Início » Antivírus e Segurança » Fim da punição: Apple restaura apps internos do Facebook e Google para iPhone

Fim da punição: Apple restaura apps internos do Facebook e Google para iPhone

Por violação de regras, Apple havia revogado certificados do Facebook e Google que permitiam que apps funcionassem no iOS sem depender da App Store

Emerson Alecrim Por

Final feliz: poucas horas depois de revogar os certificados corporativos que permitiam que Facebook e Google desenvolvessem aplicativos internos no iOS sem necessidade de submetê-los à App Store, a Apple decidiu restaurá-los. Com isso, os apps que haviam parado de funcionar estão voltando à normalidade.

Mark Zuckerberg

O “drama” começou depois da polêmica do Facebook Research. O aplicativo tem a finalidade de capturar dados de smartphones dos usuários em troca de recompensas financeiras de até US$ 20 por mês. Essa prática, por si só, é bastante questionável. Mas o que trouxe problemas ao Facebook é que a versão do app para iOS era baseada em um certificado corporativo fornecido pela Apple que não poderia ser usado para esse fim.

Esse certificado é emitido para todas as organizações que participam do Developer Enterprise Program, iniciativa da Apple que, no caso do iOS, permite que desenvolvedores criem aplicativos de uso interno sem necessidade de vínculo com a App Store. Isso é útil, por exemplo, para empresas que desenvolvem apps para seus funcionários.

Entre as regras do Developer Enterprise Program estão a de não distribuir os aplicativos internos a clientes e usar os certificados apenas para fins de desenvolvimento ou teste de software.

Pois bem, o Facebook violou as duas condições com o seu polêmico aplicativo. Mas logo ficou claro que a companhia não estava sozinha nessa história: o Google tinha um app de VPN chamado Screenwise Meter que também coletava dados de usuários do iPhone com base no certificado.

The Pancake of Heaven! / foto do Googleplex / onde fica a sede do google

Tinha porque o Google tratou de descontinuar o aplicativo para evitar uma punição por parte da Apple. Mas não adiantou: as duas companhias tiveram seus certificados revogados. Primeiro foi o Facebook. Sem o certificado, vários apps internos, em teste ou em desenvolvimento pararam de funcionar. Horas depois, a Apple anulou o certificado do Google.

Para alívio das duas companhias, a punição não durou muito tempo. A Apple restaurou os certificados corporativos de ambas. Não há detalhes sobre o que ocorreu nos bastidores, mas é possível que Facebook e Google tenham simplesmente se comprometido a seguir todas as regras do Developer Enterprise Program a partir de agora.

Algum tipo de acordo tinha mesmo que sair. E rápido. O prolongamento das revogações poderia impedir a atualização de aplicativos importantes para uma enormidade de usuários do iPhone, como Google Maps, Gmail, Facebook Messenger, Instagram e tantos outros.

Final feliz, mas com clima de “que isso não se repita”.

Com informações: TechCrunch, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Arthur Soares

Beleza Apple, fica sem Facebook e Google apps pra ver o que acontece com suas vendas.

johndoe1981

shauaahauahaua 10/10

GTR TELEFONIA

3ª guerra mundial evitada...

João Carlos

Foram espertos pois se afetar os usuários para quer ter um Iphone peso de papel ? barco ja esta afundando com os chineses lançando aparelhos top por 1/3 do preço, ai eles mesmo estão furando o casco do barco huahuahuahauhuaa.

Azr

hauhauahuahuahau boa.

Internet

O Google investe bilhões na Apple por ano, faz sentido eles não quererem arriscar perder esses bilhões.

Isso sem contar o caos que deve ter causado dentro de ambas as companhias.

Ronaldo Rodrigues

Hahaha!

Tori

Foi necessário fazer isso. https://uploads.disquscdn.c...

Fernando Val

Nossa! Punição exemplar!

Que isso não se repita.