Início » Celular » Samsung Galaxy S10, S10+ e S10E são homologados pela Anatel com até 4.000 mAh

Samsung Galaxy S10, S10+ e S10E são homologados pela Anatel com até 4.000 mAh

Samsung Galaxy S10, S10+ e S10E (Lite) passam por homologação da Anatel; código indica que eles não têm Snapdragon 855

Por
21 semanas atrás

O Samsung Galaxy S10, Galaxy S10+ e Galaxy S10E (Lite) já aparecem no sistema de homologação da Anatel. Seus números de modelo indicam que eles virão com processador Exynos, ou seja, muito provavelmente não receberemos a versão com Snapdragon 855. Todos terão suporte a dual-chip, e a bateria terá capacidade entre 3.000 mAh e 4.000 mAh.

Foto via AllAboutSamsung

A Anatel menciona os modelos SM-G970F/DS, SM-G973F/DS e SM-G975F/DS — são as três principais variantes do Galaxy S10, de acordo com o SamMobile. O “DS” indica suporte a dual-chip.

A letra “F” no número de modelo indica que os três aparelhos têm processador Exynos. Foi assim com o Galaxy S9: alguns países receberam a variante G960F (Exynos), enquanto o Brasil tem a versão G9600 (Snapdragon 845). Isso também aconteceu com o Galaxy S8: recebemos o modelo G950F, enquanto os EUA ficaram com o G950U (Snapdragon 835).

A Anatel também menciona modelos chamados SM-G970X, SM-G973X e SM-G975X. O que são eles? Nos documentos de homologação, a Samsung explica que eles não têm conectividade 2G, 3G nem 4G — esse recurso é bloqueado via software. A ideia é usá-los “apenas para demonstração em lojas, sem direito à comercialização”.

Esta é a explicação da Samsung:

Os modelos SM-G973F/DS e SM-G973X possuem as mesmas características elétricas e características relacionadas à transmissão de radiofrequência, dado que possuem as mesmas placas internas. A única diferença entre os modelos SM-G973F/DS e SM-G973X se dá devido ao fato de que o modelo SM-G973X tem a transmissão das tecnologias de comunicação móvel, 2G, 3G e 4G, bloqueada via software.

Por enquanto, a Anatel só permite acessar os documentos de homologação relacionados ao SM-G973F/DS.

Anatel homologa baterias entre 3.000 mAh e 4.000 mAh

A Anatel também retificou os documentos de homologação para as baterias do Galaxy S10. Elas têm números de modelo EB-BG970ABU, EB-BG973ABU e EB-BG975ABU. Esses códigos correspondem aos modelos SM-G970F, SM-G973F e SM-G975F.

As baterias têm capacidade de 3.000 mAh, 3.300 mAh e 4.000 mAh, respectivamente. Elas devem fazer parte do Galaxy S10E (Lite), Galaxy S10 e Galaxy S10+, nessa ordem.

Ou seja, agora sabemos um pouco mais sobre as quatro variantes do Galaxy S10. Este é um resumo das principais informações até agora:

  • Galaxy S10E ou “Beyond 0”: tela de 5,8 polegadas, leitor de digitais na lateral, câmera dupla na traseira, câmera frontal com um sensor, bateria de 3.000 mAh;
  • Galaxy S10 ou “Beyond 1”: tela de 6,1 polegadas, leitor de digitais sob a tela, câmera tripla na traseira, câmera frontal com um sensor, bateria de 3.300 mAh;
  • Galaxy S10+ ou “Beyond 2”: tela de 6,44 polegadas, leitor de digitais sob o display, câmera traseira tripla, câmera frontal dupla no canto da tela, bateria de 4.000 mAh;
  • Galaxy S10 com 5G ou “Beyond X”: tela de 6,7 polegadas, quatro câmeras na traseira, câmera frontal dupla, bateria de 5.000 mAh.

Nos documentos de homologação, a Samsung diz que os celulares homologados “ainda não possuem nome comercial”, mas há pouca dúvida de que se trata do Galaxy S10. Ele será anunciado oficialmente em 20 de fevereiro.

Bateria EB-BG970ABU de 3.000 mAh para o Galaxy S10E (Lite):

Bateria EB-BG973ABU de 3.300 mAh para o Galaxy S10:

Bateria EB-BG975ABU de 4.000 mAh para o Galaxy S10+:

Samsung explica o que são os modelos com X: