Início » Jogos » Steam deixa de vender jogo Bolsomito 2K18 após ordem judicial

Steam deixa de vender jogo Bolsomito 2K18 após ordem judicial

Valve forneceu ao Ministério Público dados sobre o responsável pela criação do jogo inspirado em Jair Bolsonaro

Felipe Ventura Por
44 semanas atrás

A plataforma Steam, da Valve, deixou de vender Bolsomito 2K18 após uma ordem da Justiça brasileira. Além disso, a empresa forneceu ao MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) os dados do responsável pela criação do jogo. Nele, um personagem semelhante ao presidente Jair Bolsonaro espanca feministas, negros e gays.

A venda de Bolsomito 2K18 foi encerrada em todo o mundo no dia 8 de janeiro, de acordo com a Valve. Ele esteve disponível na loja durante a promoção de fim de ano, recebendo desconto de 56%.

A busca por "Bolsomito" no Steam não traz nenhum resultado, mas o link direto continua funcionando — ainda que sem um botão de compra. Possivelmente, quem adquiriu o jogo ainda pode acessá-lo em sua biblioteca, ou baixá-lo novamente se o tiver desinstalado.

A Valve também forneceu ao MPDFT os dados sobre o criador do jogo, que não foram divulgados publicamente. Eles foram entregues à Espec (Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial) na última segunda-feira (28).

Bolsomito 2K18 "promove desvalores", diz Justiça

Em 19 de dezembro, o TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios) ordenou que Bolsomito 2K18 não fosse mais vendido nem distribuído no Brasil. O desembargador Álvaro Ciarlini escreve que o jogo "promove desvalores como a discriminação racial, bem como a opressão, o preconceito e a violência, inclusive a prática de homicídio e a intolerância".

Frederico Meinberg, promotor de Justiça e coordenador da Espec, diz em comunicado que "a manifestação do pensamento na internet não abrange o discurso de ódio".

Segundo a descrição do jogo, o objetivo é "enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país". O protagonista é "um cidadão de bem que está cansado da crescente corrupção e inversão de valores que abala a sociedade".

Para o MPDFT, "o jogo viola os direitos da personalidade do presidente da República, de mulheres, negros, LGBTs, integrantes de movimentos sociais e parlamentares e gera a existência de dano moral reflexo em relação a todos os brasileiros".

Página de Bolsomito no Steam ainda existe, mas não tem botão de compra:

Com informações: MPDFT.

Mais sobre: , ,