Início » Celular » Huawei não desistiu do Brasil e quer trazer celulares top de linha

Huawei não desistiu do Brasil e quer trazer celulares top de linha

Huawei fabricou celulares no Brasil mas vendas foram fracas; acordo com Positivo para importar celulares da China foi desfeito

Felipe Ventura Por

A Huawei ainda não desistiu de lançar celulares no Brasil. Sim, o acordo com a Positivo foi cancelado no ano passado, mas a chinesa quer trazer seus smartphones top de linha ao país. Ela tem o objetivo de ultrapassar Samsung e Apple para se tornar a maior fabricante do mundo em vendas. Será que agora vai?

Huawei Mate 20 Pro

Huawei Mate 20 Pro

Ao Mobile Time, a Huawei conta que vem realizando pesquisas semanais para entender os hábitos dos consumidores no Brasil. “De acordo com as pesquisas, sabemos que o brasileiro ama tecnologia e entende que os últimos lançamentos são o que há de melhor”, diz Gleice Rodrigues, chefe de relações públicas da Huawei Brasil. “Por isso, devemos levar os tops do nosso portfólio.”

Quais tops de linha poderiam vir ao país? Será que teremos modelos da geração atual, como o Mate 20 Pro, que possui uma das melhores câmeras do mercado segundo o DxOMark? Ou seria um modelo mais acessível, como o Nova 4 com furo na tela e câmera de 48 megapixels?

Por enquanto, os detalhes são escassos. A empresa ainda não diz quais celulares pensa em trazer ao país, nem quando isso deve acontecer.

Huawei: ausência no Brasil é “calcanhar de Aquiles”

A Huawei fabricou alguns celulares no Brasil entre 2013 e 2014, mas nunca obteve um nível aceitável de vendas para se manter no país. No ano passado, ela fechou uma parceria com a Positivo, que ficaria responsável pela distribuição, vendas, marketing e suporte técnico; os aparelhos seriam importados da China. O acordo foi desfeito em dezembro.

Para a Huawei, sua ausência no mercado brasileiro é um “calcanhar de Aquiles”. Ela insiste no país para alcançar sua meta de liderar o mercado global de smartphones até 2020. A fabricante chegou ao terceiro lugar em 2018, atrás da Samsung e Apple, ultrapassando a marca das 200 milhões de unidades vendidas.

Huawei Nova 4

Huawei Nova 4

O mercado brasileiro tem muitas peculiaridades. Uma delas está no protecionismo: o imposto de importação é alto para estimular a montagem dentro do país. Isso privilegia empresas que têm fábricas nacionais (como a Samsung) ou que têm parceiros locais (como Motorola e Flextronics).

No entanto, para investir em uma fábrica, a empresa precisa ter garantia de que venderá uma quantidade mínima de celulares. Também é necessário arcar com custos de marketing, mas é difícil disputar espaço com as marcas mais estabelecidas, que já têm bom relacionamento de anos com as varejistas e as operadoras.

Ainda assim, algumas empresas vêm se arriscando no Brasil, mesmo que em escala reduzida. A Meizu vende seus celulares no Brasil através da Vi; a Blu mantém parceria com a NoteTec para oferecer suporte local e assistência técnica; e a DL promete lançar celulares da Xiaomi em breve.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Celso

E ela vai precisar equilibrar bem os preços à vista e parcelado, pra conseguir chamar a atenção do leigo, especialmente aquele que compra no cartão de crédito.
Só vai precisar ter um pouco de paciência, porque mudar a cabeça de leigo acostumado com Samsung e Motorola vai ser complicado.

Celso

No máximo, os antigos modems 3G que ela e ZTE fabricavam para as operadoras.

Celso

O complicado é dizer pro leigo valorizar a Asus, sendo que já está acostumado com o visual e a experiência de uso de um Samsung ou Motorola.
O preço até poderia ser um problema, se esse povo não estivesse acostumado a parcelar as compras em, no mínimo, 10x, sendo que o preço à prazo é a última preocupação.
O leigo hoje prefere se aventurar com um aparelho da Positivo ou Multilaser (a segunda reconheço que vem tentando fazer um trabalho interessante com o MS80 e o MS80X), do que dar um voto de confiança a Asus ou alguma outra marca chinesa ou taiwanesa.

Franco Luiz

Verdade

Alisson Santos

Então acho que superestimei o conhecimento do consumidor médio brasileiro.

André Noia

Resumindo: é tipo aquele casamento antigo. Quer casar mas não aceita pagar o dote.

johndoe1981

E o pior de tudo isso é o governo cada vez mais aumentando o protecionismo, usando a Receita Federal, Anatel e Correios pra tornar cada vez mais cara, demorada e difícil a importação de celulares. o Estado quer regular até qual smartphone o cidadão pode comprar ou não.

Ronaldo Rodrigues

Sim, eu sei disso mas, imagino que as duas empresas estão com os pensamentos alinhados sobre a gama de produtos!

Ronaldo Rodrigues

Sim, faz parte do processo, uma boa campanha de marketinge não se constitui apenas de preços! Gostaria que ficasse claro que eu não estou atacando a Asus e muito menos defendendo as outras, estou justamente destacando a excelente "campanha de marketing" queque está fazendo!

thejorsias

Eu já.

Pierre Diniz

Huawei já é cara pra cacete até lá fora. Pros caras voltarem aqui e venderem aparelhos tops com preço competitivo, só com muito cafezinho e passagem pro foguete da SpaceX pro Marcos Pontes.

danbrg

Estou com Zenfone 5Z e estou bastante contente com o aparelho, sem esngasgos e com bastante personalização, funciona redondo. Compraria novamente.

Franco Luiz

Eu creio que seja respeito , pela forma que a Asus trata o publico tem o representante que poem a cara a tapa sempre , Que responde a todos no twitter e tenta ajudar a todos O cara ate canal no youtube fez pra ter um contato maior com o publico , volta e meia faz enquete perguntando a preferencia do publico BR que obviamente influencia na criação do novo aparelho, Esse ano iram lançar algo exclusivo pro brasil, O evento com a turma da monica ......

Sao varios sinais de uma empresa que quer sim demostrar que gosta do Brasil e que o Brasil tem uma grande importancia pra empresa, Acho que deve ser valorizado todo o esforço de uma empresa assim, Se caso ela mude a "tatica" e comece a pratica preços absurdos e suporte porco como as outras meterei o pau sem dó na empresa

Credulos

Só uma correção nessa afirmação a Xiaomi não esta trazendo nada, a DL que vai se arriscar a vender os produtos por aqui, se der merda a DL que ficara com o prejuízo nas costas.

Franco Luiz

Eu possuo um samsung e um asus e pra quem usa samsung o software da asus nao é tao diferente.. As vezes ate parece que a asus copia bastante a samsung com sua zenui mas eu concordo com vc o software nao é 100%, tem vezes que me sinto usando um aparelho com sistema em fase beta pq da uns bugs tao basicos mas tao basico que parece uma custom rom.

Exibir mais comentários