Início » Brasil » WhatsApp se aproxima de Moro para tratar de relação com a Justiça

WhatsApp se aproxima de Moro para tratar de relação com a Justiça

A vice-presidente de políticas públicas do WhatsApp se reuniu com o ministro na segunda-feira (18)

Por
16 semanas atrás

O WhatsApp está se aproximando do governo brasileiro para tratar de questões ligadas ao acesso de dados que ajudem em investigações. Para isso, a vice-presidente global de políticas públicas do WhatsApp, Victoria Grant, se reuniu com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, na segunda-feira (18).

Segundo a Folha de S.Paulo, este foi um primeiro encontro para discutir o tema. Nele, a executiva do WhatsApp comentou sobre os planos da empresa de reforçar a equipe que se comunica em português para agilizar respostas às autoridades brasileiras.

A equipe do WhatsApp se reuniu com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Foto: Isaac Amorim/MJSP)

Na terça-feira (19), membros do ministério se reuniram novamente com Victoria e representantes do Facebook Brasil. A conversa seguiu tratando de iniciativas da companhia para colaborar com a Justiça brasileira.

Os detalhes da reunião não foram revelados, mas certamente o objetivo é evitar novas decisões judiciais como as que levaram ao bloqueio do mensageiro no Brasil. O aplicativo, que não deverá abrir mão de sua criptografia de ponta a ponta, parece buscar ao menos um bom relacionamento com autoridades.

Em junho de 2017, o WhatsApp participou de uma audiência pública organizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que tratava justamente dos bloqueios do serviço. O debate foi criado para entender se as determinações da Justiça seriam inconstitucionais.

Na ocasião, o cofundador do app, Brian Acton, que até então fazia parte da equipe, destacou o ponto que costuma ser levantado pelo WhatsApp: a criptografia é inviolável e não permite que conversas sejam interceptadas, nem mesmo pela companhia.

Mais sobre:
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.