Início » Negócios » Samsung é processada pela Swatch por cópias de mostradores de relógio

Samsung é processada pela Swatch por cópias de mostradores de relógio

A empresa suíça de relógios demanda o pagamento de US$ 100 milhões pela Samsung

Victor Hugo Silva Por
38 semanas atrás

A Swatch, fabricante suíça de relógios, abriu na última sexta-feira (22) um processo no valor de US$ 100 milhões contra a Samsung. Para a empresa, a sul-coreana deve ser condenada por permitir o download de cópias de dezenas de seus mostradores.

Segundo a Swatch, as interfaces eram baixadas pela Galaxy Apps, também conhecida como Galaxy Store, e estavam disponíveis para Gear Sport, Gear S3 Classic e Gear S3 Frontier. A empresa afirma que 30 mostradores eram "idênticos ou virtualmente idênticos" às suas criações.

Samsung é processada pela Swatch por cópias de mostradores de relógio

Eles foram criados por terceiros, mas a Samsung ganhava uma parte da receita. Para a Swatch, a dona do Gear demonstrou práticas de negócios injustas e levou consumidores a acreditarem que as duas companhias tinham um acordo.

"Esta cópia descarada das marcas registradas só pode ter um propósito – se beneficiar da fama, da reputação e da boa vontade que os produtos e marcas das empresas do Grupo Swatch construíram cuidadosamente ao longo de décadas", afirmou a autora da ação, segundo a Reuters.

Para embasar suas acusações, a Swatch apresentou algumas comparações entre mostradores originais e os oferecidos na Galaxy Apps. A companhia afirma ter entrado em contato com a Samsung em dezembro para informar que eles eram, no mínimo, muito parecidos com os seus.

A sul-coreana teria aceitado remover as interfaces indicadas, mas segundo a acusação, não admitiu o plágio e não se dispôs a revisar sua loja, como foi solicitado. Para piorar a situação, novos cópias de mostradores foram encontradas após a primeira exclusão.

Em vista da resposta inadequada da Samsung, é razoável concluir que os réus continuarão a infringir as marcas registradas e, assim, causar mais perdas e danos às empresas do Grupo Swatch", continuou a proprietária dos mostradores. A Samsung não comentou o caso.

Samsung é processada pela Swatch por cópias de mostradores de relógio

Com informações: The Verge.

Mais sobre: ,