Início » Gadgets » Apple Watch continua dominando e Fitbit ultrapassa Samsung nos smartwatches

Apple Watch continua dominando e Fitbit ultrapassa Samsung nos smartwatches

Mercado de relógios inteligentes teve crescimento anual de 54% em 2018; Apple Watch manteve a liderança

Por
01/03/2019 às 11h57

O mercado de smartwatches cresceu em 2018, atingindo 18,2 milhões de unidades enviadas às lojas só no último trimestre do ano. Um relatório da Strategy Analytics mostra que o Apple Watch continua liderando o segmento, com 50% de participação, mas houve troca de cadeiras no ranking: a Fitbit ultrapassou a Samsung no acumulado do ano.

Apple Watch

A folga da Apple em relação às concorrentes vem diminuindo. No último trimestre de 2017, o Apple Watch era responsável por 67,2% das vendas de smartwatches no mundo. No mesmo período de 2018, a participação caiu para 50,7%. Mesmo assim, como o mercado aumentou de tamanho, a Apple viu suas vendas subirem: foram 17,7 milhões de relógios enviados em 2017 e 22,5 milhões em 2018.

Quem surpreendeu foi a Fitbit. Dois anos atrás, a companhia enfrentou problemas para criar seu primeiro smartwatch, viu as vendas despencarem e precisou demitir 110 funcionários. Mas a empresa conseguiu se recuperar, saindo de uma fatia de apenas 1,7% em 2017 para 12,2% em 2018. A consultoria explica que a marca é “muito popular nos Estados Unidos”, e que os relógios Fitbit Versa “estão ganhando apelo de massa”.

Samsung Galaxy Watch

Com as fortes vendas, a marca americana de fitness ultrapassou a Samsung, que fechou o ano com 11,8% de participação em 2018. Isso não deve durar muito tempo, no entanto: a Samsung já conseguiu vender mais que a Fitbit no último trimestre do ano e tende a retornar à vice-liderança com o novo Galaxy Watch Active, mais acessível, e com a continuação das vendas do Galaxy Watch.

Estas foram as empresas que mais enviaram smartwatches às lojas de todo o mundo em 2018:

  1. Apple: 50,0% (22,5 milhões de unidades)
  2. Fitbit: 12,2% (5,5 milhões de unidades)
  3. Samsung: 11,8% (5,3 milhões de unidades)
  4. Garmin: 7,1% (3,2 milhões de unidades)
  5. O resto: 18,9% (8,5 milhões de unidades)

As vendas de relógios inteligentes vêm subindo de forma consistente: houve um crescimento de 54% entre 2017 e 2018, passando de 29,3 milhões para 45 milhões de unidades, indicando que as pessoas estão “procurando acessórios para seus celulares e trazendo conectividade digital para seus pulsos”, como diz a Strategy Analytics.

Mas o segmento ainda parece longe de atingir a massa: no ano passado, por exemplo, foram 355 milhões (!) de smartphones vendidos, mostrando que tem muita gente dispensando a telinha no pulso. Você comprou um smartwatch em 2018?