Início » Celular » Motorola patenteia celular dobrável com comandos na tela traseira e quatro câmeras

Motorola patenteia celular dobrável com comandos na tela traseira e quatro câmeras

Patente da Motorola mostra celular flexível que se dobra ao meio e permite usar as duas metades da tela

Felipe Ventura Por

A Motorola patenteou um celular que se dobra ao meio e permite usar as duas metades da tela. Dessa forma, você poderia deslizar o dedo na traseira para rolar conteúdo na interface, ou transferir conteúdo de um lado para o outro. A empresa está se preparando para lançar um smartphone dobrável com a marca Razr.

Conceito por LetsGoDigital

A patente descreve um celular que pode ser dobrado ao meio para fora. Dessa forma, as duas metades da tela ficam expostas, tal como no Royole FlexPai. (Por sua vez, a Samsung usa uma tela que se dobra para dentro, mais um display secundário externo.)

Celular dobrável recebe comandos dos dois lados

A Motorola explica que seu celular poderia receber comandos na parte traseira. Por exemplo, você pode fazer um movimento de rolagem com o dedo indicador, e isso deslizaria uma página da web para cima ou para baixo. Um pequeno indicador aparece no display frontal para mostrar onde seu dedo está localizado na traseira.

A tela traseira poderia reconhecer diversos tipos de comandos: toque simples, toque duplo, arrastar e soltar, tocar e segurar, ou puxar para baixo. Isso serviria para redimensionar elementos na tela ou confirmar uma ação, por exemplo. Também seria possível mover conteúdo de um lado para o outro da tela.

A patente descreve um aparelho com pelo menos quatro câmeras. Todas elas ficam na parte frontal quando o celular está aberto; ao dobrá-lo, duas delas ficam na frente, e as outras duas ficam atrás. O documento também descreve sensores ópticos que poderiam fazer reconhecimento facial 3D.

A dobradiça permitiria que o celular fique aberto em um ângulo entre 0 e 180 graus. Dessa forma, você poderia apoiá-lo na mesa e usá-lo como um relógio despertador. Há ainda um botão Home na lateral direita da tela.

A patente foi registrada no USPTO, órgão dos EUA, e na WIPO (Organização Mundial da Propriedade Intelectual). Ela foi publicada em 10 de janeiro de 2019. O site holandês LetsGoDigital criou algumas renderizações mostrando como poderia ser esse celular.

A Motorola deve lançar em fevereiro um celular dobrável de US$ 1.500 com a marca Razr. Ele provavelmente vai adotar um design semelhante ao antigo V3. No entanto, parece que a fabricante já está pensando em mais smartphones flexíveis para o futuro.

Conceito por LetsGoDigital

Conceito por LetsGoDigital

Com informações: LetsGoDigital.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thalisson Cavalcante

Não adianta. O melhor conceito que eu vi de "smartphones dobráveis" foi o da Xiaomi

GTR TELEFONIA

o v3 será assim

GTR TELEFONIA

na boa,o único celular dobrável que despertou meu interesse foi o V3 ,o resto não vejo vantagem nenhuma ,além de ser uma coisa esquisita

Carlin

Tentativa de fazer a margem de lucro aumentar, a bola da vez é o 5G e os telefones dobráveis, querem usar como poder de barganha pra justificar preços nas alturas, já que ultimamente esta cada vez mais difícil inovar no mercado mobile!

John Smith

Já eu não vi o menor sentido numa tela que já tá muito esticada ficar mais esticada ainda.

John Smith

Ninguém entende. Estão estagnados do design de smartphone, que na ultima década não teve mais nada de inovador, e agora estão tentando inventar coisa que a gente não precisa pra tentar ganhar mais.

Fernando Val

Imagine um tablet que você pode levar no bolso. A tela é grande quando você precisa de uma tela grande e pequena quando precisa de uma tela pequena. Simples assim.

R0gério

Olha, dessa leva de dobráveis, o único que me vejo usando é o RAZR. A tecnologia caiu como uma luva no design do dispositivo. Se a Lenovo não fizer caca, pode até dar muito certo.

Lucas Carvalho

Isso é interessante pois o indicador (dedo que será usado na tela traseira) é maior que o polegador (dedo usado na frente ao utilizar o celular com apenas uma mão)

Baidu feat MC Brinquedo

O que pedimos aos fabricantes: Baterias maiores e melhor eficiência energética;
O que recebemos: Celulares dobráveis.

Alessandro

Isso aí, dentro de dois anos veremos se realmente vale a pena, ou melhor, quando sair o Iphone XV

Trovalds

Ainda sonhando com a tela como em Minority Report.

Kodos Otros

Entendo e concordo.

DeadPull

Continua sendo bizarro. Não faz o menor sentido uma tela que abre pra fora. Parece que a pessoa está esfolando o celular. E se a pessoa quiser deixá-lo em cima da mesa ou de qualquer coisa, tem que primeiro "desdobrá-lo", senão a tela vai riscar facilmente. E uma vez "desdobrado", ele vai sempre ocupar mais espaço na mesa ou seja lá onde for. Isso levará a pessoa a forçosamente dobrá-lo e desdobrá-lo várias e várias vezes ao longo do dia, o que diminuirá muito a vida útil dessa tela. Resumindo: é estranho, não é prático e, na minha opinião, desnecessário.

Kodos Otros

São "nichos" diferentes. Esse que você está falando é um celular que dobra no meio. Esse da matéria é um celular que "se transforma" em um tablet (ou quase isso).

Exibir mais comentários