Início » Web » Capitã Marvel ganha site oficial com design retrô dos anos 90

Capitã Marvel ganha site oficial com design retrô dos anos 90

Marvel cria site nostálgico para divulgar Capitã Marvel; filme se passa em 1995, quando a internet tinha a cara do GeoCities

Por
11/02/2019 às 08h38

A Marvel criou um site nostálgico para divulgar Capitã Marvel: o filme se passa em 1995, então o portal traz tudo o que você esperaria de uma página web dos anos 90. Temos aqui uma série de GIFs, cores chamativas, a fonte Comic Sans, texto piscando e muito mais. É uma viagem para o tempo em que a internet funcionava a 28,8 Kb/s e tinha a cara do GeoCities.

A página de Capitã Marvel tem GIFs para tudo: em um texto com cores do arco-íris, nos subtítulos de cada seção, nas naves espaciais que ficam em segundo plano, e no botão para comprar ingressos de cinema antecipados.

Há a mistura clássica das fontes Comic Sans e Times New Roman; o antigo elemento “blink” (que ainda funciona!) para fazer o texto piscar; e um contador de quantos visitantes o site recebeu (é uma imagem fixa em 13.031.968).

A Marvel também inseriu um jogo simples para você adivinhar quem é humano ou um alienígena da raça skrull; além de uma seção “multimídia” com o trailer do filme em uma janela minúscula — a internet da década de 90 não aguentava vídeos grandes.

O livro de visitantes faz referência ao bug do milênio e a memes como “dancing baby” e “all your base are belong to us”. Não tente deixar uma mensagem, no entanto: você vai se deparar com a mensagem “desculpe, livro de visitantes cheio”.

Ah, e se você rolar a página até o final e passar o mouse no lugar certo, vai encontrar uma imagem de Stan Lee, falecido em 2018.

Modem de 28,8 Kb/s levaria 45 minutos para abrir site

Lori Lombert, engenheira de software da Marvel, diz que o site foi criado no Microsoft FrontPage e hospedado no Angelfire. O FrontPage fazia parte da suíte Office e permitia criar páginas da web com facilidade, sem se preocupar com o código HTML (era um editor WYSIWYG). Enquanto isso, o Angelfire — que ainda existe! — serve para hospedar sites simples; ele concorria com o GeoCities.

Claro, Lombert deve estar apenas brincando. O trailer na página está em HTML5, tecnologia que o FrontPage nunca suportou. E o site fica em um domínio próprio da Marvel chamado annihil.us, referência ao vilão Aniquilador que antagoniza o Quarteto Fantástico. (Esse domínio vem sendo usado há alguns anos.)

Dieter Bohn, do The Verge, observa no Twitter que a página tem 10 MB. Em um modem de 28,8 Kb/s, ela levaria pelo menos 45 minutos para ser carregada. Modems 56K só se tornaram comuns no final da década, e ainda não eram exatamente rápidos. É a parte da nostalgia que a gente prefere esquecer!

Confira aqui a página de Capitã Marvel. O filme estreia no Brasil em 7 de março de 2019.

Você pode se interessar também

Mais sobre: , ,