Início » Aplicativos e Software » Microsoft prepara Windows 10 para 2020 após mudanças internas na empresa

Microsoft prepara Windows 10 para 2020 após mudanças internas na empresa

Windows 10 ainda terá duas grandes atualizações por ano; núcleo do sistema operacional será feito pelo Microsoft Azure

Felipe Ventura Por

A Microsoft recentemente abriu para testes a versão do Windows 10 que chegará somente em 2020. Será que ela está se preparando para lançar apenas uma grande atualização por ano? Não é o caso: a empresa está fazendo isso porque o núcleo do sistema operacional passou para as mãos da equipe Azure, focada em computação na nuvem.

Mary Jo Foley, do ZDNet, explica o que está acontecendo nos bastidores da Microsoft. A empresa passou por uma reorganização no ano passado: o núcleo do Windows — kernel, sistema de arquivos, subsistema de segurança etc. — agora é responsabilidade da divisão Azure. Ou seja, o sistema será mais focado nas demandas para cloud computing.

Normalmente, a Microsoft segue este cronograma a cada versão:

  • o núcleo do Windows recebe melhorias e é finalizado em dezembro, servindo de base para a atualização lançada em abril do ano seguinte;
  • o núcleo do Windows passa por novos ajustes e é finalizado em junho, servindo de base para a atualização lançada em outubro.

Este ano, o cronograma precisou sofrer alterações para a equipe Azure assumir o comando. Basicamente, o núcleo do Windows não será atualizado em junho: a Microsoft vai pular direto para a versão de dezembro, que será a base da atualização prevista para abril de 2020. Por isso ela já está testando essa versão do Windows 10.

Windows 10 ainda terá duas grandes atualizações por ano

Não se engane: o Windows 10 vai receber duas grandes atualizações este ano, e a Microsoft quer manter essa cadência para os próximos anos. Só que, em 2019, os dois updates usarão a mesma base: isto é, o núcleo finalizado em dezembro de 2018.

O núcleo do Windows 10 será feito pela divisão Azure e distribuído para as outras equipes, como cliente Windows, Server e Xbox. A versão para dezembro de 2019 tem codinome “Vibranium”, referência à Wakanda de Pantera Negra. Enquanto isso, o núcleo previsto para junho de 2020 é chamado internamente de “Manganese” (manganês).

O programa Windows Insider tem os canais “Modo Rápido” (Fast ring) e “Modo Lento” (Slow ring) que estão atualmente na versão 19H1, prevista para abril. Eles darão acesso em breve à versão 19H2, a ser lançada em outubro. Há também o canal “Skip Ahead”, ou “avance para a próxima versão do Windows”, que já permite testar a versão 20H1 prevista para abril de 2020.

Com informações: ZDNet, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lincoln costa barros

Eu tive um problema em que as Configurações corromperam e parou de abrir, só o painel de controle funcionava, sorte que já ia formatar pra colocar o ssd

Eduardo

Não quero isso de jeito nenhum!
O Painel de Controle é muito melhor que as Configurações.

Eduardo

O Windows 10 HOJE (depois de muito tempo) é o sistema operacional mais estável que eu já usei na vida (incluído o Ubuntu na lista).
MAS quando eles liberam aquelas duas grandes atualizações anuais é uma tensão só, pq vc nunca sabe se vai atualizar direito ou se vai dar pau no sistema, te obrigando a reinstalar mantendo apenas os seus arquivos pessoais.

Eduardo

Minha experiência com o Windows 8.1 foi tão ruim quanto a minha experiência com o Ubuntu. Um dia está tudo perfeito, no outro quando vc liga o sistema está corrompido e vc não sabe nem por onde começar pra arrumar.
No Windows eu ainda me viro, mas no Linux quando dá pau no sistema a coisa fica terrivelmente tensa, principalmente quando o instalador do Ubuntu cisma em não reconhecer logo o HD onde o sistema estava instalado.

Eduardo

O Windows 7 era muito bom e estável.
O Windows 8 e o 8.1 (pior ainda) pra mim foi uma bomba. Um dia eu desligava normalmente o PC, no outro quando ligava o sistema estava corrompido sem eu nem saber o motivo.
Já o Windows 10 era uma bomba quando foi lançado, muitos problemas de incompatibilidade de programas com o novo Windows, o que foi se resolvendo aos poucos. Depois os problemas se repetiam com as grandes atualizações anuais, o que exigia a instalação do zero para que o sistema funcionasse sem problemas. Passado tanto tempo, o Windows 10 no uso diário é o mais estável que eu já usei na vida. O seu ponto fraco continuam sendo as grandes atualizações (2 por ano) que nem sempre terminam bem, exigindo nova instalação. Agora, com a mudança de equipe de mantenedores, isso pode melhorar ou pode ficar ainda pior, vamos ver.

Tiago Freitas

Obrigado pela dica!

Luis de Vaz Lobo

Conheço e entendo que melhora mesmo...só quis ser positivista...rs

Palhaço dançarino B/W

Meu pc não faz nem força e tenho problemas em jogos que no Win7 rodavam liso

Rafael Moreira

Porém algumas pessoas que gosta de jogar, e possui placa compatível com DirectX 12, se verem obrigadas a instalar o Windows 10. Pelo menos nessa parte de jogos o sistema é bom, pelo período que usei e joguei.

Quando usei Linux, gostei mais do Ubuntu 16.04 LTS. A nova versão 18 com gnome 3 achei horrível. Já o Linux Mint Cinammon é uma boa alternativa para quem vem do Windows. Já tem alguns programas essenciais instalado no sistema que no meu ponto de vista é melhor do que os presente no Ubuntu. Porém em termos de visual e maior aceite de drivers o Ubuntu sai na frente.

Afrânio Gabriel da Silva

Muda e muda a versão muitos defeitos continuam; pelo visto, para se rodar bem em notebooks medianos, só com SSD mesmo.

Hélio Márcio Matos dos Santos

Que SSD foi esse? Há uns 4 anos atrás comprei um Samsung EVO 850 250GB por R$600. E paguei caro porque era um dos melhores da época.

Hélio Márcio Matos dos Santos

Já usei e realmente recomendo também. Umas das melhores que já testei. Se voltar pro Linux vou pra ela de novo.

Hélio Márcio Matos dos Santos

Também não tenho problemas de instabilidade com o Windows 10 de forma alguma. Porém na minha opinião, o Windows 10 só é usável em portáteis com um SSD, ou se tiver pelo menos um HD 7200 RPM (não muito comum em notebooks).

João

Como eu disse acima, o modelo específico daquela marca tem, sim, SSD. Quem paga 4+ mil pra cima em notebook que mal tem um HDD que presta é, no mínimo, trouxa.

Geraldo Lopes

Errado. A maior parte dos notebooks vendidos em 2018 e início 2019 são equipados com HD, os famosos "1 TBs 5.400 rpm" que praticamente dominam o mercado. Raros e caríssimos são os modelos lançados com SSD de fábrica...

Exibir mais comentários