Início » Brasil » Google oferece estágio e curso de inglês com foco em jovens negros

Google oferece estágio e curso de inglês com foco em jovens negros

A empresa selecionará 20 estagiários para participarem de um programa com dois anos de duração

Victor Hugo Silva Por

O Google deseja tornar seu quadro de funcionários no Brasil mais diverso. Para isso, apresentou nesta segunda-feira (28) o Next Step, um programa de estágio voltado para ampliar a representatividade de profissionais negros na empresa.

A seleção ocorrerá em paralelo com outros programas de estágio da companhia, mas tem suas próprias características. O Next Step terá dois anos de duração, em que 20 estagiários atuarão nas áreas de vendas, marketing, recursos humanos, financeiro, entre outras.

Google - escritório

No anúncio do programa, o Google destacou estimativas que apontam menos de 5% dos brasileiros fluentes em um segundo idioma. O índice se torna ainda menor quando o recorte é feito exclusivamente entre jovens negros.

Por este motivo, o Next Step será o primeiro programa do Google que não exigirá a fluência em inglês. Em vez disso, a companhia oferecerá um curso intensivo de inglês. Os estagiários também terão à disposição uma rede de suporte com coaching e mentoria de outros profissionais da empresa.

“Queremos que jovens de grupos minorizados estejam mais preparados para a entrada no mercado de trabalho, além de tornar o nosso escritório um ambiente cada dia mais inclusivo, a que todos tenham orgulho de pertencer”, afirmou o Google.

As vagas oferecidas no Next Step são voltadas para estudantes de graduação na Grande São Paulo com formação prevista entre julho e dezembro de 2021.

Procurado pelo Tecnoblog, o Google afirma que o foco do programa está nos estudantes negros, mas que todos os estudantes que preencham os requisitos podem se increver. O processo seletivo prevê encontros presenciais e entrevistas com equipes da empresa.

As incrições podem ser feitas até 22 de fevereiro por meio da plataforma Empodera.

A Folha de S. Paulo lembra que outras empresas de tecnologia estão adotando medidas parecidas. A IBM, por exemplo, seleciona estudantes negros para a metade das vagas de seu programa de jovem aprendiz desde 2016.

Essas iniciativas podem contribuir para a mudança de um cenário em que os negros e pardos, apesar de serem a maioria da população brasileira, ocupam pouco mais de 10% dos cargos de chefia.

Atualizado às 19h48 de segunda-feira (28) para que o título reflita melhor o programa a partir da resposta enviada pelo Google. O Next Step tem foco em estudantes negros, mas não é exclusivo a este grupo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paquito78

Fala, Barrichello. Só falando asneiras por aí? Estatísticamente então, nas dezenas de milhares de empresas que você trabalhou foi assim que aconteceu? Parabéns!

É cada idiotice que eu leio..impressionante. Nego acha que apenas a própria experiência é suficiente para elencar toda uma tendência do que ocorre no mundo real. E sem considerar o próprio viés, que pode ainda distorcer a análise. Está faltando ciência nas escolas..

Eduardo Costa

Olha que coerência, xingando e atribuindo estereótipos... acuse-os do que vc é...

Eduardo Costa

Que, no teu fantástico mundo de mimimi... Em todas as empresas que trabalhei, sempre fiz seleção de candidatos e o que interessa pra qualquer patrão é a competência! Os patrões querem dinheiro e não é cor, gênero, sexualidade que vai trazer mais dinheiro!

Eduardo Costa

Adoro ler e leio de tudo, mas acho que, primeiro VC só lê o que te agrada, segundo, se vc não consegue raciocinar sempre se referindo ao que fulano ou cicrano citaram em seus livros, VC é o papagaio repetindo o que os outros disseram, não consegue desenvolver uma linha de raciocínio própria no seu cérebro limitado.

Cristina Nascimento

O racismo começa nas cotas pra faculs e pra incentivos como esses só pq a pessoa é negra. A pessoa tem q chegar no topo por mérito e não pela cor da pele..

Mozart Rozendo

Já desconfiava que a seção de comentários estaria o puro chorume reclamando da a

Paquito78

1 - Sim, cursei.

2 - Pelo jeito, sua nota sendo boa ou não, parece ter esquecido tudo o que aprendeu.

3 - Prepotente? Talvez. Preconceituoso? Nem um pouco.

4 - Sua estoria ser abobrinha? Parece que, além da estatística, lhe faltam conhecimentos de interpretação de texto. Elogiei sua estoria pessoal. Abobrinha é o resto todo do seu comentário.

Naum Tenho

Te garanto q minha nota em estatística foi maior q a sua se é q vc chegou a cursar tal disciplina. Dizer q minha estoria é abobrinha é ser muito prepotente e preconceituoso e acredito q quem merece os pêsames são pessoas que colocam a culpa na "falta de oportunidades" para se destacarem.

Porto Velho

Sim, eu entendo que isso infelizmente acontece, mas não é abertamente. Só não concordo em combater isso segregando mais ainda as pessoas.

PS: legal que a Globo vive "lacrando", mas quem tem um monte de negros em seu quadro de jornalistas é a Record que só contrata sem ficar martelando isso na nossa cabeça o dia inteiro.

Baidu feat MC Brinquedo

Tem uma rede varejista gigante aqui na minha cidade.

Todos os vendedores(ras) são, em sua maioria, brancos, altos, de olhos claros, cabelo sedoso e etc... Raramente se vê um negro nessa loja e, quando tem, geralmente ocupam posições mais baixas, tipo: Estoquista, entregador e etc.

Obviamente que esse é um padrão notado por poucos, mas infelizmente é um preconceito velado que acontece nessa loja e em muitos outros lugares do país.

Só pra deixar um pouco mais claro: Se um estrangeiro sintoniza na globo, pensa logo de cara que o brasil é um país de brancos. A maioria dos programas de TV tem, quase que unicamente, apresentadores brancos. Se você gastar um dia da sua vida pra acompanhar esse canal, por exemplo, perceberá essa predominância.

Baidu feat MC Brinquedo
mas daqueles q vão atrás e se viram...

Isso dá 5% de acordo com a pesquisa do Google.

Pereira

👍

Pereira

Já te passei os livros acima.

- A Elite do atraso; de Jessé Souza

- Nem preto, nem branco, muito pelo contrário; de Lilia Schwarcz

- O povo brasileiro, por Darcy Ribeiro

Lê e depois a gente conversa. Um abraço.

Pereira

Você é um papagaio, hein? Cadê seus argumentos, cara, você só repete "é racismo sim, é sim, é sim, é sim, é sim, é sim"

Não apresenta fatos novos, caralha.

Ah, velho, beleza, continua sendo ignorante, se informando pelo zap, aparentemente os valores se inverteram hoje e o estudo, a educação e a imformação factual não importam mesmo, mas o que importa é a opinião de um qualquer que nunca estudou ou leu uma linha sobre racismo, escravidão ou história do brasil mas tem toda uma opinião formada na cabeça.

Já até imagino você num a hipotética consulta médica:

"Médico: Você quebrou a perna

Ivan: Que nada, doutor, é só uma dorzinha

Médico: Mas tá aqui, mostrando na radiografia

Ivan: Doutor, esses aparelhos foram construídos por uma empresa que tem como investidor o George Soros, logo, ela é ideológica, manipula as imagens pra dizer que as pessoas tem a perna quebrada pra não trabalharem e assim prejudicar o capitalismo."

Ou então:

"Médico: você tem um simples resfriado"

Ivan: Mas doutor, eu recebi no zap que tá tendo surto de gripe suína, e, pelos sintomas, eu tenho gripe suína, e seus anos estuidando medicina de nada valem pq eu recebi essa informação no zap"

kkkkkkkkkkkkkk

Agora, vê se presta atenção, não viu que já comentei pra você estudar a diferença entre apropriação cultural e assimilação cultural???????

Vai ler ô demonho.

Um abraço e seja feliz. Já dizem que os ignorantes são mais felizes mesmo, né.

Pereira

Bom, o Bolsonaro supostamente fez comentários de cunha racista e nada aconteceu, então, aparentemente, foi considerado liberdade de expressão.

Mas aparentemente você acha que dizer "seus pretos fedidos, saiam da minha loja" é a mesma coisa de "acho que a senhora não deveria usar este turbante pois está ofendendo a raiz de meu povo", então, não tenho muito mais o que argumentar contigo.

Mas enfim, você só fica repetindo e dando loop, só sigo a discussão quando concluir pelo menos a leitura de um daqueles livros ou pelo menos um capítulo. Já que tu se acha mais inteligente que pessoas que passaram a vida estudando o tema, deve conseguir ler rapidinho.

Exibir mais comentários