Início » Gadgets » Microsoft Band perde suporte e donos terão parte do dinheiro de volta

Microsoft Band perde suporte e donos terão parte do dinheiro de volta

Smartband da Microsoft monitorava exercícios e foi descontinuada em 2016

Paulo Higa Por
40 semanas atrás

A pulseira fitness Microsoft Band foi descontinuada em 2016, mas alguns proprietários insistentes ainda podem utilizá-la. Isso muda a partir de 31 de maio: os aplicativos de sincronização serão removidos das lojas e os dados de exercícios serão excluídos. Em compensação, os usuários poderão receber parte do dinheiro de volta.

Microsoft Band

Lançada em 2014, a Microsoft Band surgiu como um gadget para aqueles que precisavam de um incentivo para sair do sofá: ela contava passos, media batimentos cardíacos, estimava as calorias gastas, entre outras funções. Em 2015, a segunda geração trouxe uma tela curvada, novos recursos e integração com a assistente pessoal Cortana.

Apesar das críticas positivas da smartband, uma Microsoft Band 3 nunca viu a luz do dia e o produto acabou sendo cancelado em outubro de 2016. O kit de desenvolvimento já não estava mais disponível, restando apenas o aplicativo da Microsoft Band para Android, iOS e Windows, bem como o Microsoft Health Dashboard, que reunia na nuvem as informações de sono, passos, calorias e outros dados de saúde.

Microsoft Health Dashboard

A empresa explica que todos os aplicativos e serviços relacionados ao Microsoft Health Dashboard serão descontinuados no dia 31 de maio. Além disso, o aplicativo que permitia sincronizar a Microsoft Band com o celular será removido do Google Play, App Store e Microsoft Store. A pulseira fitness até continuará funcionando, mas todos os recursos ligados à nuvem serão desativados.

Por isso, a Microsoft vai oferecer reembolsos parciais para os usuários da Microsoft Band e da Microsoft Band 2, lançadas por US$ 199 e 249, respectivamente. Para receber o dinheiro, será necessário ter um dispositivo ainda na garantia ou ser um “usuário ativo”, ou seja, ter sincronizado dados da pulseira no Health Dashboard entre 1º de dezembro de 2018 e 1º de março de 2019.

Quem for elegível ao reembolso receberá um e-mail para resgatar o valor de US$ 79,99 (Microsoft Band) ou US$ 175 (Microsoft Band 2) até 30 de agosto. As informações estão nesta página.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.