Brasil é quase 100%.
por que só o Brasil é tao especial assim?

Momento nenhum eu disse que não existem estratégias diferentes para países diferentes, mas a Apple especificamente tem uma politica de preço bastante clara, O Lucro dela já sai da origem.

É cegueira demais querer apontar o dedo para uma marca e não entender o cenário que está inserida a situação, isso sim

Sid

Para aqueles que acham que a Apple é a malvadona, perversa e exploradora, vai aí alguns custos Brasil que não existem em outros locais:
1. Impostos (esse todos já sabem)
2. Taxa portuária (muitos navios chegam e precisam esperar por dias até descarregar, e o custo mais baixo disso é em torno de 50 mil reais por dia)
3. Roubo de carga
4. Seguro devido ao roubo de carga
5. Frete (Brasil é enorme e o transporte é feito por caminhões em estradas esburacadas)
6. Perdas por más condições de transporte
7. Custo do funcionário, que apesar de ganhar pouco é um dos mais caros do mundo, incluindo os impostos, encargos trabalhistas e processos na nossa terrível justiça do trabalho
8. desleixo de funcionários que não têm cuidado com os equipamentos transportados
9. Furtos nas lojas
10. Custos que o lojista tem com funcionários, perdas e etc.
Tem mais coisa, mas isso já é o suficiente.
Continua achando que a Apple, Samsung ou outras são malvadonas quem não quer enxergar.

Sid

Realmente, ninguém tinha notado isso. Esse é o país mais caro do mundo.

Exibir mais comentários